conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

Eva Wilma, de 87 anos, segue internada na UTI e tem ‘evolução estável’

Publicado


source
Eva Wilma
Reprodução/Instagram

Eva Wilma


Eva Wilma, de 87 anos, segue internada na UTI do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, para tratar problemas cardíacos e renais. De acordo com o boletim médico, a atriz “tem uma evolução estável, em consciência e respirando espontaneamente”.

A paulista deu entrada na unidade hospitalar no último dia 15 e tem respondido bem aos tratamentos. Em uma das fotos divulgadas pela assessoria de imprensa, por exemplo, a artista a parecia ensaiando para gravar a voz do filme “As Aparecidas” . “Eva sempre lúcida”, dizia o texto.

Paulo Gustavo: Entenda os tratamentos feitos pelo ator na luta contra a Covid-19

“Esta foto é na UTI do Einstein, necessária por conta de intervenção não invasiva, para sua segurança e conforto. Ensaiando para gravar um ‘off’ para o filme ‘As Aparecidas’, cujas filmagens foram interrompidas por conta do momento. Foi gravado ali mesmo e depois finalizaremos em estúdio. Quem tem a arte na veia sabe que ‘o show tem que continuar’. O trabalho é vida. Como diria Gonzaguinha, ‘…um homem sem trabalho não tem honra, e sem a sua honra se morre, se mata’. Eva sempre lúcida. Sairá melhor. Está muito bem cuidada pelo seu cardiologista Cláudio Cirenza e pelo seu clínico. Agradecemos as orações, e que se estendam para todo nosso povo. Em breve estaremos juntos, com muito amor e fé”, dizia o texto publicado no Instagram da atriz.

Você viu?

O filme “As aparecidas” tem ainda no elenco Norma Blum, Neusa Borges, Karin Rodrigues e Miriam Mehler. Na história, a personagem de Eva, Otília, se junta às amigas de infância para uma peregrinação para a cidade de Aparecida, em São Paulo. Ivan Feijó, o diretor responsável pelo longa, elogiou a entrega da atriz, que estava trabalhando, mesmo internada .

Leia mais:  Paulo Gustavo vai ser homenageado pela São Clemente no Carnaval de 2022

“A extraordinária Eva Wilma. Muita saúde e vida plena. O cinema, o teatro e a televisão te reverenciam, magnífica dama”, escreveu Ivan ao compartilhar a foto.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Cantor Cassiano, que compôs “Primavera”, morre de Covid-19

Publicado


source
Cassiano, autor de
Reprodução

Cassiano, autor de “Primavera”


O cantor e compositor Cassiano, de 77 anos, morreu nesta sexta-feira (7) no Rio de Janeiro. Internado desde o fim do mês passado no Hospital Estadual Carlos Chagas, o artista foi vítima da Covid-19.

Segundo informações do hospital ao G1, o paciente Genival Cassiano dos Santos morreu às 16h30m.

Cassiano foi responsável por compor vários sucessos da música brasileira, como “Primavera” e “Eu amo você”, gravadas por Tim Maia. Suas músicas também já foram gravadas por vários outros artistas, como Marisa Monte, Djavan, Ivete Sangalo.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Leia mais:  Cantor Cassiano, que compôs "Primavera", morre de Covid-19
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Patrícia Pillar lamenta mortes no Jacarezinho: “A barbárie não pode se instalar”

Publicado


source
Patrícia Pillar
Reprodução Instagram

Patrícia Pillar


Patrícia Pillar recorreu às redes sociais para mostrar a sua indignação com a chacina causada por uma atividade da Polícia Civil que vitimou vinte e cinco pessoas no Complexo do Jacarezinho, nesta quinta-feira (6), e se solidarizar com “famílias que perderam alguém em nome dessa batalha sem sentido”. Para ela, foi a atuação mais letal da história do Rio de Janeiro.

Ao dar voz aos sentimentos e pensamentos, a estrela da Globo afirmou que, “assim como aconteceu após todas as outras operações, o tráfico não acabará, sequer terá alguma diminuição” e que “já são anos que essa guerra insana às drogas é usada para justificar o assassinato de pessoas pobres e, na maior parte, pretas pelas forças do Estado”.


Depois, lembrou que “nós não temos pena de morte! Não é a polícia, o governador ou o presidente que devem decidir quem vive ou morre. A barbárie não pode se instalar aqui”. Nos comentários, uma internauta fez coro à reflexão, justificando que “ninguém tem direito de tirar a vida de ninguém”. Já outro seguidor lamentou: “Já se instalou, Patrícia. O Brasil está ao deus-dará”.


Fonte: IG GENTE
Leia mais:  "Fiquei anos fora da vida dele", diz Caio Blat sobre reaproximação com o filho

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana