conecte-se conosco


CUIABÁ

Espaço de Acolhimento no HMC ajuda a retomada de sonhos

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Foram oito anos de muito sofrimento, angústia e dor. B.M.D., 54 anos, viu sua vida ser transformada quando passou a ‘viver’ em uma verdadeira prisão domiciliar imposta pela violência do então companheiro. Há quatro anos essa realidade mudou. B. deixou sua casa e o marido e foi morar  com os filhos. Hoje, conta com o amparo do serviço ofertado pelo Espaço de Acolhimento, uma iniciativa da Prefeitura de Cuiabá, que funciona no Hospital Municipal Leony Palma de Carvalho (HMC). A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, foi uma articuladoras da iniciativa implantada em julho do ano passado.

Cansada das ameaças após a separação, B., com o suporte psicológico que recebe,  já consegue perceber mudanças em sua vida pessoal e convívio familiar.  

Ela conta que hoje ela tem novas perspectivas, consegue enxergar novos horizontes e acredita que é possível vencer. Ela participa de sessões de terapia e apoio psicológico, uma vez por semana.

“Não foi nada fácil dar o primeiro passo, pois o medo e ameaça são peças que estão junto em minha caminhada, são como membros do meu corpo. Mas de uma coisa eu sei. Eu quero mudar, acredita de que tudo é possível, basta a gente querer e tomar coragem. E aqui a gente encontra. Sou grata por todo esse suporte e o melhor, é totalmente gratuito”, contou.

“Tento esquecer o passado, viver o presente, sem pensar no futuro. Decidi pagar o preço”, desabafou.

Desde a sua criação, o Espaço do Acolhimento, tem alcançado resultados positivos no atendimento prestado às mulheres vítimas de violência doméstica. Dados registram o atendimento em média de 200 mulheres que buscaram por ajuda e hoje são assistidas pelo Espaço.

Leia mais:  Servidores da Assistência Social realizam o cadastramento dos idosos que não tem acesso à internet

Natália Lopes é uma das psicólogas da equipe e explica que o trabalho é complexo. “Buscamos entender um pouco do contexto social e da violência que ela está passando. O nosso trabalho é pautado no resgate da autoestima, focado num processo de cicatrização das feridas. E é com esse acompanhamento psicológico com as nossas assistidas, aos poucos vamos fazendo esse resgate, retomamos as mulheres ao convívio social”, declarou a psicóloga. 

Já a assistente social Maria José do Prado Vitoriano conta que desenvolver esse trabalho é muito gratificante. “Aqui no Espaço elas encontram suporte.  Estamos prontos para atendê-las com a maior presteza e carinho. O nosso objetivo é fazer com que elas entendam que o que estão passando não é normal e possam retomar sua vida”, disse a assistente social.

A psicóloga e coordenadora do Espaço de Acolhimento, Thayssa Ferraz disse estar satisfeita com a recuperação gradativa da B..“Como é bom trabalhar num espaço especialmente preparado, cuidadosamente montado, sem perder nenhum detalhe e receber feedbacks iguais a esse. Poder ouvir que somos o resgate na vida de alguém nos fortalece e nos incentiva continuar”, declarou Thayssa.

FLUXO DE ATENDIMENTO- O Espaço de Acolhimento funciona no sistema porta aberta, 24 horas por dia e sete vezes por semana.

Ao chegar no espaço, a vítima passa pelo acolhimento psicossocial, onde é recebida pela assistente social e psicóloga para um primeiro bate papo para conhecimento do caso. Feito isso, mediante interesse pelo serviço dispensado pela Prefeitura, serão realizados encontros semanais, sendo uma vez por semana, para o tratamento com o especialista para amenizar os traumas e avançar no seu resgate emocional.

“Estamos tendo vários casos de mulheres que passaram pelo primeiro atendimento e tomaram a iniciativa de continuar. Esse retorno é muito importante para que possamos alcançar um dos resultados esperados com a criação desse Espaço de Acolhimento, o empoderamento feminino e a volta do amor próprio”, disse a coordenadora do Espaço de Acolhimento, Thayssa Ferraz.

Leia mais:  Viaduto Murilo Domingos: Semob conclui obra de recapeamento na rua Paraíso

Além dessa procura espontânea, as mulheres atendidas por meio da urgência e emergência também são informadas sobre o serviço especializado, bem como, aqueles casos encaminhados pelos órgãos especializados. Esses casos também são atendidos no Espaço de Acolhimento.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Viaduto Murilo Domingos: Semob conclui obra de recapeamento na rua Paraíso

Publicado


A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) concluiu a obra de recapeamento na rua Paraíso, no entorno do viaduto Murilo Domingos, instalado na avenida Beira Rio. A obra foi iniciada no sábado (17) e ainda será submetida a sinalização.

Todas as vias em torno do viaduto totalizam média 600 metros de pavimentos. O secretário da pasta, Antenor Figueiredo explica que,  ainda nesta semana as demais vias serão concluídas. Por enquanto, a via que dá acesso a  Couto Magalhães, ainda passa por obra e está tempráriamente interditada. 

 “Essa medida se fez necessária por conta das condições da via. Esses serviços foram  feitos em todos os pontos próximos ao viaduto. Temos que entregar uma obra de qualidade para atender a população cuiabana. Válido frisar que é meta da gestão Emanuel Pinheiro recuperar todas as vias que estão com pavimentos antigos”, declarou o secretário de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.
 Quanto às orientações no trânsito na região, os agentes de trânsito estão  no local desde o início da obra de construção do viaduto,  em específico, na Rua Paraíso, usada como rota de desvio.  A Semob se compromete a manter agentes no local até o término da obra entre às 6h30 e 8h30 da manhã e no período da tarde de 16h30 às 19h30. 
Os técnicos da engenharia da Semob farão a sinalização das vias. “Esse é o segundo viaduto construído pela gestão Emanuel Pinheiro beneficiando o tráfego em toda a cidade. Todos os esforços estão sendo concentrados para finalização dos trabalhos o mais breve, pois a entrega do viaduto Murilo Domingos está prevista ainda nesse mês de abril”, concluiu o secretário.

VIADUTO MURILO DOMINGOS

Leia mais:  ATENÇÃO!!: Pessoas com 2ª dose atrasada podem comparecer aos polos do Centro de Eventos do Pantanal ou UFMT para concluir imunização contra a covid-19

O viaduto é levantado na Avenida Manoel José de Arruda (Av. Beira Rio) e está previsto para ser entregue à população no mês de abril. Na segunda cabeceira, já foram finalizados os serviços de aterramento e de construção do muro escama em terra armada, que consiste na instalação de placas de concreto nas duas laterais do ponto de ligação entre a pista e a estrutura de mobilidade urbana.

“Na parte superior do elevado, já foi feita a instalação da iluminação de LED, restando apenas a pavimentação e sinalização viária da pista de rolamento. Em abril, essa região, que historicamente é problemática, terá um grande estrutura de mobilidade urbana, que irá destravar o trânsito com toda segurança aos milhares de condutores que passarão pelo viaduto”, pontua o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Prefeitura de Cuiabá lança campanha contra Influenza; vacinação começa nesta terça (20)

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá lançou na manhã desta segunda-feira (19), a campanha de vacinação contra Influenza, no PSF do bairro Jardim Independência e a imunização terá início a partir desta terça-feira (20), em todos os postos de saúde, com exceção de alguns locais onde não há condições de fazer a separação entre os pacientes de COVID e os que vão ser vacinados.

“Agora, mais do que nunca, precisamos evitar hospitalizações, em razão do aumento no número de casos de coronavírus. As equipes de vacinação estão preparadas para conduzir as campanhas contra a Influenza e a Covid paralelamente, por isso pedimos que a população cuiabana se atente para os grupos de imunização já disponivel para a vacina da Influenza e compareçam aos postos, sempre fazendo o uso da máscara de proteção facial e as demais medidas de Biossegurança”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro. 

Neste primeiro momento, a campanha contemplará os seguintes grupos: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas. A previsão é que a campanha aconteça até o dia 9 de julho.

“A campanha é extremamente importante, porque tem algumas semelhanças com a Covid. A diferença é que ela ataca mais as crianças e gestantes, por isso que elas são iniciais, mesmo assim há alguns sintomas que eles se confundem, por isso é importante a imunização neste primeiro momento”, disse a secretaria da SMS, Ozenira Félix.

As unidades que NÃO terão vacina contra a gripe são: PSF Osmar Cabral / Liberdade, PSF Nova Esperança, PSF Pedra 90 lll e lV e PSF São Gonçalo, na região Sul; PSF Novo Horizonte e CS Ana Poupina, na região Leste; PSF Santa Amália /Jd. Araçá, PSF Santa Isabel I e II e PSF Santa Isabel III, na região Oeste.

Leia mais:  Prefeito e secretária de Educação lamentam falecimento de alunas da EMEBC Herbert de Souza (ATUALIZADA)

Maria Inocência dos Reis, que levou no PSF Jd Independência, a filha de 4 anos para ser vacinada, agradeceu à todos e falou sobre a importância da imunização.

“É muito importante sim tomar a vacina, porque são os anticorpos que defende eles [crianças] das doenças. Ainda mais nesse momento tão difícil que estamos passando de pandemia, graças a Deus que temos esses cientistas que estão lutando tanto para que o mundo tenha essa vacina. O que seria de nós sem isso?”, desabafou.

Em todo Brasil, foram disponibilizadas 75 milhões de doses e o objetivo é atingir 90% de cada um dos grupos prioritários. Cuiabá recebeu 21 mil doses. A vacina previne contra três tipos de Influenza: Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e Influenza B.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana