conecte-se conosco


ESPORTES

Atlético MG vence e permanece na liderança do Campeonato Mineiro

Publicado


O Atlético segue absoluto na liderança do Campeonato Mineiro e já assegurou vaga na semifinal da competição.
Na tarde desta quarta-feira (7), no Mineirão, o Galo venceu o Pouso Alegre por 1 a 0 e se isolou ainda mais no topo da tabela de classificação, agora com 21 pontos.
O gol da vitória foi marcado pelo atacante chileno Vargas, aos 37 minutos do primeiro tempo. No lance, ele desviou de cabeça o cruzamento de Keno pela esquerda.
O Galo exigiu duas boas intervenções do goleiro Cairo logo aos três minutos. Na primeira, ele defendeu o chute colocado de Keno e, na segunda, evitou o gol do chileno Vargas.
A equipe visitante ameaçou em cruzamento pela direita e a bola pegou na trave, após desvio de Alonso.
Aos onze minutos, em cobrança de escanteio, Vargas cabeceou para nova defesa de Cairo.
Em boa chance, aos 25 minutos, Talison cobrou lateral para a grande área, Réver desviou e Sasha concluiu na trave.
O Atlético dominava as ações e levou perigo no cabeceio de Hulk, defendido pelo goleiro. No lance, a arbitragem acabou marcando falta do atacante atleticano.
Aos 37 minutos, Keno cruzou pela esquerda, Vargas se antecipou ao seu marcador e desviou a bola de cabeça para fazer o único gol da partida.
O Atlético voltou modificado para o segundo tempo, com Talison, Sasha e Hulk substituídos por Mariano, Hyoran e Savarino, respectivamente.
Na primeira tentativa, Hyoran finalizou da entrada da área e a bola saiu rente ao travessão. Aos 15, Hyoran tentou novo arremate e Cairo fez a defesa.
O argentino Zaracho deixou o campo aos 18 minutos. Em seu lugar, entrou o equatoriano Alan Franco.
Depois de boa jogada de Keno pela esquerda, Hyoran recebeu passe de Vargas na grande área pela esquerda e chutou por cima do gol.
O Galo aumentou a pressão e, dois minutos mais tarde, Vargas recebeu a bola na grande área pela direita e finalizou para a defesa de Cairo.
Aos 26, Savarino recebeu ótimo lançamento de Réver na grande área e concluiu para mais uma grande participação do goleiro adversário.
Em mais uma alteração no Galo, aos 35 minutos, Marrony entrou no lugar de Keno.
Já nos acréscimos, aos 47, Franco recebeu passe de Vargas na entrada da área e chutou com perigo, mas a bola saiu rente à trave.

  Marrony do Atlético MG marca de novo e assume artilharia do Estadual

Leia mais:  Coritiba realiza treino visando o próximo confronto

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Com um jogador a menos, Palmeiras vence o Universitário pela Libertadores

Publicado


Atual campeão da Libertadores, o Verdão deu início a busca de seu terceiro título do Continental (o primeiro foi em 1999) na noite de quarta-feira (21), no Estádio Monumental de Ate, em Lima, no Peru, pela primeira rodada da fase de grupos da edição atual, contra o Universitário-PER. O Verdão saiu vitorioso por 3 a 2 com um enredo inusitado: saiu na frente com Danilo, aos 19 do primeiro tempo, após cobrança de escanteio e desvio de Alan Empereur (Universário 0x1 Palmeiras), e ainda ampliou a vantagem com Raphael Veiga, com passe de Rony em construção de jogada iniciada pelo zagueiro Luan (Universitário 0x2). Entretanto, quando tudo parecia resolvido, o zagueiro Alan Empereur foi expulso, aos 18 da etapa final e, com dez em campo, logo no minuto seguinte, o Verdão já sofreu o primeiro gol, marcado por Gutiérrez, de cabeça, após o jogador ganhar pelo alto depois de uma cobrança de falta (Universitário 1×2 Palmeiras). Não demorou muito e o Verdão, aos 22, sofreu o gol de empate, novamente com Gutiérrez, desta vez chutando forte no meio do gol (Universitário 2×2 Palmeiras). A redenção veio literalmente no último minuto da partida, aos 49 minutos, quando Renan subiu mais que zaga adversária para cabecear bola oriunda de cobrança de escanteio de Gustavo Scarpa (Universitário 2×3 Palmeiras).

Com o resultado, o Verdão segue com 100% de aproveitamento atuando contra o Universitario-PER, no Peru, pela Libertadores. Antes deste, haviam sido dois jogos e duas vitórias do Alviverde atuando contra o Universitario-PER, no Peru, pela Libertadores. Triunfo por 2 a 1, em 1971, e goleada por 5 a 2, em 1979.

Leia mais:  Equipe do Ceará inicia preparação para estreia na Copa Sul-Americana

No total, Palmeiras e Universitario-PER já se enfrentaram 13 vezes ao longo da história e nunca houve empate. Foram nove vitórias palestrinas contra quatro resultados positivos dos peruanos.

Com a vitória, o Maior Campeão do Brasil também deu sequência ao bom retrospecto recente contra peruanos: acumula agora cinco vitórias seguidas contra peruanos, já que ganhou do Alianza Lima-PER e do Melgar-PER, nos jogos de ida e de volta da fase de grupos da Libertadores de 2018 e 2019, respectivamente – o último revés para um peruano aconteceu na Libertadores de 2013 para o Sporting Cristal-PER, por 1 a 0, no Miguel Grau.

A última vez que o Alviverde havia emplacado cinco triunfos seguidos contra peruanos foi entre 1964 e 1966, em amistosos disputados em Piura e Lima, no Peru. Já entre 1961 e 1962, o Palmeiras atingiu o recorde de vitórias seguidas contra times do Peru em toda a sua história: nove, somadas diante do próprio Universitario-PER e também contra Alianza Lima-PER, Sport Boys-PER, Club Centro Deportivo Municipal-PER e Sporting Cristal-PER.

O Palmeiras, aliás, tem um retrospecto avassalador contra times peruanos: 15 jogos, 13 vitórias, apenas 2 derrotas, 43 gols marcados e 13 sofridos. Os times peruanos que já mediram forças com o Verdão na Libertadores são: Alianza Lima-PER, Melgar-PER, Sport Boys-PER, Sporting Cristal-PER e o próprio Universitário-PER.

Este resultado positivo contribuiu, inclusive, para ampliar o recorde do Palmeiras invicto fora de casa, que é o atual: o clube alviverde não perde atuando fora de casa na Libertadores desde a derrota para o San Lorenzo-ARG por 1 a 0, em Buenos Aires (ARG), pela fase de grupos em 2019. Já são dez jogos, com sete vitórias e três empates. Os números não contabilizam o duelo com o Santos na final de 2020 por ter sido disputada em campo neutro, no Maracanã.

Leia mais:  Internacional inicia confiante no seu caminho na Libertadores da América

Com a vitória, o Alviverde ampliou seu saldo na segunda colocação como o time brasileiro com mais triunfos na história da Libertadores, agora com 109, se aproximando do Grêmio, já eliminado desta edição na pré-Libertadores, para o Independiente Del Valle, com 110 triunfos ao todo.

De quebra, o retrospecto desta noite fez aumentar ainda outro recorde que já pertencia ao Palmeiras: o de clube brasileiro com mais vitórias fora de casa na história da Libertadores: agora são 41 triunfos! Nos últimos 18 compromissos como visitante, foram 13 vitórias, três empates e apenas duas derrotas.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

De virada, Mengão vence o Vélez Sarsfield por 3 a 2 na estreia da Libertadores

Publicado


Que virada! Na estreia da Libertadores 2021, o Flamengo venceu o Vélez Sarsfield por 3 a 2 na noite de terça-feira (20), no estádio José Amalfitani. Após sair atrás no placar, o Mais Querido foi pra cima e conseguiu a virada com gols de Willian Arão, Gabigol, de pênalti, e Arrascaeta, num chutaço de fora da área.

O Flamengo iniciou a partida adiantando a marcação e pressionando a saída de bola do Vélez. Aos seis minutos, a primeira boa triangulação do time rubro-negro. Everton Ribeiro tabelou com Diego e lançou para Gabigol na área, que tentou chegar na bola, mas não alcançou. Aos 20’, o Vélez abriu o placar com Janson: 1 a 0.

De tanto insistir, o Mengão chegou ao empate no fim da primeira etapa! Após cobrança de escanteio de Arrascaeta, a bola sobrou para Gerson, que encontrou Arão na área. Livre, o zagueiro rubro-negro mandou para o fundo da rede e deixou tudo igual no placar: 1 a 1.

No início da segunda etapa, o Vélez novamente passou à frente no placar com Janson: 2 a 1. Aos 14’, Gabigol deu um belo drible na entrada da área, limpou a marcação e foi derrubado pelo goleiro na área. O árbitro marcou pênalti para o Mengão. O próprio Gabi foi para cobrança e mandou no canto esquerdo, deslocando Hoyos: 2 a 2.

Aos 31’, Arrascaeta lançou para Gabigol, que avançou em velocidade e chutou. O goleiro Hoyos fez grande defesa, e no rebote, a defesa argentina cortou o perigo. Logo em seguida, o Mais Querido conseguiu a virada! Arrascaeta aproveitou a falha na marcação do Vélez e mandou um chutaço de fora da área no ângulo do goleiro para fazer um golaço: 3 a 2.

Leia mais:  Internacional inicia confiante no seu caminho na Libertadores da América

Após a virada, o time rubro-negro soube controlar o jogo e administrar o resultado, saindo de campo com uma vitória importantíssima na estreia da Libertadores.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana