conecte-se conosco


MATO GROSSO

Especialista alerta para risco de contaminação da Covid-19 por pacientes assintomáticos

Publicado


Ao tossir, milhares de gotículas de saliva contendo o novo coronavírus são eliminadas. É nesse momento em que acontece a contaminação pelas vias respiratórias, por isso a lei do uso obrigatório das máscaras individuais ainda vigora em todo o estado, inclusive aqueles que já se encontram imunizados.

Para a médica pediatra e patologista Natasha Slhessarenko, credenciada ao Mato Grosso Saúde pela Clínica Vida, a proteção se faz importante devido às manifestações do novo coronavírus, o SARS-COV2, pelo amplo espectro de apresentação clínica, em que, mais de 85% dos casos são assintomáticos ou apresentam sintomas leves ou moderados. Cerca de 15% apresentaram evolução da doença para os quadros graves e críticos.

Ela ainda ressalta que, por não saber quem pode estar ou não infectado, pelos casos assintomáticos existirem (mais de 85%), o mais correto é manter os cuidados sanitários recomendados para evitar a propagação da doença a quem pode ter um agravamento dela.

É notado que, na ausência dos sintomas, muitas pessoas acabam retirando a proteção do rosto sob o pretexto de estar se sentindo bem e, muitas vezes, acabam transmitindo e espalhando o vírus, mas “muitos estudos científicos comprovaram que, mesmo os indivíduos estando assintomáticos, ou seja, que não apresentam sintomas, ou mesmo antes de surgirem os sintomas, na chamada fase pré-sintomática, eles têm o vírus ativo e podem transmiti-lo a outras pessoas”, explica.

Quando o paciente não apresenta tosse, a transmissão acaba sendo menor, mas não afasta com que essa pessoa seja um transmissor do novo coronavírus. “E, como não sabemos quem pode estar ou não infectado, o correto então é sempre realizar a higienização das mãos, manter o distanciamento de, no mínimo, 1,5 metro, evitar aglomerações, preferir ambientes ventilados e, usar corretamente a máscara como forma de proteção do nariz e boca, e para finalizar, sair de casa apenas quando houver necessidade”, complementa.

Leia mais:  Governo do Estado contempla 5 mil famílias do Nortão com auxílio financeiro

As medidas são importantes para barrar o avanço da doença. A especialista informa que nos casos mais graves, os pacientes necessitam da internação hospitalar, muitas vezes em unidades de terapia intensiva com suporte ventilatório e, não raro, precisando ser entubados. Em alguns casos há até o uso do ECMO, sigla em inglês para Oxigenação por Membrana Extracorpórea, dispositivo que oferece suporte cardíaco e respiratório, o ”pulmão artificial”.

Natasha lembra que o uso das máscaras protege quem usa, funcionando como uma barreira mecânica por dificultar entrada ou saída de partículas contaminadas. Entretanto, é importante destacar que a máscara deve ser de qualidade. Não devem ser usadas máscaras de crochê, tricô, máscaras muito fininhas ou máscaras de pano que não sejam de 3 camadas. 

Vale lembrar que o período de incubação do vírus pode variar de um a quatorze dias, mas na maioria dos casos, o período de incubação é de 5 dias.

“Por isso ainda é de extrema importância que todos usem a máscara corretamente, bem ajustada e tampando o nariz e boca, evitando assim que o vírus seja expelido ou inalado pelas vias respiratórias”, reforça.

Outras sequelas da Covid-19

A especialista informa que, além dos pulmões, também há casos de acometimento do sistema nervoso central ou periférico, sendo as manifestações mais frequentes a dor de cabeça, tontura, hiposmia ou anosmia (redução ou perda de olfato), hipogeusia ou ageusia (redução ou perda do paladar). 

Também já foram descritos casos com acometimento cardíaco, com destaque para arritmias e miocardite (inflamação do coração). Outros órgãos e sistemas que também podem ser acometidos pela COVID-19 e incluem a pele, os rins e alterações do sistema de coagulação sanguínea.

Leia mais:  Governo entrega 3,3 mil cartões do Ser Família Emergencial em Santo Antônio do Leverger e Poconé neste sábado (08)

“Todas estas medidas, aliadas à vacina, são fundamentais para a manutenção da vida”, finaliza a médica.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Regional de Alta Floresta multa e embarga áreas de desmatamento ilegal, garimpos e posto de gasolina em Apiacás e região

Publicado


A Unidade Desconcentrada da Secretaria de Meio Ambiente de Alta Floresta realizou uma operação que resultou na autuação e embargo de áreas de desmatamento ilegal, garimpo e um posto de gasolina. A fiscalização começou na segunda-feira (03.05) e terminou nesta sexta (07.05) nos municípios de Apiacás, Paranaíta e Nova Canaã.

A autuação de desmate ilegal foi no valor de R$ 6,1 milhões e um total de 1,2 mil hectares de área embargada. A operação ocorreu em parceria com a Polícia Civil de Alta Floresta, Apiacás e Monte Verde e resultou na prisão de quatro pessoas.

A equipe formada por servidores da Sema e policiais civis também autuaram e embargaram três garimpos e um posto de gasolina que estavam atuando de forma ilegal, sem licença de operação, em Apiacás.

Dois dos garimpos foram multados em R$ 200 mil cada e o terceiro em R$ 500 mil, 9 motores a diesel foram apreendidos e 2 pessoas foram presas em flagrante durante a operação. A multa no posto de gasolina foi de R$150 mil.

O diretor da Regional de Alta Floresta, Vinicius Rezek, destacou que as ações da Regional estão voltadas para a tentativa de frear o desmatamento, realizando operações de fiscalização e de combate à crimes ambientais na região.

“As ações com apoio policial são muito importantes pois conseguimos atingir os objetivos de forma mais célere, identificando os infratores e levando em flagrante para a delegacia.  Estamos em constante monitoramento pela Plataforma Planet para coibir estes crimes ambientais”, afirmou Vinicius.  

Tolerância Zero

O combate ao desmatamento ilegal faz parte da política pública do Governo do Estado de Mato Grosso de tolerância zero para crimes ambientais.  A meta é que por meio da fiscalização em campo e da Plataforma de Monitoramento da Cobertura Vegetal que utiliza Imagens de Satélite Planet a pasta possa agir de forma preventiva, minimizando os danos e aumentando a celeridade na resposta.

Leia mais:  Educadora financeira orienta servidores sobre os cuidados com o orçamento doméstico em tempos de pandemia

A fiscalização que resultou no embargo e autuação de áreas de desmate ilegal de Apiacás e região foram resultados do monitoramento e alertas emitidos pela Plataforma de Satélite Planet. Já as ações nos garimpos foram motivadas por monitoramento das imagens e denúncias.

Denúncia

O cidadão pode denunciar crimes ambientais à Ouvidoria Setorial da Sema: 0800-65-3838 ou via WhatsApp no (65) 99281- 4144, nas unidades regionais da Sema ou aplicativo MT Cidadão.

Regional de Alta Floresta

A Regional de Alta Floresta embargou 2,3 mil hectares e aplicou multas no valor de R$14,6 milhões entre janeiro e março deste ano durante operações de fiscalização na região. Também foram realizados 49 autos de infração, 41 termos de embargo, 12 termos de apreensão e 58 notificações nos três primeiros meses do ano.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo entrega 3,3 mil cartões do Ser Família Emergencial em Santo Antônio do Leverger e Poconé neste sábado (08)

Publicado


O Governo de Mato Grosso entrega neste sábado (08.05) os cartões do Ser Família Emergencial para moradores de Santo Antônio do Leverger e Poconé. No total, 3.341 pessoas receberão o benefício nos dois municípios.

A secretária de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, fará as entregas acompanhada dos prefeitos e de deputados estaduais, entre outras autoridades.

Em Santo Antônio do Leverger, serão entregues 860 cartões e a solenidade será na Secretaria de Assistência Social do município, às 8h30.

Já em Poconé, o evento está previsto para as 11h30, no Ginásio Guido Silva. No município, 2.481 famílias serão beneficiadas com o auxílio financeiro emergencial.

Serviço

Entrega dos cartões do auxílio Ser Família Emergencial em Santo Antônio do Leverger e Poconé

Data: sábado (08.05)

Horários:

8h30 – Santo Antônio do Leverger, na Secretaria Municipal de Assistência Social, Avenida dos Tarumeiros, em frente ao restaurante Largo do Tarumeiro.

11h30 – Poconé, no Ginásio Guido Silva, atrás do Fórum.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Motoristas de aplicativo podem comprovar cadastro com "print", mas devem ter veículo registrado em seu nome
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana