conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Rejeição a Bolsonaro cresce 7 pontos e bate 48%; diz pesquisa

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Ethel Rudnitzki, Laura Scofield

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Pesquisa de opinião divulgada pelo Poder360 nesta quarta-feira (17) mostra que a gestão de Jair Bolsonaro como presidente é considerada como ‘ruim ou péssima’ para 48% da população.

A avaliação negativa do presidente cresceu 7 pontos percentuais em comparação a última pesquisa, divulgada no dia 3 de fevereiro. Bolsonaro não recebia uma rejeição tão alta desde junho de 2020, quando repetiu os mesmos 48%.

Por outro lado, 31% dos entrevistados classificam a gestão do chefe do executivo como ‘ótima ou boa’. O número fica na margem de erro em comparação a pesquisa anterior, quando ficou em 33%.

O aumento da rejeição e a estagnação de Bolsonaro vem em momento onde não há definição acerca do auxílio emergencial . O valor que deverá ser menor do que o destinado durante o ano passado, voltará em março, segundo o presidente.

Além disso, há toda a problemática envolvendo a vacinação contra a Covid-19 no país. Diversas capitais anunciaram suspensão na campanha de vacinação devido à falta de doses.

Confira os resultados:

  • 48% – ruim/péssimo
  • 31% – ótimo/bom
  • 18% – regular
  • 3% – não sabe

A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 17 de fevereiro. 2500 pessoas, das 27 unidades da federação responderam às perguntas via telefone.

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo anuncia cerca de 29 milhões de doses da vacina contra a covid-19
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

“Sergio Moro nunca poderia ter julgado Lula”, diz Gleisi Hoffmann

Publicado


source
Gleisi Hoffmann publicou em seu perfil nas redes sociais
Reprodução/Facebook

Gleisi Hoffmann publicou em seu perfil nas redes sociais

A deputada federal e presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) Gleisi Hoffmann disse que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), “reconheceu com cinco anos de atraso, que Sergio Moro nunca poderia ter julgado Lula “, em seu perfil do Twitter. Na tarde desta segunda-feira (08),  Fachin anulou todas as condenações do ex-presidente Lula no âmbito da Operação Lava Jato , o tornando elegível para participar de eleições para cargos públicos.


*Esta matéria está em atualização

Comentários Facebook
Leia mais:  Doria atribui protestos em SP à influência do "gabinete do ódio"
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Governo anuncia cerca de 29 milhões de doses da vacina contra a covid-19

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Carolina Antunes/PR

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Nesta segunda-feira (08), o presidente da República, Jair Bolsonaro , esteve em reunião com a empresa  Pzifer , com o propósito de garantir mais doses da vacina para o Brasil. Com o país passando pelo seu pior momento desde o início da pandemia, com vários estados entrando com seus sistemas de saúde em colapso, cerca de 29 milhões de doses foram garantidas para os próximos dias. 

Em suas redes sociais, Bolsonaro postou trecho do agradecimento a Pzifer, dizendo que a empresa é importante mundialmente e que ajudará o país em momento “agressivo” em que vírus avança em território brasileiro

Também usou suas redes sociais para compartilhar um vídeo da TV BrasilGov em que é ressaltado que a compra das vacinas continua.  São previstas cerca de 29 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus ao longo dessas semanas. 

O laboratório Moderna, confirmou ao Ministério da Saúde, que poderiam entregar remessa de 13 milhões de doses ao Brasil ainda em 2021. O governo federal também assinou com o laboratório Precisa Medicamentos, para a produção de 20 milhões de doses da vacina indiana Covaxin, da Biontech. 8 milhões de doses devem ser entregues ainda neste mês. 

Leia mais:  "Sergio Moro nunca poderia ter julgado Lula", diz Gleisi Hoffmann

Até o final de março, cerca de 22,7 milhões de doses da Vacina Sinovac, do Instituto Butantan devem ser entregues ao Ministério da Saúde. Só nesta semana, serão entregues cerca de 2,6 milhões de doses para serem distribuídas proporcionalmente para os Estados e Distrito Federal. 

Já a Fiocruz, deve entregar aproximadamente 3,8 milhões de doses da vacina  AstraZeneca/Oxford também em março. Este será o primeiro lote produzido aqui no Brasil, com material importado. Também é esperado cerca de 2,9 milhões de doses da Covax. 

E por pedidos do ministro da Educação, Milton Ribeiro, ao comitê de crise, que monitora o impacto do novo coronavírus no país, os professores e outros profissionais da educação foram adicionados ao grupo prioritário para a vacinação contra a covid-19. Aqueles que trabalharem com as primeiras séries de ensino, terão preferência. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana