conecte-se conosco


MATO GROSSO

Acordo permitirá celeridade em investigações de crimes de corrupção em MT

Publicado


A Controladoria Geral da União (CGU) e a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), por intermédio da Polícia Judiciária Civil (PJC), assinaram o Acordo de Cooperação Técnica para compartilhamento de dados, informações, estudos, capacitações, sistemas informatizados, de modo a contribuir para a prevenção e o combate à corrupção. Mato Grosso é o terceiro estado em que a CGU passa a compartilhar o banco de dados com a Polícia Civil.

No documento assinado na tarde desta terça-feira (02.03), na Sesp, consta a troca de informações para facilitar investigações de crimes fazendários, combate aos crimes de desvios de recursos públicos tornando-as mais céleres. A cooperação vai permitir a troca de informações das áreas de inteligência, investigação e correição. Tanto os servidores do órgão federal quanto da PJC passarão por cursos, treinamentos, palestras que possam auxiliar na execução das atividades institucionais.  

Titular da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor), o delegado Eduardo Botelho destaca que a iniciativa é fundamental para que as investigações em que são necessários acesso a relatórios da Controladoria Geral da União.

“São crimes que envolvem verba pública, além disso vai possibilitar que a própria CGU nos encaminhe de ofício, auditorias fiscalizadas que constatem a violação de verba estadual e que possibilita a instalação de inquérito policial. Hoje não temos acesso a esses relatórios da CGU, uma das vantagens do sistema de cooperação é que eles nos possibilitarão o recebimento de oficio dessas auditorias que servirão como notícia-crime, uma peça de instauração de inquérito policial. Isso vai facilitar qualquer delegacia que possa vir a utilizar essas peças informativas em inquérito que tramita no estado”, explicou.

Para o superintendente da CGU/MT, Daniel Gontijo Motta, a parceria é fundamental para otimizar recursos tanto na Controladoria Geral da União quanto da Secretaria de Segurança Pública Estadual.

Leia mais:  Governo disponibiliza 10 leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa

“O objetivo dos nossos trabalhos são os mesmos, e temos um ganho enorme nesse aspecto, principalmente para CGU que é um órgão pequeno e que precisa atuar no estado todo, então com um apoio da Sesp, da Polícia Civil do estado, nos ajuda muito e para nós é fundamental. Nós temos uma perspectiva de troca de informações de base de dados para que consigamos ampliar ainda mais essa atuação, capacitações conjuntas nas unidades e troca de experiência, a gente quanto a essa parte, de contratação pública, combate à corrupção, temos uma expertise grande nisso, uma atuação junto com a Polícia Federal. A intenção desde de o começo é que pudéssemos trazer essa expertise para cá e trabalhos conjuntos tanto com a Polícia Civil quanto com a Controladoria Geral do Estado”, disse.

Integração é caminho sem volta

Para o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, a CGU é mais um órgão em que a Sesp buscou integrar para aumentar a eficiência. A Sesp também tem parcerias com a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, além de outros órgãos da União e do Estado.

“Integração é a palavra chave para fazer uma segurança melhor, a integração com os órgãos estaduais é muito boa é uma dinâmica do governador Mauro Mendes, ele passou para nós essa proximidade com os órgãos federais. Eu sou da Polícia Federal, conheço a capacidade no rol da CGU em matéria de investigação e para nós é muito bom trazer eles para perto da gente para que as investigações mais complexas fiquem mais fáceis”.

O delegado-geral da PJC, Mário Demerval Aravechia de Resende, comentou que o ganho de mais uma parceria será fundamental para a PJC. Há menos de um mês, a Polícia Civil firmou acordo de cooperação técnica com a Controladoria Geral do Estado (CGE) para acesso ao banco de dados do órgão.

Leia mais:  Governo inicia fase de terraplanagem na MT-220 em Porto dos Gaúchos

“Acreditamos que tanto a inteligência como outros setores de investigação da Polícia Civil terão trabalho facilitado, pois nós teremos acesso imediato a informações cruciais que favorecerão as investigações e assim o interesse público estará atendido”.  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Segunda-feira (19): Mato Grosso registra 344.792 casos e 9.168 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (19.04), 344.792 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.168 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1896 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 344.792 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 10.992 estão em isolamento domiciliar e 322.617 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 514 internações em UTIs públicas e 458 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 95,90% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (73.237), Rondonópolis (25.643), Várzea Grande (22.608), Sinop (18.139), Sorriso (12.336), Tangará da Serra (11.464), Lucas do Rio Verde (11.051), Primavera do Leste (9.807), Cáceres (7.364) e Alta Floresta (6.510).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 305.351 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 592 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No domingo (18), o Governo Federal confirmou o total de 13.943.071 casos da Covid-19 no Brasil e 373.335 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.900.091 casos da Covid-19 no Brasil e 371.678 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta segunda-feira (19).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Leia mais:  Governo disponibiliza 10 leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo disponibiliza 10 leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa

Publicado


O Governo de Mato Grosso abriu mais dez leitos de UTI no Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá. Com a ampliação, a unidade passa a contar com o total de 60 leitos de Terapia Intensiva para o atendimento de pacientes com coronavírus. 

O Hospital Estadual atua como uma unidade de referência para o tratamento da Covid-19 em Mato Grosso e já tinha ampliado 20 leitos intensivos em março. 

As dez novas vagas integram os 608 leitos de Terapia Intensiva do Sistema Único de Saúde (SUS), que estão em funcionamento em Mato Grosso e configuram com 95% de ocupação.

Essas ampliações fazem parte do pacote de enfrentamento à Covid-19, anunciado em março pelo Governo de Mato Grosso. O trabalho da gestão estadual faz parte de uma força-tarefa, junto aos Poderes e municípios, para garantir o atendimento à população e salvar vidas.

Ação em parceria com Prefeituras

O Governo de Mato Grosso anunciou a ampliação de 160 leitos de Terapia Intensiva em 14 municípios do estado. A ação custará cerca de R$ 9 milhões por mês à gestão estadual e contempla hospitais estaduais e municipais. Somente entre março e abril, foram abertas cerca de 97 novas vagas de UTI.

A gestão da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) informa que as ampliações consideram as propostas encaminhadas oficialmente pelas Prefeituras ao Governo do Estado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Unemat é pioneira na oferta de curso superior específico para indígenas na America Latina
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana