conecte-se conosco


MATO GROSSO

Auditores buscam aumentar a produtividade no home office

Publicado


Antes da pandemia da Covid-19, a modalidade de teletrabalho era vista com desconfiança devido às preocupações em relação à produtividade, entre outros fatores. Com o tempo, estudos comprovaram que é possível o crescimento da produtividade de forma criativa e eficiente. Nesse cenário, a questão é: como transpor desafios importantes que devemos superar para continuarmos produtivos? Pensando nisso, auditores da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) participaram da webinar “Aumentando a Produtividade no Home Office”, com o consultor Marcelo Masini.

O objetivo da webconferência foi apresentar aos participantes um processo que eleve a habilidade de alcançar grandes prioridades em meio a uma avalanche de distrações. Na webconferência, Marcelo Masini apresentou metodologia que se baseia em fazer as cinco escolhas para atingir uma produtividade extraordinária.

Pautadas em planejamento e gestão de tempo, as escolhas são: separar as atividades vitalmente importantes e prioritárias das distrações; redefinir seus papeis em termos de resultados extraordinários para alcançar metas de alta prioridade; aplicar uma cadência de planejamento e execução que produz resultados para retomar o controle de sua vida profissional e pessoal; usar a tecnologia a seu favor e se livrar de distrações configurando plataformas para aumentar sua produtividade; e aplicar as últimas descobertas da neurociência para renovar continuamente sua energia mental e física.

É importante ressaltar que, após um ano de pandemia, para muitos profissionais trabalhar remotamente, apesar de ser um sonho para a maioria, também trouxe para muitos trabalhadores dificuldades, dispersões e abstrações. Isso exige, conforme o palestrante, que a equipe se aprimore para gerenciar melhor as decisões, a atenção, a energia e a fazer escolhas que trarão o máximo retorno para o tempo investido.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Funac busca fazer cumprir lei e garantir trabalho a egressos do Sistema Penitenciário
publicidade

MATO GROSSO

Governo de MT vai enviar projeto de lei para reduzir descontos de aposentados e pensionistas

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai enviar projeto de lei que visa reduzir os valores descontados dos servidores aposentados e pensionistas que ganham até R$ 9 mil. A proposta ainda deverá passar pelo Conselho da Previdência antes de ser encaminhada à Casa de Leis.

A definição do projeto foi feita após reunião com a Comissão de Previdência da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (17.05), representada pelos deputados estaduais Eduardo Botelho, Carlos Avalone, Allan Kardec e Wilson Santos. Também participaram os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Elliton Oliveira (MT Prev) e a primeira-dama Virginia Mendes.

“Fechamos um acordo com a Assembleia e vamos acrescentar um rebate de R$ 3,3 mil para quem ganha até R$ 9 mil, a partir da aprovação dessa lei. Existe um trâmite para que isso aconteça, teremos que submeter ao Conselho da Previdência e depois enviar à Assembleia Legislativa para adicionar esse rebate na base de cálculo”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o governador, se aprovado o projeto, os servidores inativos que ganham até R$ 9 mil não terão mais o desconto de 14% aplicado sobre o valor total do rendimento, mas somente sobre os valores acima de R$ 3,3 mil.

Ou seja, o servidor aposentado ou pensionista que ganha R$ 9 mil, por exemplo, terá os 14% descontados apenas sobre R$ 5,7 mil, recebendo isenção nos R$ 3,3 mil restantes. Os aposentados que ganham abaixo de R$ 3 mil continuam totalmente isentos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governador anuncia construção de nova Estação de Tratamento de Água em VG: "trará a solução definitiva para o problema da falta de água"
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo de MT vai enviar projeto de lei que vai reduzir descontos de aposentados e pensionistas

Publicado


O Governo de Mato Grosso vai enviar projeto de lei que visa reduzir os valores descontados dos servidores aposentados e pensionistas que ganham até R$ 9 mil. A proposta ainda deverá passar pelo Conselho da Previdência antes de ser encaminhada à Casa de Leis.

A definição do projeto foi feita após reunião com a Comissão de Previdência da Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (17.05), representada pelos deputados estaduais Eduardo Botelho, Carlos Avalone, Allan Kardec e Wilson Santos. Também participaram os secretários Mauro Carvalho (Casa Civil), Rogério Gallo (Fazenda), Elliton Oliveira (MT Prev) e a primeira-dama Virginia Mendes.

“Fechamos um acordo com a Assembleia e vamos acrescentar um rebate de R$ 3,3 mil para quem ganha até R$ 9 mil, a partir da aprovação dessa lei. Existe um trâmite para que isso aconteça, teremos que submeter ao Conselho da Previdência e depois enviar à Assembleia Legislativa para adicionar esse rebate na base de cálculo”, afirmou o governador Mauro Mendes.

De acordo com o governador, se aprovado o projeto, os servidores inativos que ganham até R$ 9 mil não terão mais o desconto de 14% aplicado sobre o valor total do rendimento, mas somente sobre os valores acima de R$ 3,3 mil.

Ou seja, o servidor aposentado ou pensionista que ganha R$ 9 mil, por exemplo, terá os 14% descontados apenas sobre R$ 5,7 mil, recebendo isenção nos R$ 3,3 mil restantes. Os aposentados que ganham abaixo de R$ 3 mil continuam totalmente isentos.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de MT vai enviar projeto de lei que vai reduzir descontos de aposentados e pensionistas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana