conecte-se conosco


ENTRETENIMENTO

D’Black e Nadja Pessoa respondem à ação de despejo por dívida de aluguel

Publicado


source
D'Black e Nadja Pessoa são alvos de ação de despejo
Reprodução/O Dia

D’Black e Nadja Pessoa são alvos de ação de despejo

O cantor  D’Black e sua ex-mulher, Nadja Pessoa, respondem a uma ação de despejo que tramita no Foro de Santana, em São Paulo. O cantor e a ex-‘Fazenda’ vem sendo alvo de um mandado de despejo por falta de pagamento do aluguel do apartamento que eles moravam enquanto ainda casados, mas até agora um oficial de Justiça não conseguiu notificar nenhum dos dois. Na ação, de nº 1028458-12.2020.8.26.0001 movida por Daniela Pereira – proprietária do imóvel – contra o ex-casal, consta que eles alugaram um apartamento com contrato de locação com prazo de validade de 30 meses. O valor do aluguel era R$ 1,3 mil mensais. Os pagamentos do condomínio, do IPTU e de contas de consumo como água e luz também eram de responsabilidade de Nadja e D’Black.

Ainda segundo os autos do processo, os dois estavam com alugueis atrasados desde setembro do ano passado. Com isso, eles acumularam uma dívida de R$ 5,3 mil só de débito da locação, valor que a dona do imóvel cobra em juízo com multa e correção monetária. Além disso, ela ainda pede que o ex-casal seja condenado ao pagamento das custas processuais e de honorários advocatícios. O valor total da causa é de R$ 16,6 mil. Antes de entrar com a ação, a proprietária do apartamento chegou a tentar receber a quantia amigavelmente, mas sem sucesso. No último dia 3 de fevereiro, um oficial de Justiça tentou notificar D’Black sobre a ordem de despejo, mas não conseguiu. Sendo assim, foi solicitado à dona do imóvel que informe outro endereço para prosseguir com a notificação. Também houve uma tentativa de notificar Nadja, mas igualmente sem sucesso.

Leia mais:  Joelma sofre derrota parcial em disputa com Ximbinha

Como D’Black e Nadja já entregaram as chaves do apartamento, mas ainda não quitaram a dívida, a proprietária do imóvel pede também que o processo entre em fase de execução do débito, uma vez que o despejo não se faz mais necessário.

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Ex de Ivy Moraes processa a modelo e afirma: “Houve traição dos dois lados”

Publicado


source
Rogério Fernandes diz que foi traído por Ivy
Reprodução/O Dia

Rogério Fernandes diz que foi traído por Ivy

A ex-BBB e modelo Ivy Moraes  terminou com Rogério Fernandes às vésperas do casamento, quando foram reveladas traições do ex-jogador de vôlei. Foram divulgados áudios na internet que comprovariam as puladas de cerca e Rogério diz que foi “maldade” divulgar esses áudios. Ele também diz que está entrando na Justiça contra Ivy.

Em entrevista à Quem, Rogério disse que está processando Ivy por danos morais. “Compartilhar áudios antigos de uma ‘suposta’ traição da minha parte, faltando poucos dias para o nosso casamento, foi de extrema maldade. Isso resultou em um cancelamento em massa na internet, sem nenhuma consideração”, diz.

O ex-jogador de vôlei ainda falou que também foi traído por Ivy e disse que a modelo se envolveu com uma pessoa comprometida. “Houve traição das duas partes. Não posso carregar uma única parcela de culpa, ainda mais agora que chegaram até mim evidências reais por meio de áudios e prints de uma traição dela enquanto estávamos casados, e o pior de tudo, envolvendo outra pessoa que também é comprometida”, fala.

Rogério disse que o vazamento dos áudios e a exposição das supostas traições o prejudicaram. “Passei por uma crise de pânico estarrecedora, fiquei dias e dias chorando, mas agora estou bem melhor”, conta.

Ivy também comentou o fim da relação em entrevista à Quem e disse que está se sentindo “leve e feliz” após o término. A modelo falou que ela e Rogério decidiram dar mais uma chance ao relacionamento quando ela saiu do “BBB 20” e foi quando decidiram se casar. “Acabou não acontecendo pela traição por parte dele. Tive acesso a todas as provas, recebi alguns áudios também de uma conversa dele com outra mulher, falando barbaridades ao meu respeito. Não tive estômago para dar continuidade no relacionamento”, explica.

Leia mais:  Pabllo Vittar anuncia que está noiva durante festa do "BBB 21": "Vou me casar"
Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

ENTRETENIMENTO

Gentili alfineta governo: “Pessoas morrendo e a prioridade é prender humorista”

Publicado


source
Danilo Gentili
Reprodução/Instagram/@danilogentili

Danilo Gentili

Danilo Gentili, apresentador do “The Noite” , alfinetou o atual governo e suas prioridades nesta quarta-feira (21). Em sua conta do Twitter, o humorista compartilhou uma notícia sobre si e apontou. “Pessoas morrendo em todo País – por incompetência de gestão e corrupção – e a prioridade da câmara é prender um humorista”.

Na notícia em questão, a informação em destaque é que os advogados da Câmara pediram ao ministro Alexandre de Moraes que a investigação contra Danilo Gentili permanecesse sob jurisdição do Supremo Tribunal Federal.

Na última semana, Augusto Aras, procurador-geral da República, também reforçou pedido para incluir Gentili no mesmo inquérito por “hostilizar a Presidência da República” por meio das redes. 

Entenda o caso

Todos os tuítes que colocaram Danilo Gentili  nesta saia justa são, em suma, críticas a Jair Bolsonaro (sem partido). Em ambos, a Câmara acredita que o apresentador do SBT incitou a violência. 

Você viu?

Em um dos tuítes, Gentili fez referência a uma fala de Bolsonaro. “Quem diz que só sai da cadeira de presidente morto é ditador. E ditador a gente sabe o que merece”, postou ele em abril de 2021.

Em janeiro do mesmo ano, ele publicou que “só acreditaria que esse País tem jeito se a população entrasse agora na câmara e socasse todo deputado que está nesse momento discutindo PEC de imunidade parlamentar”.

Leia mais:  Joelma sofre derrota parcial em disputa com Ximbinha



Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana