conecte-se conosco


MATO GROSSO

Mulher que administrava pontos de droga do marido é presa junto com a mãe, com R$ 45 mil

Publicado


Duas mulheres foram presas em flagrante nesta quinta-feira (04.03), em Rondonópolis, durante uma investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos para apurar a venda de entorpecentes, armazenamento das drogas e recolhimento do dinheiro proveniente da atividade criminosa. Durante o cumprimento dos mandados de buscas nos endereços investigados, as equipes da DERF apreenderam R$ 45 mil, além de celulares e outros pertences dos criminosos.

Investigação da delegacia especializada apurou que nos endereços alvos, no bairro Jardim Ipanema, funcionavam pontos de apoio e um escritório do tráfico de drogas liderados pela suspeita P.M.K., de 25 anos, onde era administrado o recolhimento do dinheiro da venda de entorpecentes de bocas de fumo dos bairros da região da Vila Salmen.

A mulher deu continuidade à administração do tráfico de drogas depois que o marido, W.H.L.R, foi preso pela mesma atividade criminosa.

Conforme informações apuradas pela equipe da DERF, a mulher ficou responsável por recolher o dinheiro das biqueiras e armazená-lo na casa da mãe dela, que também usufruiu dos rendimentos do tráfico.

Dona de um comércio, ela utilizava a atividade para organizar a logística dos pontos de venda de drogas, fornecendo embalagens e balanças de precisão. Os mandados de buscas foram cumpridos nas residências das duas mulheres, mãe e filha, e no comércio.

Na casa da suspeita foi apreendida, em meio aos brinquedos do filho dela, de quatro anos, porção de maconha. Os policiais aprenderam ainda o dinheiro em notas miúdas e máquina de cartão, celulares e anotações sobre o tráfico e embalagens plásticas utilizadas para embalar droga.

Na residência da mãe da suspeita, K.R.M., de 38 anos, foi apreendida mais outra quantia em dinheiro em dois cômodos. Indagada sobre os valores encontrados, ela disse que era da filha.

Leia mais:  Unemat é pioneira na oferta de curso superior específico para indígenas na America Latina

As evidências encontradas reforçam que a família usufrui do dinheiro vindo da atividade ilícita, pois o padrão dos móveis e eletroeletrônicos da casa estão bem acima da renda familiar. Foram apreendidas na casa da mãe dela uma TV de 58 polegadas, diversas joias e uma motocicleta utilizada para recolher do dinheiro do tráfico.

No comércio da suspeita foram localizados e apreendidos mais dinheiro, balança de precisão com resquícios de droga, diversas embalagens e outras anotações do tráfico.

A suspeita P.M.K. é monitorada por tornozeleira eletrônica e deixava o equipamento descarregar para recolher o dinheiro e abastecer os pontos de vendas de entorpecentes.

Mãe e filha foram encaminhadas à delegacia, autuadas em flagrante por tráfico e associação para o tráfico e depois apresentadas em audiência de custódia da Justiça.

A principal suspeita da investigação já foi alvo das operações Redtus e Rouge, ambas coordenadas pela DERF para debelar a atuação de uma organização criminosa na região de Rondonópolis, envolvidas  no tráfico de drogas e  diversos crimes associados.

O material apreendido passará por análise e perícia.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

STJ atende recurso do Governo de MT e mantém competência da Vara Especializada da Saúde Pública

Publicado


O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acolheu questão de ordem proposta pelo Governo de Mato Grosso para manter a Vara Especializada da Saúde Pública do Estado como unidade para julgar e processar casos afetos à saúde pública. 

A decisão é do dia 14 de abril e determina que os processos ajuizados pelas partes originariamente na 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande continuem tramitando normalmente. 

No recurso, o Governo de Mato Grosso solicitou esclarecimento sobre a extensão de uma medida liminar.

Conforme o ministro, somente as ações que não eram originárias na Vara da Saúde devem ser redistribuídas. “Não há qualquer determinação na medida liminar no que tange aos processos ajuizados pelas partes originariamente na 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande/MT, os quais, portanto, poderão prosseguir normalmente no referido juízo, até determinação ulterior”, escreveu Og Fernandes, em trecho da decisão. 

O ministro estabeleceu, ainda, a imediata suspensão dos processos sobre o tema que estejam em tramitação ou propostos nas várias comarcas e juizados especiais do Estado, até que o  Incidente de Assunção de Competência seja julgado em definitivo, caso o fundamento, expresso ou implícito, seja ato administrativo do TJMT, independentemente da matéria ou dos sujeitos envolvidos.

O STJ determinou, por fim, que os feitos redistribuídos com fundamento nessa norma retornem temporariamente aos juízos de origem, inclusive no que diz respeito ao julgamento de mérito.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de MT compra helicóptero para reforçar combate aos crimes ambientais
Continue lendo

MATO GROSSO

Segunda-feira (19): Mato Grosso registra 344.792 casos e 9.168 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (19.04), 344.792 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.168 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1896 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 344.792 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.992 estão em isolamento domiciliar e 322.617 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 514 internações em UTIs públicas e 458 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 95,90% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (73.237), Rondonópolis (25.643), Várzea Grande (22.608), Sinop (18.139), Sorriso (12.336), Tangará da Serra (11.464), Lucas do Rio Verde (11.051), Primavera do Leste (9.807), Cáceres (7.364) e Alta Floresta (6.510).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 305.351 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 592 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No domingo (18), o Governo Federal confirmou o total de 13.943.071 casos da Covid-19 no Brasil e 373.335 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.900.091 casos da Covid-19 no Brasil e 371.678 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta segunda-feira (19).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Leia mais:  Unemat é pioneira na oferta de curso superior específico para indígenas na America Latina

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana