conecte-se conosco


CUIABÁ

Pinheiro reforça diálogo e limite para adotar medidas sem sufocar e causar desesperança aos trabalhadores

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Editado pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta terça-feira (2), o Decreto nº 8.340 evidencia a competência municipal para dispor sobre as ações sanitárias em seu território. Conforme transcrito no art. 25 do documento que será publicado na Gazeta Municipal desta quarta-feira (3), essa garantia foi feita pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por meio de medida expedida no dia 29 de julho de 2020.

Segundo Emanuel, após a análise da Reclamação nº 41.935, o STF teve o mesmo entendimento da Prefeitura de Cuiabá, assegurando a autonomia do Poder Municipal. “Sempre entendemos que cabe ao Estado um poder residual. Ou seja, somente orientativo. Já ao Município, cabe o poder de interesse local, para definir as normas que forem avaliadas necessárias nesse combate à Covid-19”, explicou o prefeito.

O chefe do Executivo de Cuiabá afirmou ainda que fez questão de transcrever a decisão do órgão máximo do Poder Judiciário brasileiro nho decreto para que não paire mais nenhuma dúvida em relação ao assunto que, por vez, somente causa confusão na população. “O que mais queremos é zelar e proteger a saúde das pessoas, com autonomia e autoridade”, completou o gestor cuiabano.

Pinheiro destacou também que o novo decreto também reforça a característica da gestão do Município de dialogar com as entidades e representantes da sociedade civil organizada, garantindo uma participação de todos antes das tomadas de decisões. Segundo ele, somente respeitando o setor produtivo, os trabalhadores e chamando a responsabilidade para todos é que a guerra contra a Covid-19 será vencida.

“Não pude atender o desejo de todos, mas chegamos no limite para adotar medidas sem sufocar a nossa economia, não penalizando mais ainda o setor produtivo e não causando desemprego e desesperança para os trabalhadores. Os trabalhadores precisam de apoio, de acolhimento e de solidariedade. Isso eu chamo de sensibilidade e justiça”, pontuou.

Leia mais:  Vacinação contra influenza será suspensa no feriado e retornará na quinta (22)

Ele relembra que em março de 2020, foram necessárias a adoção de medidas extremamente severas com a suspensão das atividades do comércio local, das aulas presenciais, do funcionamento de indústrias, além do toque de recolher para conscientizar a população e poder preparar o sistema de saúde e conter o avanço do vírus. A atitude foi baseada em análises técnicas do Comitê de Enfrentamento ao novo Coronavírus, criado pela gestão.

Cita que a Prefeitura agiu de forma responsável, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde. Cientistas renomados atestaram que as medidas adotadas à época ajudaram a salvar muitas vidas. A organização do sistema, com a abertura de leitos de UTIs exclusivos, instalação de unidades de referência, ratificaram o cuidado e a preocupação da gestão municipal.

Mesmo diante do cenário de perda de vidas, na ocasião, o Governo do Estado não se atentou para a gravidade da pandemia e chegou a declarar que ela não chegaria com tanta força em Mato Grosso. A consequência de não ter se preparado com antecedência foi que pessoas infectadas de outros municípios – muitos que em princípio não registravam doentes – vieram se tratar na capital, superlotando as unidades de saúde com atendimento exclusivo à Covid-19.

Pondera que um  ano depois,  as novas medidas restritivas anunciadas pela Prefeitura buscam arrefecer o crescimento do número de infectados, que está acontecendo em todo o país, e mitigar também os sérios desequilíbrios econômicos provocados pela pandemia.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Polo de vacinação contra a COVID-19 do SESC Balneário se destaca pelo cuidado com os idosos

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O polo de vacinação contra a COVID-19 que funciona no SESC Balneário tem se destacado pelo cuidado, comodidade e atenção para com o público, majoritariamente composto por idosos, que vão até o local para se vacinar. Por conta da distância entre o portão de entrada e o restaurante onde ocorre a vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (SME), disponibilizou dois micro-ônibus para transportar as pessoas nesse trajeto.

O polo SESC Balneário, aberto na última quarta-feira (14), em parceria com o Serviço Social do Comércio (SESC), que cedeu o local, funciona de segunda a sábado, das 9h às 16h. Nos cinco primeiros dias de funcionamento, mais de 2,5 mil pessoas foram vacinadas no local. 

Patrícia Parreão, coordenadora do polo, explica que o atendimento começa no portão de entrada, na Avenida Doutor Meireles, com a entrega de senhas e a verificação do agendamento. “De acordo com a chegada, a gente vai fazendo a triagem, verificando o horário, o QR Code e entrega as senhas para as pessoas irem entrando e fazendo o atendimento. Aquelas que não tem o transporte para entrar até o local de vacinação, que não tem carro próprio, estão sendo buscadas pelos micro-ônibus cedidos pela Secretaria Municipal de Educação. Os ônibus passam lá, pegam as pessoas e trazem até o polo de vacinação, que é no restaurante do SESC Balneário”, conta Patrícia. 

No posto de vacinação, é feito o registro do cartão de vacina, o encaminhamento para a mesa de vacinação e, em seguida, a pessoa vacinada aguarda de 15 a 30 minutos no espaço pós-vacina, para observar se apresenta alguma reação adversa. O polo conta com a parceira do Centro de Saúde do bairro Tijucal, para onde são levadas de ambulância as pessoas que venham necessitar de atendimento imediato. 

Leia mais:  Prefeitura mantém canal 0800 e via e-mail para tirar dúvidas sobre a Covid-19

A coordenadora Patrícia Parreão avalia que a campanha de vacinação no polo SESC Balneário está indo bem. “Recebemos muitos elogios, as pessoas estão gostando da dinâmica do ônibus, do atendimento”, diz. 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Vacinação de idosos com a faixa etária de 60 a 64 anos começa nesta quinta (22) em Cuiabá

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A vacinação de idosos que compõem a faixa etária de 60 a 64 anos começa nesta quinta-feira (22), em Cuiabá. A Prefeitura de Cuiabá pede que aqueles que já se cadastraram no site https://vacina.cuiaba.mt.gov.br/ consultem seu cadastro para saberem o local, dia e hora que serão imunizados, a fim de evitar aglomerações nos polos de vacinação.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ressalta que os quatro polos para a imunização contra o vírus continuam funcionando normalmente, no Centro de Eventos do Pantanal, Sesc Balneário, de maneira presencial, e no Sesi Papa e UFMT, no sistema Drive Thru.

Além dessa faixa etária, também estão sendo vacinados os idosos de 65 a 69 anos de idade, que estão recebendo a primeira aplicação e idosos de 75 a 79 anos que estão concluindo o esquema vacinal. A SMS também informa que aqueles idosos que estão com a 2ª dose da vacina atrasadas também podem estar se direcionando até o polo da UFMT para concluírem a imunização.

Conforme a plataforma Localiza SUS, do Ministério da Saúde, até está quarta-feira (21), Cuiabá já havia aplicado 89.425 doses de vacina, sendo 66.967 primeira dose e 22.458 segunda dose. Considerando que ainda não entraram no sistema os dados da vacinação de terça-feira (20), quando mais de 5 mil doses foram aplicadas, a capital mato-grossense já ultrapassou 90 mil doses aplicadas contra a COVID-19.

Como está o alcance vacinal dos idosos

Conforme os dados apurados, da faixa etária acima de 80 anos, 7.925 dos 8.472 idosos (93,5%) já tomaram a primeira dose. Desses, 6.284 tomaram a segunda dose, faltando 1.641 retornarem para completar o esquema. 

Da faixa de 75 a 79 anos, já foram contemplados com a primeira dose 7.063 dos 7.812 idosos (89,1%). A segunda dose desse grupo começou a ser aplicada na terça-feira (20).

Leia mais:  Vacinação de idosos com a faixa etária de 60 a 64 anos começa nesta quinta (22) em Cuiabá

No grupo de pessoas com 70 a 74 anos, 10.679 dos 13.172 idosos (75,2%) receberam a primeira dose e ainda não estão no prazo para tomar a segunda aplicação.

Entre as pessoas com 65 a 69 anos, que começaram a ser imunizados na segunda-feira (12), 8.445 dos 19.645 idosos (22,4%) já receberam a primeira dose. A segunda dose desse grupo começará a ser aplicada no dia 10 de maio. 

A faixa etária que concentra maior número de idosos cuiabanos é a de 60 a 64 anos, que tem 27.067 pessoas, ou seja, 39,9% do grupo prioritário. Quem está nessa faixa etária será vacinado conforme o envio de vacinas pelo Ministério da Saúde. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana