conecte-se conosco


MATO GROSSO

Theatro Fúria circula por cidades de MT com laboratório de “desanestesiar” sentidos

Publicado


Será que você está vendo sua cidade com a percepção que ela, mas sobretudo você merece? Um projeto de intervenção urbana que dialoga com as artes cênicas e o patrimônio histórico e cultural de quatro cidades de Mato Grosso pretende mudar a maneira como você enxerga o mundo.

Como? Conduzindo os participantes por um exercício contínuo de “desanestesiar” os sentidos. Idealizado pelo Theatro Fúria, o “Laboratório Prático do Desanestesiamento dos Sentidos” começa em Chapada dos Guimarães, onde será realizado entre os dias 19 e 21 de fevereiro.

Na sequência, desembarcam em Cáceres, onde ficam entre os dias 5 e 7 de março. No mesmo mês, de 19 a 21 estarão em Cuiabá e por fim, chegam a Poconé, onde o projeto será realizado entre os dias 26 e 28 de março. Para se inscrever, basta acessar o site do Theatro Fúria (www.theatrofuria.com).

A oficina para “desanestesiar” os sentidos é gratuita e voltada ao público adulto e profissionais de várias áreas do patrimônio, como historiadores, arquitetos, guias e sociólogos, por exemplo.

A idealizadora do projeto, Carolina Argenta que atua ao lado de Péricles Anarckos no Theatro Fúria – ambos são diretores e atores de teatro – conta que ele foi realizado experimentalmente nos anos de 2019 – com alunos da MT Escola de Teatro – e em 2020, foi aprimorado no projeto de residência artística Arvinte. O patrimônio histórico de Parnaíba, no Piauí, também foi cenário de imersão.   

Ela explica que para compor a rota de circulação foram escolhidas cidades que possuem riqueza histórico-patrimonial. “E além disso, onde sabemos que há interesse em roteiro cultural”. Segundo Carolina Argenta, ao longo do trajeto programado para cada cidade, os participantes são estimulados a se integrar ao cenário, despertando a autoestima e identificação com o local onde se habita.

Leia mais:  Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 246.469 casos e 5.716 óbitos

“Nas primeiras duas imersões, ao final, nos surpreendemos com relatos de ‘redescobertas’. Somos educados e treinados desde a infância para anestesiar os nossos sentidos e empobrecer as nossas percepções em relação ao mundo que vivemos e a nós próprios. É isso que o laboratório quer mudar”.

Péricles reforça que mais do que um laboratório de experiência visando as sugestões de exercícios diários para readquirir os nossos sentidos perdidos, este é um laboratório prático.

“Parece muito sensorial, mas ao explorar a arquitetura e ecologia urbana, a história do local, seus personagens mais marcantes e as pessoas que o habitam, nossos sentidos ficam em alerta. Percebemos que podemos deixar de ser ‘forasteiros’ na nossa própria cidade”. Na condução dos participantes a dupla do Theatro Fúria respeita a cultura local e o ponto de vista pessoal de cada participante, que eles preferem chamar “intercambiador”.

“O Laboratório Prático do Desanestesiamento dos Sentidos é uma ferramenta preciosa para formar o que o Theatro Fúria chama de Desenvolvimento das Bolhas Afetivas. Não com a intenção de separar, mas de proteger. Não se escondendo das turbulências, mas percebendo as existências”.

Começa com uma palestra a respeito do anestesiamento dos sentidos, – especialmente os da visão e o da audição – como isso acontece, quando e porquê. Na sequência, os participantes vão para a rua para experimentar modos de como desanestesiar os sentidos perdidos. Um documentário registra os “encontros”.    

A nova fase do projeto foi selecionada no edital MT Nascentes do Governo de Mato Grosso por meio de sua Secretaria de Estado de Cultura, Esportes, e Lazer (Secel-MT) com recursos da Lei Aldir Blanc, implementada pelo Governo Federal via Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Leia mais:  Governador prorroga novamente o vencimento do IPVA em Mato Grosso; confira as datas

“O projeto de circulação amplia o alcance dos recursos, contemplando ainda mais mato-grossenses com atividade de formação gratuita e neste caso, que podem incluir ainda, pessoas interessadas em roteiro turístico. As cidades vão se agitar com a chegada do Theatro Fúria”, diverte-se o secretário estadual, Beto Machado.

Integram a equipe do projeto, Juliana Queiroz (fotografia), Ana Carolina de Mello (cinegrafista) e João Régis (edição de vídeo).

Serviço

Laboratório Prático do Desanestesiamento dos Sentidos

Locais de circulação: Chapada dos Guimarães:  19 a 21 de fevereiro | Cáceres: 5 a 7 de março | Cuiabá: 19 a 21 de março | Poconé: 26 e 28 de março

Mais informações: (65) 99234-2065 | www.facebook.com/theatrofuria | instagram.com/theatrofuria

Inscrições: www.theatrofuria.com

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado notifica órgãos de controle sobre bloqueio de UTIs no Pronto Socorro de Cuiabá

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público Estadual e Federal sobre o bloqueio de 38 leitos de Terapia Intensiva para o tratamento da Covid-19 no Hospital e Pronto Socorro Municipal da capital.

O Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá conta com 95 leitos de UTI pactuados, mas apenas 57 vagas estão disponíveis para a regulação – sendo que 56 já estão ocupadas nesta quarta-feira (24.02). O fato leva ao descumprimento do Plano de Contingência Municipal e Estadual e do Termo de Compromisso Emergencial, firmado junto ao Tribunal de Contas.

Dos 38 leitos indisponíveis, 23 estão na ala adulto e 15 na ala pediátrica. Conforme o relatório da supervisão, o bloqueio se dá por falta de medicamentos e falta de médico cirurgião pediátrico.

O bloqueio do alto número de leitos de Terapia Intensiva impacta diretamente na taxa de ocupação hospitalar das UTIs pactuadas pela rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso. Nesta quarta-feira (24.02), foi registrada a ocupação de 81,44% dos leitos para adultos, mas no dia anterior era de 72,85%.

Também é importante ressaltar que os leitos de enfermaria do Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá registram 26% de ocupação, enquanto as enfermarias dos Hospitais Metropolitano e Santa Casa, também da Baixada Cuiabana, registram 81% e 58% respectivamente.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sede do Procon-MT em Cuiabá suspende atendimento presencial nesta quinta e sexta-feira (25 e 26)
Continue lendo

MATO GROSSO

Mato Grosso recebe 11,8 mil doses da CoronaVac nesta quinta-feira (25)

Publicado


Uma nova remessa da vacina CoronaVac chegará em Mato Grosso às 10h desta quinta-feira (25.02) no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por um voo da Azul. De acordo com o Ministério da Saúde, a previsão é de que cheguem 11,8 mil doses para a imunização dos grupos da primeira fase da Campanha de Vacinação contra a Covid-19.

As unidades desta nova remessa serão utilizadas somente como segunda aplicação. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Na manhã desta quarta-feira (24.02), o estado também recebeu 21 mil doses da vacina AstraZeneca. Até o momento, já foram recebidas 212.760 mil doses de imunizantes contra a Covid-19 em Mato Grosso.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 246.469 casos e 5.716 óbitos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana