conecte-se conosco


MATO GROSSO

Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos ganha nova sede e reduz passivo de veículos apreendidos

Publicado


Um ambiente organizado, ampliado e com mais estrutura para atuar no combate aos crimes de roubos e furtos de veículos na região metropolitana de Cuiabá. O novo espaço da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (DERVA), em Cuiabá, foi inaugurado nesta sexta-feira (30.04), e é motivo de comemoração para toda a equipe da unidade policial e da Diretoria da Polícia Civil e Governo do Estado, que entrega mais uma obra onde a população e servidores tem melhor estrutura de atendimento e trabalho. 

A inauguração foi realizada pelo governador Mauro Mendes, o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, o presidente da Assembleia Legislativa, Max Russi e a diretoria da Polícia Civil, junto com servidores da unidade policial. 

O delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, destacou o trabalho desempenhado em parceria do Departamento de Trânsito de Mato Grosso para que a obra chegasse à finalização e servidores pudessem ter um ambiente digno de trabalho. “Temos muito a agradecer ao empenho de diversas pessoas que colocaram seu trabalho e dedicação para que essa obra seguisse em frente e chegasse a esse estágio de hoje. A unidade foi triplicada em sua estrutura e o reflexo de tudo isso estará na prestação de serviços à população”, frisou o gestor. 

As obras do prédio da unidade policial contaram com apoio do Detran, que está promovendo também a reforma e adequação do complexo do órgão, localizado no Centro Político e Administrativo, na Capital. Foi investido apenas no prédio da DERFVA o valor de R$ 1,6 milhão. 

Pátio Limpo

O delegado titular, Gustavo Garcia Francisco, comemora o novo espaço da delegacia e frisa que a obra, além do pátio limpo e organizado, é um fator motivacional para toda a equipe. Gustavo lembra ainda que a decisão de fazer a obra foi tomada em um período bastante difícil, no primeiro ciclo da pandemia do coronavírus, onde havia incertezas se aquele seria o momento para tocar a obra. “E nós tivemos o apoio importante do Gustavo, presidente do Detran, que falou com o Governo do Estado e deu sua palavra de que a obra sairia. E hoje estamos aqui, de casa nova, organizada”, comemora o titular da DERFVA, que agradeceu o empenho do Detran e de todos os parceiros que colaboram com a delegacia, como a Associação dos Produtores de Soja e o Sindimat. 

Leia mais:  CALM lança documentário e livro de poesia em homenagem à Marília Beatriz

Por décadas, o pátio da delegacia permaneceu com centenas de veículos apreendidos sem a destinação correta. A partir da Operação Pátio Limpo, iniciada em 2019, o saldo de duas décadas, que era de 3 mil veículos abarrotando o pário, caiu para 200 unidades. A operação é realizada desde 2019 e de lá pra cá, mais de mil veículos, entre peças, materiais ferrosos e carcaças, foram prensados e destinados à reciclagem. 

Para encaminhamento à reciclagem, a equipe da DERFVA avaliou os veículos que não tinham mais relevância processual, além daqueles com grandes débitos administrativos a serem regularizados e que diante da situação atual do bem não possuem valor econômico.

“O pátio é simbólico para a nossa delegacia. Representa muito para nós e também para o cidadão, que saberá que o bem apreendido será devolvido da forma como chegou aqui. Esse trabalho reforça o valor institucional da Polícia Civil, de acordo com o planejamento estratégico da instituição, que adotou o modelo praticado aqui e está sendo levado para outras delegacias”, explicou o delegado. 

A nova estrutura da DERFVA atendeu uma necessidade antiga dos servidores, garantindo um ambiente amplo e que atenda à demanda de atendimento da delegacia. “É um dia especial para os servidores que atuam, que agora tem um ambiente para desenvolver com dignidade nossos trabalhos. Durante a obra, a delegacia não parou seu atendimento, mesmo com as equipes trabalhando em contêineres. Agora o desafio para nós é muito maior, com mais resultados e eficiência, e tenho certeza de que a equipe está mais motivada e ciente das responsabilidades no combate à violência na região metropolitana”, finalizou o delegado Gustavo. 

Mais MT 

O presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado João Batista, parabenizou a obra e lembrou da importância de um ambiente saudável para o trabalho e autoestima dos servidores. 

Leia mais:  Casal é pego com R$ 63 mil em dinheiro sem procedência e são conduzido à Delegacia

O secretário de Segurança Pública lembrou dos esforços da secretaria para organizar os pagamentos aos fornecedores da área e dos investimentos que estão sendo possíveis realizar. “A partir de agora a sociedade vai colher cada vez mais um serviço público de qualidade. Mais uma vez o tempo e a sociedade são testemunhas de que a competência e a seriedade na gestão quando andam juntas, são capazes de transformar uma sociedade”, afirmou Alexandre Bustamante. 

O governador Mauro Mendes pontuou a organização das finanças estaduais, o que possibilitou com que o Estado pudesse incrementar os investimentos na segurança pública, dentro do programa Mais MT. Desta forma, o Governo pode ampliar o número de viaturas, adquirir armamento para as forças e investir nas estruturas das unidades policiais. “Não tem mágica, tem trabalho sério. Tem um Estado que paga seus fornecedores em dia. O fornecedor sabe que entrará em uma licitação do Estado e receberá em dia. Tudo isso é trabalho sério e todo esse trabalho significa economia aos cofres públicos. Ganha o servidor, ganha o cidadão, ganha o Estado”, pontuou o governador. 

Mendes também falou da aquisição para este ano mais 3 mil pistolas. “Queremos 100% de todo efetivo da Polícia Civil e da Militar equipada com esse armamento. Sabemos que nossos policiais têm uma rotina estressante, cansativa, e merecem trabalhar com o que tem de melhor, pois são profissionais de qualidade e todos vão continuar prestando o melhor serviço de qualidade ao estado de Mato Grosso”, destacou Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Agricultores de Diamantino articulam entrega de mais de 12 toneladas de alimentos para famílias e entidades carentes

Publicado


Agricultores familiares cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra com Doação Simultânea, no município de Diamantino (208 km a Médio-Norte de Cuiabá), estão se organizando para  entregar mais de 12 toneladas de alimentos para famílias e entidades em situação de vulnerabilidade. Estão sendo entregues em média 80 kits por semana, contendo até 35 alimentos diferentes, e a previsão é de comercializar R$ 50.731,11 por ano.

A engenheira agrônoma da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Josivanny Santos Cocco, fala que os produtores receberam orientações quanto as documentações necessárias, e para aqueles que estavam aptos, a equipe realizou o cadastro e elaborou o projeto de venda. “O programa, além de estimular a produção de alimentos para comercialização, melhora a alimentação das famílias rurais, e cada produtor poderá comercializar até R$ 6,5 mil por ano”, explica Josivanny.

O Governo do Estado, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) e a Empaer, em parceria com as Prefeituras Municipais, são responsáveis pela execução dessa etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os recursos fazem parte do pacote de ações determinado pelo Governo Federal para minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19 na agricultura familiar.

Foram distribuídas  560  cestas básicas em forma de doação às famílias e entidades

A Extensionista Social da Empaer, Amélia Pudlo, ressalta que o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) possui uma seleção das famílias cadastradas no CadÚnico do município e que encontram em situação de vulnerabilidade alimentar, sendo assim, é uma entidade que recebe os produtos dos agricultores familiares. São 35 alimentos diferentes que as famílias selecionadas poderão receber por até 12 meses, proporcionando uma alimentação mais saudável neste momento de pandemia.

Leia mais:  MT Hemocentro promove campanhas de doação de sangue no mês de maio

Foram distribuídas  560  cestas básicas em forma de doação às famílias e entidades. Os produtos contidos na cesta são oriundos da agricultura familiar, tais como abóbora, mandioca, alface (americana e crespa), cheiro verde, quiabo, vagem, banana, limão, mamão e outros. O Programa tem o objetivo de fortalecer a agricultura familiar, com o aquecimento na venda dos produtos, e garantir o enfrentamento de situações de insegurança alimentar e nutricional com o atendimento sem fins lucrativos.

No município estão participando oito agricultores que receberam o cartão do Ministério da Cidadania para participar do programa. Estão participando das entregas produtores das comunidades rurais Córrego Grande, Sumidouro, Buriti e Caju. E também os assentamentos rurais Diocese, Caeté e Bojuí.

Cesta básica contendo até 35 alimentos diferentes

O Programa conta ainda com a execução da Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente para o acompanhamento e prestação de contas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Ouvidoria do Sistema Penitenciário responde a 80% das solicitações

Publicado


De janeiro a dezembro de 2020, a Ouvidoria do Sistema Penitenciário atendeu a 80% das demandas recebidas. Apenas 20% ultrapassaram o prazo por se tratar de solicitações que necessitam de mais tempo de análise, mas também foram atendidas. Houve um decréscimo de 7,2% nas demandas recebidas, comparada ao mesmo período do ano de 2019, e um aumento de 25,8% em relação a 2018. 

As mensagens podem ser enviadas como denúncia, reclamação, solicitação, sugestão, elogio e informação. Veja mais no link

A Ouvidoria é o canal de comunicação e informação entre o cidadão e a instituição. No ano de 2020 a Ouvidoria registrou 229 pedidos de acesso à informação, desses, somente 218 foram considerados mensagens válidas, pois tratavam de solicitações completas. As outras 11 solicitações apresentavam falta de requisito mínimo por parte do cidadão.

Dessa forma, dos 218 pedidos de informações recebidas, 56% são denúncias, 18% solicitações, 13% informações, 10% reclamações e 1% elogio. Sugestões não foram registradas. 

Conforme a ouvidora do Sistema Penitenciário, Aline Vilar Barbosa, o ano de 2020 foi fechado com um balanço positivo, conseguindo atender as demandas solicitadas pela população. “Mesmo com a pandemia e os atendimentos suspensos, conseguimos atender e dar resposta para o cidadão pelos demais canais, como e-mail, telefone e o Fale Cidadão. Foi satisfatório”. 

Entre as principais demandas recebidas do Sistema Penitenciário estão às solicitações de informações, dados do sistema prisional e população carcerária. 

A Ouvidoria Especializada do Sistema Penitenciário é vinculada operacionalmente à Controladoria Geral do Estado (CGE) e compreende administrativamente a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Serviço ao cidadão

O cidadão pode entrar em contato com a Ouvidoria por meio do Fale Cidadão, disponível no site oficial do Governo do Estado de Mato Grosso https://ouvidoria.controladoria.mt.gov.br/falecidadao/.

Leia mais:  Agricultores de Diamantino articulam entrega de mais de 12 toneladas de alimentos para famílias e entidades carentes

Outra alternativa, é pelo e-mail [email protected] Ou ainda pelo telefone: 3315-1508 ou 3315-1558.

(Com supervisão de Débora Siqueira) 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana