conecte-se conosco


POLICIAL

Mãe e padrasto são presos por estupro e maus tratos contra duas crianças

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Um casal teve a prisão temporária cumprida nesta segunda-feira (01.03) pela Polícia Civil de Pontes e Lacerda pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra duas crianças. A menina de 12 anos e o garoto de nove anos são filhos da mulher de 31 anos e enteados do homem de 33 anos.

A Justiça também autorizou busca domiciliar para coleta de material biológico que será utilizado em exame para confronto de DNA. O casal é investigado pela Polícia Civil pelos crimes de maus tratos, estupro de vulnerável e lesão corporal.

A Delegacia da Polícia Civil tomou conhecimento dos crimes a partir da comunicação do Conselho Tutelar do município, que recebeu uma denúncia e verificou a situação das duas crianças.

O delegado Marlon Luz instaurou investigação para apurar os crimes e a partir de depoimentos especiais e a realização de laudos periciais foram constatados o estupro e as lesões sofridas pelas crianças.

As diligências realizadas no curso da investigação da Polícia Civil apuraram que o padrasto estuprou a garota sucessivas vezes e também agrediu e praticou maus tratos contra o menino, inclusive o agredido com uma mangueira de borracha.

Já a mãe, conforme apuração, agrediu a filha e a ameaçou para que a menina não contasse a ninguém sobre os abusos, a fim de proteger o marido.

“O caso foi muito impactante para a equipe da delegacia, a partir das informações que foram constatadas na investigação. A menina não aguentava mais os abusos e começou a se vestir como menino, na tentativa de afastar o agressor”, relata o delegado.

Ele acrescenta que a mãe também é responsável pelo estupro, pois tem o dever de proteger e de garantir a integridade da criança e a partir do momento que sabe da situação e não faz nada para que o abuso seja impedido, ela também responde pelo crime.

Leia mais:  Suspeito de estuprar e agredir vítima por mais de 10 horas é preso em flagrante pela Polícia Civil em Sorriso

Os dois foram encaminhados à delegacia e depois de cumprido o mandado de prisão serão encaminhados às respectivas unidades prisionais.

O inquérito segue para coletar outras informações e evidências necessárias à conclusão do caso.

As duas crianças foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar para uma casa de acolhimento do município.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Autor de roubo em Pernambuco é preso pela Polícia Civil em Itanhangá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito de envolvimento em crime de roubo cometido no estado de Pernambuco teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil de Mato Grosso, neste domingo, após ser localizado na cidade de Itanhangá em ação realizada pela equipe da Delegacia de Tapurah

O suspeito, de 19 anos, estava com a ordem de prisão decretada pela 1ª Vara Criminal de Sertânia (PE), apontado como um dos autores ocorrido no dia 13 de janeiro, em um estabelecimento comercial no município.

A prisão do foragido ocorreu após troca de informações da Polícia Civil de Pernambuco com os policiais da Delegacia de Tapurah que indicavam que o suspeito estava residindo na casa da irmã, na cidade de Itanhangá.

Com base nas informações, os policiais foram até o endereço indicado no bairro Pioneiro, porém o procurado não estava no local, sendo informado que ele estava em outra residência nas proximidades.

Em continuidade as diligências, os policiais conseguiram localizar o foragido em outra casa, a aproximadamente 100 metros do endereço da sua irmã. O suspeito estava deitado na rede no momento em que foi abordado pelos policiais e informado da ordem de prisão.

Ele foi conduzido à Delegacia de Tapurah para as providências cabíveis para cumprimento do mandado judicial, sendo posteriormente colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil cumpre prisão de homem suspeito de abusar do próprio filho em Sorriso
Continue lendo

POLICIAL

Suspeito de estuprar e agredir vítima por mais de 10 horas é preso em flagrante pela Polícia Civil em Sorriso

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá) prendeu em flagrante neste sábado (17.04), um homem apontado como autor de crime de estupro e cárcere privado ocorrido durante a madrugada no município. O suspeito, de 21 anos, é vizinho da vítima e a manteve refém por quase 12 horas enquanto praticava os abusos e agressões.

As diligências iniciaram após a vítima, de 25 anos, comparecer à Delegacia de Sorriso, visivelmente abalada e com vários hematomas pelo corpo para comunicar o crime. A comunicação ocorreu logo após ser libertada pelo agressor. Segundo as informações, o suspeito pulou o muro da sua casa por volta de meia noite e meia,  e em posse de uma faca a ameaçou, agrediu fisicamente e obrigou a vítima a manter relações sexuais no período em que permaneceu dentro da residência.

Além do abuso sexual, a vítima foi agredida com socos, tapas e mordidas, a todo tempo sendo ameaçada com a faca. O suspeito ainda filmou a vítima e disse que publicaria os vídeos nas redes sociais, caso fosse denunciado.

O suspeito manteve a vítima em cárcere até 11 horas deste sábado (17), momento em que ela conseguiu convencê-lo de que não iria o denunciar e que deveria liberá-la.

 Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Delegacia de Sorriso, coordenada pelo delegado José Getúlio Daniel iniciou as diligências em buscas do suspeito, conseguindo realizar sua prisão em flagrante.  O suspeito foi flagrando com a motocicleta da vítima no estacionamento de um supermercado da cidade.

Ele foi conduzido à Delegacia de sorriso e após ser interrogado foi autuado em flagrante pelo crime de estupro.

Fonte: PJC MT

Leia mais:  Polícia Civil prende mulher envolvida em golpes da OLX e identifica grupo criminoso que age em diversos estados

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana