conecte-se conosco


ESPORTES

Há três anos, Corinthians conquistava seu 29º Campeonato Paulista

Publicado


No dia 08 de abril de 2018, o Corinthians impôs ao seu rival a mais significativa derrota em um Derby no século XXI até aqui. Em jogo válido pela final do Campeonato Paulista, no Allianz Parque, o Timão superou o Palmeiras por 1 a 0 e, nos pênaltis, garantiu o 29º título estadual da história do clube.

Após passar pelo São Paulo na semifinal, o Corinthians jogava a final do Paulistão contra o seu maior rival, o Palmeiras. O primeiro jogo da final aconteceu na Neo Química Arena, no dia 31 de março. Mesmo com grande apoio da Fiel, o Alvinegro saiu perdendo por 1 a 0. Assim, para garantir o título, o Corinthians tinha a obrigação de vencer a partida de volta, fora de casa, para conquistar o título.

Apoiado pela presença da torcida no penúltimo treino para o jogo, dois dias antes na Neo Química Arena, o Timão começou pressionando os donos da casa. Logo no primeiro minuto, Mateus Vital fez bela jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Rodriguinho, que finalizou – a bola desviou no zagueiro que estava quase dentro do gol e entrou. A partir desse momento, a partida estava indo para os pênaltis.

O primeiro tempo foi equilibrado com ambas as equipes criando bastante chances de gol, mas não conseguiram concluir à meta, com as defesas trabalhando bem e levando pouco trabalho para os goleiros.

No segundo tempo, o Corinthians reforçou o sistema defensivo e não sofreu muito perigo. Em desarme de Ralf em Dudu dentro da área, o árbitro anotou equivocadamente o pênalti, que foi corrigido pelo quarto árbitro. Já nos minutos finais, Sidcley arrancou pela lateral esquerda, invadiu a área e bateu cruzado, mas para fora. O Corinthians vencia a partida por 1 a 0 e, assim, levava a disputa para os pênaltis.

Leia mais:  Santos perde para o Barcelona pela Conmebol Libertadores

Nas cobranças alternadas, Cássio defendeu a primeira cobrança de Dudu. Danilo bateu o primeiro do Timão e converteu. Na sequência, Victor Luís e Romero marcaram. Na terceira cobrança dos donos da casa, Cássio defendeu a cobrança de Lucas Lima. Lucca bateu na sequência para o Timão e fez o gol.

A disputa estava 3 a 1 para o Alvinegro. Marcos Rocha bateu e diminuiu. Fagner desperdiçou a quarta cobrança do Corinthians. Moisés bateu o último pênalti dos donos da casa e converteu. A última e quinta cobrança da disputa ficou nos pés de Maycon, que converteu e fechou o placar de 4 a 3 para o Corinthians.
Com o resultado, o Timão garantiu o 29º Paulista de sua história. E depois de 35 anos, o Corinthians conquistaria o bicampeonato paulista novamente: a última vez em que o Timão venceu o torneio estadual por dois anos consecutivos havia sido com a histórica equipe da Democracia Corinthiana, de 1982 e 1983, quando o Alvinegro derrotou o São Paulo nas duas finais estaduais e gravou na história a equipe liderada por Sócrates, Wladimir e Casagrande.

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

De virada, Mengão vence o Vélez Sarsfield por 3 a 2 na estreia da Libertadores

Publicado


Que virada! Na estreia da Libertadores 2021, o Flamengo venceu o Vélez Sarsfield por 3 a 2 na noite de terça-feira (20), no estádio José Amalfitani. Após sair atrás no placar, o Mais Querido foi pra cima e conseguiu a virada com gols de Willian Arão, Gabigol, de pênalti, e Arrascaeta, num chutaço de fora da área.

O Flamengo iniciou a partida adiantando a marcação e pressionando a saída de bola do Vélez. Aos seis minutos, a primeira boa triangulação do time rubro-negro. Everton Ribeiro tabelou com Diego e lançou para Gabigol na área, que tentou chegar na bola, mas não alcançou. Aos 20’, o Vélez abriu o placar com Janson: 1 a 0.

De tanto insistir, o Mengão chegou ao empate no fim da primeira etapa! Após cobrança de escanteio de Arrascaeta, a bola sobrou para Gerson, que encontrou Arão na área. Livre, o zagueiro rubro-negro mandou para o fundo da rede e deixou tudo igual no placar: 1 a 1.

No início da segunda etapa, o Vélez novamente passou à frente no placar com Janson: 2 a 1. Aos 14’, Gabigol deu um belo drible na entrada da área, limpou a marcação e foi derrubado pelo goleiro na área. O árbitro marcou pênalti para o Mengão. O próprio Gabi foi para cobrança e mandou no canto esquerdo, deslocando Hoyos: 2 a 2.

Aos 31’, Arrascaeta lançou para Gabigol, que avançou em velocidade e chutou. O goleiro Hoyos fez grande defesa, e no rebote, a defesa argentina cortou o perigo. Logo em seguida, o Mais Querido conseguiu a virada! Arrascaeta aproveitou a falha na marcação do Vélez e mandou um chutaço de fora da área no ângulo do goleiro para fazer um golaço: 3 a 2.

Leia mais:  Coritiba realiza treino visando o próximo confronto

Após a virada, o time rubro-negro soube controlar o jogo e administrar o resultado, saindo de campo com uma vitória importantíssima na estreia da Libertadores.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

São Paulo derrota o Sporting Cristal, no Peru, e arranca bem na Libertadores

Publicado


O Tricolor arrancou bem na disputa da Conmebol Libertadores de 2021! Na noite de terça-feira (20), em Lima, o São Paulo venceu o Sporting Cristal por 3 a 0 em duelo que abriu o Grupo E – que ainda conta com Racing (ARG) e Rentistas (URU).

Os gols da equipe são-paulina, que não conseguiu treinar na cidade na véspera devido a restrições impostas pelas autoridades sanitárias peruanas, foram marcados por Luan, Benitez e Eder.

Com o importante resultado na estreia, o Tricolor derrubou uma invencibilidade de seis meses do adversário – eram 21 jogos, com 16 vitórias e cinco empates até aqui – e assumiu a liderança da chave, agora com três pontos.

O próximo compromisso pela competição continental será no dia 29 (quinta-feira), às 21h, no Morumbi, diante do Rentistas. Antes, porém, o time retomará a disputa do Campeonato Paulista: na sexta-feira (23), às 20h, no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, receberá o Santo André.

Para encarar os peruanos, o time não contou com Lucas Perri (trauma no joelho esquerdo) e Orejuela (entorse no joelho esquerdo), Igor Vinícius (trauma na coxa direita), Gabriel Sara e Hernanes (dores musculares).

Assim, o técnico Hernán Crespo escalou a equipe com Volpi; Arboleda, Bruno Alves e Léo; Dani Alves, Luan, Liziero, Benitez e Reinaldo; Luciano e Pablo.

No primeiro tempo, o Tricolor balançou as redes com Luan, aos 16 minutos, após bela jogada: Benitez tabelou com Reinaldo, que cruzou na área. A zaga afastou, e a sobra na entrada da área ficou Luan, que chutou de primeira. A bola desviou no meio e entrou! 1 a 0! Foi o primeiro gol do volante #MadeInCotia no profissional!

Leia mais:  Internacional é superado na altitude de La Paz

Na etapa complementar, o São Paulo ampliou aos 15 minutos em mais uma finalização da intermediária, desta vez com Benitez! Luan desarmou o adversário, e a bola ficou com o argentino, que acertou um lindo chute de longe! Golaço! 2 a 0! Também foi o primeiro gol do jogador pelo clube.

E na reta final do confronto, aos 35 minutos, o time brasileiro fechou a grande vitória na capital peruana: Reinaldo arrancou pela esquerda e cruzou na medida para Eder, que tocou para marcar o terceiro tento são-paulino! 3 a 0 na estreia!

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana