conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo do Estado dá ordem de serviço para projeto de gasoduto no Distrito Industrial

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás) e MT Par, deu ordem de serviço nesta quarta-feira (03.03) à empresa Lima e Torres Engenharia para o início do projeto executivo do gasoduto no Distrito Industrial de Cuiabá. O projeto deve estar finalizado em três meses e, então, será realizada a licitação para a obra do duto, que deverá ser concluída no final do próximo ano.

Estão sendo investidos R$ 713 mil no projeto da obra do gasoduto e o MT Par é responsável pela licitação e pelo acompanhamento e fiscalização da execução do mesmo. A previsão é que sejam investidos cerca de R$ 13 milhões na obra.

Para o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, este é um grande sonho dos empresários do Distrito Industrial. “Essa matriz energética vai possibilitar uma grande economia e, consequentemente, muitas atividades econômicas poderão ser melhoradas e impulsionadas. Pela primeira vez, Mato Grosso tem um contrato firme de gás com a Bolívia e, desta forma, conseguimos dar segurança de fornecimento aos empresários e atraímos mais investidores”, afirma.

O início do projeto do gasoduto chega em um excelente momento, segundo Margareth Buzetti, presidente da Associação dos Empresários do Distrito Industrial de Cuiabá (Aedic).

“É uma fonte de energia mais barata e dá opção para as empresas do Distrito. Hoje, a redução de custos é vital para as indústrias e, tendo alternativa, consegue também atrair mais empresas, o que é importante para a região”. Atualmente, 260 empresas estão sediadas no Distrito Industrial de Cuiabá e, entre elas, estão cerca de 70 indústrias que podem ser beneficiadas com o gás natural.

Leia mais:  Em três semanas, Gefron recupera 34 veículos na fronteira

De acordo com informações a Companhia Mato-grossense de Gás (MT Gás), a empresa vencedora da licitação deve entregar em 45 dias o projeto básico para o termo de referência para início de licitação da obra, com análise de solo, traçado do duto, pressão e intercorrências.

“A partir daí, vem o projeto executivo e, posteriormente, a obra propriamente dita. O gasoduto tem um ramal inicial de 27,5 quilômetros para atender a demanda de 3 milhões de metros cúbicos ao mês em três a cinco anos, podendo chegar a 6 milhões de metros cúbicos mensais de consumo mensal”, afirma Rafael Reis, presidente da MT Gás.

O presidente do MT PAR, Wener Santos, lembrou que a sua equipe está à disposição para fazer parcerias. “Por se tratar de uma empresa do Governo, é mais fácil, é mais rápido, e menos burocrático. Estamos prontos para trabalhar em todo e qualquer projeto para o bem do Estado de Mato Grosso, gerando emprego e desenvolvimento, pois esse é o nosso principal papel”, disse.

O deputado estadual Carlos Avallone reforçou que este é um sonho antigo dos empresários da região. “Agradeço a determinação e competência do governador Mauro Mendes por fazer esta obra que aguardamos há anos, é um sonho de muitos governos e agora está sendo realizada”. Para o deputado estadual Wilson Santos este é um dia histórico: “Vai dar competitividade às indústrias de Cuiabá e já sugiro fazermos extensões em outras cidades para descentralizar a industrialização”. Já o deputado estadual Dilmar Dal Bosco disse que é “hora de fazer esta obra e dar tecnologia para nossos empreendedores”.

Participaram da reunião equipes técnicas da MT Gás, da MT Gás, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que fez o levantamento da demanda por gás natural no Distrito Industrial, diretoria da Aedic e empresários da região.

Leia mais:  The Chanel’s lança videoclipe "Transmutáveis"
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governador pede prioridade para gestantes na vacinação contra a covid-19 em MT

Publicado


O governador Mauro Mendes pediu que seja dada prioridade às gestantes na vacinação contra a covid-19 em Mato Grosso.

A solicitação foi encaminhada nesta quinta-feira (22.04) à Comissão de Gestores Bipartite (CIB-MT), que é responsável por definir a distribuição dos imunizantes.

 A CIB-MT é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) e da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT).

“Sabemos que as gestantes estão entre os grupos mais vulneráveis a ter complicações e possuem risco elevado quando contraem a covid-19, o que coloca em risco a vida delas e de seus bebês. Por isso é importante que sejam vacinadas o quanto antes”, afirmou o governador.

De acordo com estudos da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, gestantes infectadas pelo coronavírus tem risco 62% maior de internação em UTI e 88% mais chances de precisar de ventilação mecânica invasiva.

A conclusão foi corroborada por outro estudo feito pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

Conforme os cientistas, o risco ocorre porque durante a gestação há uma diminuição da capacidade respiratória por conta do crescimento do útero, que restringe o abdômen e o tórax.

O Governo de Mato Grosso já conseguiu autorização para inserir os profissionais de Segurança como prioridades que já estão em fase final de vacinação. Além disso, já pediu para que os trabalhadores da Educação também sejam colocados no grupo prioritário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quinta-feira (22): Mato Grosso registra 349.710 casos e 9.376 óbitos por Covid-19
Continue lendo

MATO GROSSO

Auditores buscam aumentar a produtividade no home office

Publicado


Antes da pandemia da Covid-19, a modalidade de teletrabalho era vista com desconfiança devido às preocupações em relação à produtividade, entre outros fatores. Com o tempo, estudos comprovaram que é possível o crescimento da produtividade de forma criativa e eficiente. Nesse cenário, a questão é: como transpor desafios importantes que devemos superar para continuarmos produtivos? Pensando nisso, auditores da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT) participaram da webinar “Aumentando a Produtividade no Home Office”, com o consultor Marcelo Masini.

O objetivo da webconferência foi apresentar aos participantes um processo que eleve a habilidade de alcançar grandes prioridades em meio a uma avalanche de distrações. Na webconferência, Marcelo Masini apresentou metodologia que se baseia em fazer as cinco escolhas para atingir uma produtividade extraordinária.

Pautadas em planejamento e gestão de tempo, as escolhas são: separar as atividades vitalmente importantes e prioritárias das distrações; redefinir seus papeis em termos de resultados extraordinários para alcançar metas de alta prioridade; aplicar uma cadência de planejamento e execução que produz resultados para retomar o controle de sua vida profissional e pessoal; usar a tecnologia a seu favor e se livrar de distrações configurando plataformas para aumentar sua produtividade; e aplicar as últimas descobertas da neurociência para renovar continuamente sua energia mental e física.

É importante ressaltar que, após um ano de pandemia, para muitos profissionais trabalhar remotamente, apesar de ser um sonho para a maioria, também trouxe para muitos trabalhadores dificuldades, dispersões e abstrações. Isso exige, conforme o palestrante, que a equipe se aprimore para gerenciar melhor as decisões, a atenção, a energia e a fazer escolhas que trarão o máximo retorno para o tempo investido.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quinta-feira (22): Mato Grosso registra 349.710 casos e 9.376 óbitos por Covid-19
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana