conecte-se conosco


MATO GROSSO

Escola comemora resultados de aprendizagem com o uso de ferramentas digitais

Publicado


Para oferecer um ensino de qualidade em tempos de pandemia, profissionais da Escola Estadual 12 de Abril, em Terra Nova do Norte (650 km da Capital), aprimoram as metodologias ativas no processo de ensino aprendizagem com o uso das ferramentas tecnológicas para produção de trabalhos.  

Segundo a professora Ângela Gargioni, um dos maiores desafios é estabelecer comunicação mediada pela tecnologia. O ensino remoto tem sido desafiador, mas os professores da unidade escolar realizaram no 4° bimestre do ano letivo continuum curricular 2020/2021 experiências de física, química e geografia. São atividades com músicas, entre outros, visando a melhoria da aprendizagem dos estudantes.

Os recursos educacionais digitais, como o Google Meet, possibilitaram que os alunos compartilhassem os trabalhos experimentais, promovendo uma interação dinâmica de grupo. 

A professora de Química, Raquel Gomes, propôs aos alunos do Ensino Médio um trabalho para ser elaborado por meio de acervos online. Para isso, os alunos usariam o Google Meet para as apresentações. Os resultados dos trabalhos surpreenderam positivamente a professora.

“Mesmo alguns alunos tendo certas dificuldades devido à deficiência de equipamentos digitais para realização da pesquisa, eles se sobressaíram muito bem, pois todos apresentaram seus trabalhos como se estivessem em uma sala de aula no modo presencial”, assinala Raquel. 

A professora explica que durante as apresentações surgiram inseguranças, típico de uma aula presencial, mas nada que não pudesse ser superado. Raquel ressalta que a ensino remoto tem ganhado a confiança dos pais e principalmente dos alunos, que estão dando mais credibilidade a este novo meio de aprendizado.

Outra experiência exitosa é realizada pela professora de geografia Gilma Santos que direcionou seus alunos do 2º ano do Ensino Médio para um desafio de apresentar algumas músicas regionais. São canções relacionadas com conteúdo sobre a regionalização do Brasil, trabalhados durante o bimestre.

Leia mais:  Terça-feira (11): Mato Grosso registra 376.305 casos e 10.249 óbitos por Covid-19

Com os alunos do 3º ano, Gilma os instigou a fazer uso do PowerPoint e Google Meet por meio de pesquisas, elaboração e apresentações de trabalhos relacionados aos conteúdos de geopolítica no Brasil e no Mundo. 

“Todos amaram. Foi maravilhoso, pois se sentiram motivados a procurar o conteúdo para os trabalhos. Isso foi muito bacana para amenizar um pouco a tensão da aula”, comemora

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Uma pessoa é presa em flagrante com arma de fogo na Operação Ares, na região de Chapada dos Guimarães

Publicado


A Polícia Civil em Chapada dos Guimarães realizou nesta terça-feira (11.05) mais uma etapa da Operação Ares para cumprimento de mandados de busca e apreensão em investigações que apuram diversos crimes ocorridos na região, entre eles, uma tentativa de homicídio.

Armas foram apreendidas e uma pessoa foi presa em flagrante em Nova Brasilândia por posse irregular de arma de fogo de uso permitido. O cumprimento das ordens judiciais contou com apoio da Gerência de Operações Especiais, da Diretoria de Atividades Especiais da Polícia Civil.

A primeira fase da operação foi realizada no final de abril, quando foram cumpridos mandados de busca em Cuiabá e Chapada dos Guimarães.

De acordo com o delegado de Chapada dos Guimarães, Alexandre Nazareth, a operação buscou a apreensão de armas de fogo relacionadas em diversos crimes investigados pela Delegacia de Chapada dos Guimarães.

Os alvos da fase realizada nesta terça-feira estão relacionados à investigação de uma tentativa de homicídio ocorrida em Nova Brasilândia. A vítima sofreu seis disparos de arma de fogo e está hospitalizada, com os projeteis ainda alojados no corpo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de MT já distribuiu 98,1% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo de MT já distribuiu 98,1% das doses recebidas; veja quanto cada município aplicou

Publicado


O Governo de Mato Grosso recebeu, até esta terça-feira (11.05), 1.033.630 doses das vacinas contra Covid-19 do Ministério da Saúde e já disponibilizou 1.014.604 aos 141 municípios do Estado, ou seja, 98,1% do total recebido.

A disponibilização das doses é resultado da soma da primeira e segunda doses (957.298), acrescida das doses destinadas às populações indígenas aldeadas (54.120) e dos arredondamentos técnicos (3.186) necessários para o ajuste volumétrico dos frascos disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

É importante enfatizar que as 17.550 doses de vacina da Pfizer, recebidas nesta madrugada, estão sendo pactuadas pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e serão disponibilizadas assim que definida a destinação dos imunizantes.

Das 957.298 doses disponibilizadas aos municípios, as prefeituras aplicaram 689.559 (71%), sendo 469.471 como primeira dose e 220.088 como segunda dose. O percentual se manteve igual ao da semana passada; já na semana retrasada, a taxa era de 77%.

Os 10 municípios que mais aplicaram vacinas, considerando o percentual de doses aplicadas em relação às doses recebidas, foram: Porto Esperidião (98%), Santa Terezinha (95%), Vila Rica (94%), Santo Afonso (93%), Ribeirãozinho (92%), Nova Monte Verde (89%), Juína (87%), Campo Novo do Parecis (86%), Vale de São Domingos (85%) e Planalto da Serra (84%).

Confira o ranking completo de aplicação das vacinas no Boletim Informativo n° 429 ou no Painel de Distribuição de Vacinas Covid-19.

Considerando as vacinas destinadas à população indígena, alguns municípios podem contabilizar as doses aplicadas em aldeias pertencentes a territórios vizinhos e ultrapassar o limite de 100% da aplicação.

A Vigilância Estadual alertou que a utilização de unidades de segunda dose como primeira dose pode comprometer o esquema vacinal da população do município, considerando o fornecimento e as orientações feitas pelo Ministério da Saúde.

Leia mais:  Uma pessoa é presa em flagrante com arma de fogo na Operação Ares, na região de Chapada dos Guimarães

Sobre a distribuição

Na força-tarefa da vacinação, cabe ao Governo do Estado fazer a logística de distribuição, que é definida pela Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT), composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

A escolta dos materiais até os 14 polos de distribuição é feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), além das Polícias Federal e Rodoviária Federal e do Ministério da Defesa. O Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) também disponibiliza sua frota aérea para dar celeridade à distribuição.

É importante ressaltar que o Governo Federal define o total de doses que cada estado recebe. Essa definição ocorre de acordo com a quantidade de pessoas que pertencem aos grupos prioritários e não pela quantidade absoluta da população.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana