conecte-se conosco


ESPORTES

De virada, Corinthians vence do Ponte Preta pelo Campeonato Paulista

Publicado


No domingo (07), o Corinthians entrou em campo para mais um desafio do Campeonato Paulista de 2021. Na Neo Química Arena, o Timão venceu a Ponte Preta de virada pelo placar de 2 a 1 e garantiu sua primeira vitória na competição. Os gols alvinegros foram marcados por Mateus Vital e Jô.

A partida começou com o Corinthians tentando pressionar a saída de bola da Ponte Preta e mantendo ficando mais tempo com ela no pé. No primeiro lance de perigo do Timão, Mateus Vital carregou a bola no contra-ataque, arriscou o chute de fora da área e, com desvio, a tentativa foi defendida pelo goleiro.

Foto: MarcosRibolli

Aos 30 minutos, o atacante da Ponte Preta avançou pela esquerda e arriscou um chute cruzado na meta de Matheus Donelli, abrindo o placar para o time adversário.

Sete minutos depois, após boa arrancada de Rodrigo Varanda, Roni recebeu na intermediária e chutou de longe para o gol. O goleiro Luan fez a defesa. Em seguida, o Timão fez mais um ataque. Luan recebeu cruzamento da ponta direita e cabeceou para o gol, mas sem perigo.

Aos 45 minutos, o Coringão chegou ao gol de empate. Após rápida troca de passes, Mateus Vital chutou com muita qualidade no ângulo e fez um golaço. Após a igualdade no placar, não deu tempo de outro ataque e o juiz apitou o final da etapa.

No intervalo, o técnico Vagner Mancini realizou uma alteração no Coringão. Antony saiu para a entrada de Jô. A segunda etapa começou com o Corinthians presente no campo de ataque. Aos 5 minutos, Luan recebeu a bola na entrada da área e arriscou rasteiro para o gol. O goleiro fez a defesa.

Leia mais:  Avaí vence o Hercílio Luz no Campeonato Catarinense

O Timão chegou com perigo novamente pouco tempo depois. Mateus Vital avançou pela esquerda, fez boa jogada individual e chutou para o gol. Mais uma vez, o goleiro da Ponte Preta defendeu.

Aos 16 minutos, mais uma substituição no Corinthians. Entrou o venezuelano Otero na vaga de Rodrigo. Com o camisa 11 em campo, o Timão quase virou o placar por duas vezes. Na primeira, ele chutou falta com muito perigo. O goleiro rebateu a bola na trave e depois a zaga da Ponte Preta afastou para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, quase um gol olímpico, mas novamente a zaga conseguiu evitar o gol.

Pouco tempo depois, João Victor cobrou lateral na área adversária, e Jemerson arrsicou uma bicicleta para o gol, defendida pelo goleiro. No lance, aos 30 minutos, Mateus Vital é derrubado dentro da área, e Raphael Claus marcou o pênalti para o Timão. Na cobrança Jô parou na defesa do goleiro, mas no rebote virou o placar. Coringão na frente.

Aos 40 minutos, Cantillo cometeu uma falta perigosa e, após o árbitro ir ao monitor do VAR, decidiu por expulsar o volante do Timão. Após o cartão vermelho, Vagner Mancini fez mais duas alterações no Corinthians. Saíram Luan e Mateus Vital e entraram Araos e Adson. Após as subsituções não houve tempo de mais nada. Com a vitória, o Corinthians garantiu a primeira vitória no Paulistão 2021.

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Atlético MG vence e garante 1º lugar

Publicado


O Atlético garantiu, antecipadamente, o primeiro lugar na fase classificatória do Campeonato Mineiro.

Neste domingo, no Mineirão, o Galo venceu o Boa Esporte por 2 a 1, chegou a 24 pontos e não pode mais ser alcançado por nenhuma equipe.

Tiago Silva abriu o placar para o time de Varginha aos 20 minutos do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, aos 29, Vargas empatou a partida.

No segundo tempo, o Galo pressionou bastante, criou várias oportunidades e marcou o gol da vitória aos 44 minutos, quando Arana converteu o pênalti sofrido por Nacho Fernández.

Libertadores – Agora, o foco é total na estreia na Copa Libertadores da América, quarta-feira (21), contra o Deportivo La Guaira, na Venezuela. O jogo será realizado às 19h (Hora de Brasília), no Estádio Olímpico da Universidade Central da Venezuela (UCV).

Atlético x Boa Esporte - Campeonato Mineiro 2021 - 18/4/2021
Fotos: Pedro Souza / Agência Galo / Clube Atlético Mineiro

O Galo foi ao ataque pela primeira vez no passe de Nacho para Vargas, mas a defesa adversária conseguiu cortar.

Keno tentou passe pelo alto para Dylan, na grande área, mas o goleiro Carlos Miguel saiu do gol e fez a defesa.

Aos seis minutos, Nacho cruzou pela esquerda, Alonso escorou a bola de cabeça o a zaga do Boa afastou o perigo.

A equipe visitante abriu o placar aos 20 minutos, com Tiago. Quatro minutos depois, Nacho cobrou falta e o goleiro fez boa defesa.

Vargas teve um gol anulado, aos 25 minutos. No lance, a arbitragem marcou posição irregular do atacante chileno.

O Galo aumentou a pressão e, aos 27, após cruzamento de Arana pela esquerda, Réver cabeceou por cima do gol.

O empate aconteceu aos 29 minutos, quando Arana cruzou pela esquerda, Alonso escorou de cabeça e Vargas mandou a bola para a rede: 1 x 1.

Leia mais:  Ceará está na semifinal de Copa do Nordeste após vencer Sampaio Corrêa

Embalado pelo gol, o Atlético levou perigo na finalização de Nacho, desviada pelo zagueiro. Em seguida, Keno cruzou pela esquerda e a bola atravessou a grande área.

Aos 46, o goleiro Carlos Miguel fez grande defesa no arremate de Vargas.

2º TEMPO

O Galo voltou do intervalo com duas mudanças e criou ainda mais oportunidades na etapa final. Guga e Alonso foram substituídos por Mariano e Sávio, respectivamente.

Aos três minutos, Allan levantou a bola da intermediária e Dylan, na segunda trave, finalizou para fora.

Em boa oportunidade, no minuto seguinte, Arana cruzou pela esquerda e Sávio cabeceou para fora.

Aos 14 minutos, Arana arriscou de fora da área e a bola saiu rente ao travessão. Logo depois, Vargas recebeu ótimo passe de Sávio e finalizou para a grande intervenção de Carlos Miguel.

Na chance mais clara da etapa final, aos 16, Dylan cruzou rasteiro pela direita e Vargas concluiu para fora.

Aos 24, Sasha entrou no lugar de Vargas e Marrony no lugar de Dylan.  Em mais uma boa chance atleticana, aos 31, Arana cruzou fechado pela esquerda e a bola atravessou a pequena área.

Aos 33, Keno deixou o campo para a entrada de Nathan. Dois minutos mais tarde, Everson fez boa defesa em finalização de Igor.

Após cruzamento de Mariano pela direita, Réver cabeceou e exigiu grande defesa de Calos Miguel.

Nacho Fernández sofreu pênalti, aos 43 minutos, e Arana cobrou no alto para fazer o gol da virada: Galo 2 x 1.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Com um a menos, Santos vence a Inter de Limeira pelo Campeonato Paulista

Publicado


Mesmo jogando com um jogador a menos, praticamente a segunda etapa inteira, o Santos FC venceu a Internacional de Limeira por 2 a 1 na noite deste domingo (18), pelo Campeonato Paulista na Vila Belmiro. Deivid (contra) e Bruno Marques foram os autores dos tentos do Alvinegro.

Com o triunfo, o time santista assumiu a ponta do Grupo D, com 9 pontos conquistados em 7 partidas disputadas.

A próxima partida do Peixe é a estreia na fase de grupos da Conmebol Libertadores, na próxima terça-feira (20), diante do Barcelona de Guayaquil, na Vila Belmiro, ás 19h15.

O jogo

O Santos teve sua primeira chance em balançar a rede adversária aos 6 minutos. Lucas Lourenço cobra escanteio fechado, e Robson Reis desvia de cabeça, e a bola sai pelo lado esquerdo da defesa da Inter.

Kaio Jorge recebe de Ângelo na entrada da área, limpa a marcação e sofre falta, aos 14 minutos. Ele mesmo vai pra a cobrança, e a bola explode na barreira. Na sobra, Guilherme Nunes aproveita e bate para gol, e o goleiro joga a bola para escanteio.

O Santos seguiu no ataque, e Lucas Lourenço cobra escanteio fechado, e após confusão dentro da área, a bola desvia no volante Deivid, e acaba indo para o fundo do gol, colocando o time santista na frente do placar, aos 16 minutos de jogo. Foi o primeiro gol contra a favor do Peixe no ano de 2021.

Aos 28 minutos, a Internacional de Limeira chega ao empate com Lucas Batatinha.

A chuva apertou na Vila Belmiro, e as duas equipes seguraram a bola um pouco mais na intermediária.

Já no fim da primeira etapa, Lucas Lourenço recebe falta na entrada da área, e o próprio camisa 37 se apresentou para a batida. A bola bate na barreira e sobra para Ângelo, que chuta firme para a defesa do arqueiro.

Leia mais:  Com um a menos Paraná empata com o Londrina no Campeonato Paranaense

Para o segundo técnico, o técnico Ariel Holan voltou com duas modificações do intervalo. Wellington Tim entrou na vaga de Jhonnathan e Sandro no lugar de Lucas Barbosa, e o Peixe mudou sua forma de atuar.

Aos 14 minutos, em uma dividida com Cordoba, o volante Guilherme Nunes foi expulso da partida.

Após a expulsão, o Santos não recuou, e continuou mantendo jogando da mesma forma, e o treinador santista promoveu as entradas de Soteldo, Marinho e Bruno Marques, para tentar o triunfo.

Aos 34 minutos, Marinho avança para o ataque e é parado com falta. O camisa 11 foi para a batida, e soltou uma bomba, e o goleiro espalmou para escanteio.

Em nova bola parada, aos 41 minutos, o Peixe alcançou o gol da vitória. Soteldo colocou na área, o goleiro não segurou, e a bola sobrou nos pés de Bruno Marques. O centroavante não titubeou, e se jogou para colocar a bola no fundo do gol. Quarto gol de Bruno pelo Alvinegro, o primeiro nesse Campeonato Paulista.

Bruno Marques se esticou para dar a vitória ao Santos FC (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana