conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Carreata e novena marcam o início da festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira da cidade

Publicado


A procissão penitencial da tradicional festa de Nossa Senhora da Guia deu lugar à carreata, reunindo centenas de devotos na madrugada deste domingo, que conduziram seus veículos pelas ruas do município para celebrar a devoção e a fé na padroeira de Várzea Grande.  O trajeto, com saída do Centro de Evangelização Padre Aldacir Carniel (CEPAC), percorreu ruas centrais e fez parada de oração diante de locais, como a igreja da Guia, UPA do Ipase, igreja de Nossa Senhora da Salete, e Hospital e Pronto-Socorro de Várzea Grande.

Para o prefeito Kalil Baracat, que acompanhou a carreata com a primeira-dama, Kika Dorilêo Baracat, a parada diante do Pronto-Socorro reafirma a solidariedade dos devotos e a fé em clamar junto a Deus pela saúde dos enfermos. “Perdemos amigos, familiares para a pandemia, mas a fé nos fortalece e vamos juntos unir forças contra a Covid-19”, pontuou o prefeito, destacando a tradição da celebração de Nossa Senhora da Guia, que abre oficialmente as festividades dos 154 anos de fundação da segunda maior cidade de Mato Grosso.

Na sexta, começou a novena na igreja matriz Nossa Senhora do Carmo, seguida de missa e coroação de Maria. Na ocasião, a primeira-dama Kika foi convidada para acender a primeira vela da novena integrando a liturgia do ato da cerimônia religiosa, que segue durante a semana, até culminar no sábado, dia 01, quando ocorre o último dia de novena, antecedendo a missa solene de domingo, dia 2. A primeira-dama comenta que a festa da Guia demonstra o respeito pela cultura e pela devoção à padroeira da cidade, acolhendo as famílias. “A programação, repleta de oração, propicia importantes momentos de fé e conexão com Deus, renovando nossas esperanças, especialmente nestes tempos tão desafiadores para todos nós”, acrescenta ela.

Leia mais:  Várzea Grande entrega Casa de Acolhimento para Meninas em situação de risco

A moradora do bairro 7 de maio, Carmem Brito, 48, não se lembra quando exatamente começou a participar da Festa de Nossa Senhora da Guia, contudo, diz que desde suas primeiras memórias de infância, lá estava ela diante da santa, padroeira da cidade. “O respeito por Nossa Senhora da Guia faz parte da minha família, meus pais e meus filhos são devotos, uma tradição que passa de geração em geração”, afirma ela. Assim como Carmem, milhares de devotos na cidade de Várzea Grande rendem suas homenagens.

Segundo o sacerdote Tarcísio Camilo de Santana, com a pandemia da Covid-19, os tradicionais festejos da Guia foram reformulados quanto ao seu formato. “Tivemos de nos adequar às medidas de biossegurança, evitando assim aglomeração. Para esta edição, as missas, na igreja matriz Nossa Senhora do Carmo, têm seu público limitado, respeitando a indicação de ocupação da capacidade do espaço físico, bem como distanciamento social por meio da acomodação das cadeiras. As missas também estão sendo exibidas nas redes sociais da Igreja e pelo telão afixado no estacionamento da matriz, que transmite a celebração para quem opte por assistir no carro”.

A festa de Nossa Senhora da Guia é a segunda maior festa católica de Mato Grosso, uma das maiores manifestações religiosas do município de Várzea Grande e conta com apoio da Prefeitura Municipal. O rei da festa, o empresário Paulo Munheiro, explica que no domingo, dia 2, será realizada a missa solene. No almoço, a comunidade poderá adquirir o churrasco, servido em sistema de drive-thru, ou seja, apenas a retirada no Cepac. Na sequência, ao fim de tarde, sorteio de prêmios e Missa, também com limitação de público, exibição em redes sociais, seguindo as normas dos órgãos de saúde.

Leia mais:  Educação retoma oficinas do Programa ETA na próxima semana

Ele explica que Nossa Senhora da Guia começou a ser celebrada na primeira década de sua fundação e, com o passar do tempo, conquistou milhares de devotos. Emocionado, Paulo acrescenta que além do aspecto religioso, de manifestações de milagres narrados pela comunidade, a festa angaria recursos financeiros para subsidiar diversas ações que respaldam o trabalho de movimentos sociais da igreja. “É uma festa que une a comunidade, exercita o amor cristão, o sentimento de comunhão. Precisamos nos unir e nos fortalecer na fé em Deus”, finalizou.

Programação

 Até 01/05/2021: Novena, às 18h30, na igreja Nossa Senhora do Carmo;

Dia 02/05/2021: Churrasco – sistema drive-thru – 12h

18h30: Missa solene

20h: Sorteio da Ação Solidária

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande entrega Casa de Acolhimento para Meninas em situação de risco

Publicado


Um ambiente com espaço adequado e aconchegante para acomodar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social, bem como aquelas que tiveram quebra de vínculos afetivos por agressões e abusos. A nova Casa de Acolhimento para Meninas foi entregue pelo prefeito Kalil Baracat e pela primeira-dama, a Promotora de Justiça Kika Dorilêo Baracat, em solenidade que seguiu todas as normas de biossegurança. O local cumpre determinação do Poder Judiciário e recomendação do Ministério Público, que exige que o município dê amparo aos menores que sofreram ou sofrem negligência.

“Esta Casa foi idealizada para abrigar, especificamente, o público feminino e será gerenciada por uma equipe multifuncional da Secretaria de Assistência Social, que dará afeto, suporte psicológico e educacional, além de amparo às crianças e adolescentes vítimas de violência”, destacou o prefeito Kalil Baracat, afirmando que essa também é uma preocupação constante da primeira-dama, que possui um olhar atento e especial às causas sociais.

O prefeito acrescenta que a inauguração da Casa de Acolhimento para Meninas é a materialização de um projeto edificado pela primeira-dama Kika, e faz parte do plano de governo que visa fortalecer ainda mais a Rede de Proteção para os mais vulneráveis.

Kalil lembrou que Várzea Grande tem uma Casa de Acolhimento, mas atendia tanto meninas quanto meninos, o que acaba gerando preocupações extras e redobradas e que a partir de agora eles estarão em locais separados.

O evento, integrante da programação alusiva ao aniversário de 154 Anos de Fundação de Várzea Grande, contou com a presença de várias autoridades, dentre eles, do vice-prefeito José Hazama; da Delegada da Mulher, Criança e Idoso, Muriel Antonine; da Defensora Pública, Cleide Nascimento; do representante da Promotoria de Justiça Cível do Fórum de Várzea Grande, Douglas Lingiardi Strachicini; do presidente do Conselho de Saúde, Marcos Castro; da diretora da Liga de Reestruturação das Irmãs Ofendidas Em Seu Sentimento – LIRIOS, Marília Nunes e secretários municipais.

Leia mais:  Kalil Baracat entregará R$ 15 milhões em obras e anuncia novo Pronto Socorro para Várzea Grande

A primeira-dama, Kika Dorilêo Baracat, apontou a importância de a Casa ter sido configurada com elementos que remetem ao afeto, ao aconchego e à proteção, itens que a pessoa agredida dá mais valor. “Aqui é um lugar que recebe com carinho as meninas com experiências tristes, com traumas e elas precisam se sentir seguras, cuidadas para que se fortaleçam e percebam que é possível recomeçar, que existem possibilidades de uma nova história”, pontuou ela.

A delegada da Mulher, Criança e Idoso do município de Várzea Grande, Muriel Antonine, elogiou a nova Casa de Acolhimento para Meninas e, sobretudo, essa nova gestão que desde o começo está aberta ao diálogo, discutindo melhorias para esses segmentos e disposta em colocar em prática políticas públicas voltadas para setor social. “Esses jovens afastados de seus lares, judicialmente, necessitam de cuidados e aqui estarão amparados. É preciso oferecer uma casa de acolhimento exclusiva para meninas e, em pouco tempo, a atual gestão atendeu a um anseio do Judiciário e do Conselho Tutelar”, destacou.

Como explica a secretária de Assistência Social, Eliamara Araújo, a Casa de Acolhimento funciona como um lar temporário, onde as crianças e adolescente de seis anos a 17 anos e 11 meses ficam sob a guarda de cuidadores, onde terão assistência médica, jurídica e psicológica para que possam ter condições de retornarem a seus lares ou até que tenham condições de serem introduzidas ao mercado de trabalho. “A Casa foi criada com muito carinho e dispõe de biblioteca, espaço de estudos e lazer. As meninas irão cumprir suas atividades escolares normalmente, além de atividade extracurricular”.

Por sua vez, a gerente da Casa de Acolhimento, Ceila Cristina Góes, disse que todas as meninas que chegam ao lar são encaminhadas pelo Conselho Tutelar, depois de constatada violência, ficando a partir daí sob cuidado do município.  “Aqui essas crianças e adolescentes terão seus direitos respeitados. Temos uma equipe capacitada para bem atendê-las e com auxílio 24 horas por dia”, afirma a gerente, informando ainda que o lar tem suporte para acolher até 10 meninas, com apoio e calor humano, respeitando o direito à saúde, alimentação, educação e lazer. 

Leia mais:  Educação retoma oficinas do Programa ETA na próxima semana

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Entrega do Centro de Atendimento ao Turista (CAT) tem nova data

Publicado


A entrega do Centro de Atendimento ao Turista – CAT, instalado no aeroporto Marechal Rondon,  foi adiada para o dia 28 de maio, sexta-feira, às 17h,  encerrando as comemorações do mês de maio, alusivas aos 154 anos de fundação de Várzea Grande. A nova data foi motivada a partir dos preparativos finais da obra, inicialmente prevista para ser entregue nesta quinta-feira, dia 13. No entanto, os serviços de ajustes finais se prolongaram e para garantir a entrega de uma obra finalizada de qualidade e com acabamento à altura de sua importância, uma nova data foi marcada. 

O secretário de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, Ricardo Azevedo Araújo, pontua que o turismo tem importante papel no desenvolvimento socioeconômico da cidade, estimulando uma vasta cadeia produtiva formada por 52 segmentos da indústria, comércio de bens e serviços. “Ao chegar em Mato Grosso, o turista deve ser bem recebido tão logo desembarque no principal terminal aeroviário de Mato Grosso. E para conhecer os atrativos de Várzea Grande é preciso que ele tenha essas informações de maneira clara e atrativa”, comentou ele.

Para o prefeito Kalil Baracat, o município tem característica hospitaleira, com gastronomia saborosa e faz parte do circuito das belezas do Estado, que abarcam o Pantanal, cachoeiras, rios e trilhas.  “Temos a Casa de Artes, que reúne o artesanato da nossa cidade, com as redes da comunidade de Limpo Grande, que são famosas no mundo pela autenticidade. É preciso divulgar nossas riquezas turísticas, culturais, de oportunidades de negócios e o CAT vai reforçar este objetivo”, destaca o prefeito, acrescentando que o fortalecimento da “Rota do Peixe”, roteiro gastronômico que passa pelos Distritos da Passagem da Conceição, Limpo Grande, Bonsucesso, Souza Lima e Pai André, está entre os projetos do setor. Em 2019, Várzea Grande foi inserida no Mapa do Turismo, do Ministério do Turismo, quando o prefeito atuava como o então secretário de Desenvolvimento Econômico da gestão Lucimar Campos.

Leia mais:  Missa solene celebra 154 anos de Fundação de Várzea Grande e Dia das Mães

A pandemia também impactou nos destinos turísticos, os viajantes que já estão embarcando, em sua maioria, estão realizando viagens para destinos nacionais e preferindo destinos mais próximos. “Especialistas apontam que cidades do interior e parques nacionais estão sendo cotados como os destinos que serão mais procurados pós-pandemia. São atrativos com locais abertos, menos aglomeração e maior proximidade com a natureza, ou seja, nossa cidade possui forte potencial para alavancar o seu turismo”, finaliza o secretário.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana