conecte-se conosco


MATO GROSSO

Projeto oferece oficinas gratuitas de música para crianças haitianas

Publicado


Com a proposta de levar alegria, educação e cultura para crianças estrangeiras que foram retiradas do seu ambiente de convívio natural ao migrar para o Brasil, o projeto Aculturação Musical oferece oficinas gratuitas de música a crianças haitianas com idade entre 7 e 10 anos.  A ação foi contemplada no edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e iniciou suas atividades no último fim de semana.

As oficinas acontecem na nova sede principal do Instituto Ciranda – Música e Cidadania, que fica no bairro Areão, em Cuiabá. Durante dois meses, a garotada vai conhecer os instrumentos de orquestra, aprender a tocar a flauta doce e a realizar práticas musicalizadoras.

Como produto final, no encerramento das atividades está planejada uma mostra musical com o repertório selecionado no próprio local das aulas. Ainda será criado um catálogo contendo os registros fotográficos de cada fase do projeto, com a finalidade de ilustrar o progresso dentro do processo de ensino-aprendizagem em espaços não formais, dentre outros aspectos sociais e culturais dos membros atuantes, envolvendo todas as etapas. 

As crianças poderão levar as flautas doce para seus respectivos lares, com o intuito de semear o hábito do estudo. Ao final, os instrumentos ficarão como presente aos participantes para a continuidade do aprendizado musical. Cada família também terá direito ao catálogo de registro da ação.

Antes do início das oficinas, os organizadores se reuniram com as famílias dos participantes e representantes da Associação dos Haitianos

Antes do início das oficinas, houve reuniões com as famílias dos participantes e representantes da Associação dos Haitianos 

O projeto conta ainda com a parceria da Associação de Defesa dos Haitianos Imigrantes e Migrantes em Mato Grosso e do reconhecido projeto de ensino musical, Instituto Ciranda – Música e Cidadania. 

É do Instituto a equipe pedagógica e técnica das atividades, com a atuação de Murilo Alves, atual presidente e regente da Orquestra Sinfônica CirandaMundo, Jéssica Gubert, diretora de desenvolvimento constitucional, Yndira Villarroel, coordenadora pedagógica e professora de cordas e, na área de fotografia e design, Fred Gustavos. 

Leia mais:  Novo comandante do 7º Batalhão da PM em Rosário Oeste assume nesta quinta-feira

Com aulas uma vez por semana, os grupos são reduzidos e seguem as regras sanitárias de prevenção à Covid-19, como distanciamento social, uso de máscara e álcool gel. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Escola Plena aposta em gincana digital para motivar estudantes

Publicado


Gincana digital com games educativos, reunião com pais e retomada do Projeto Escola para a Vida marcaram o início do ano letivo na Escola Plena Antônio Epaminondas (EPA), no bairro Lixeira, em Cuiabá. As duas primeiras semanas de aula começaram com o tradicional acolhimento e mostrando as novidades para os alunos iniciarem os estudos com motivação.

O foco da gincana foi criar um espaço de aprendizagem divertido, buscando o desenvolvimento de habilidades cognitivas.

A professora orientadora de área, Deborah Moreira, destaca que a unidade escolar vem primando pelo desenvolvimento integral dos estudantes e apostando no desenvolvimento de competências socioemocionais (habilidades que nos permite lidar com nossas emoções durante os desafios cotidianos).

A equipe gestora iniciou o ano letivo com uma reunião com pais ou responsáveis para apresentar as propostas e sensibilizar os familiares sobre a importância do Projeto Escola para a Vida, que busca o desenvolvimento socioemocional dos estudantes.

“É importante o engajamento da família no processo educativo para obtermos maior sucesso nas ações escolares. Por isso, começamos com uma reunião geral com a comunidade escolar”, frisa.

A professora lembra que desde o ano passado a EE Antônio Epaminondas vem primando pelo desenvolvimento de atividades e ações que trabalhem as competências cognitivas e socioemocionais.

A nova diretora, Priscila Tavares, tem dado todo respaldo para que os professores desenvolvam o projeto. No entendimento da gestora, a educação do século XXI deve preparar o estudante para o mundo contemporâneo, que é complexo e exige tanto habilidades cognitivas quanto socioemocionais.

“A educação é feita por todos os atores, pais, alunos professores, comunidade escolar. E para que de fato possa acontecer é necessário a participação da família em todas as etapas da vida dos estudantes”, ressalta. 

Leia mais:  Estado notifica órgãos de controle sobre bloqueio de UTIs no Pronto Socorro de Cuiabá

A diretora lembra que quando o aluno percebe a presença e o interesse dos pais por aquilo que eles fazem se sente mais seguros e responsáveis, apresentando como resposta um bom desempenho escolar.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Mudanças na educação prisional visam melhorar gestão e parte pedagógica

Publicado


A educação no sistema prisional, na modalidade Jovens e Adultos (EJA), passa por reorganização neste ano, por determinação da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT), com o objetivo de promover melhorias na gestão e, principalmente, na parte pedagógica.

A Escola Estadual Nova Chance concentrava o atendimento à EJA em Cuiabá. Com a mudança, a gestão do ensino aos reeducandos, que ocorre em salas anexas em 42 unidades prisionais, de 37 municípios, passa a ser de escolas estaduais referência nessas localidades.

Mais de 120  professores estão atribuídos e aproximadamente dois mil alunos já estão matriculados para as aulas, que estão previstas para começarem na segunda semana de março, segundo a Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos (COEJA) da Seduc-MT.

“As unidades escolares que farão esse atendimento já foram orientadas e já foram tramitadas as matrizes curriculares, que é onde estão inseridas as disciplinas que esses alunos vão estudar. Estamos também enviando orientativos sobre esse atendimento para todas as unidades escolares referência”, disse Raquel Dias dos Santos, assessora técnica pedagógica da Seduc-MT.

As escolas referência em questão são unidades de ensino regulares, não sendo específicas para o EJA no sistema prisional, porém, os servidores que atuarão nesse segmento serão devidamente capacitados tanto pela Seduc quanto pela Sesp, com formação específica.

“Os alunos apresentavam certificado de conclusão do Ensino Médio da Escola Estadual Nova Chance e as pessoas já diziam: ‘Esse veio do sistema prisional’. Um dos fatores levado em consideração foi esse e com essa nova forma de atendimento, o estudante será matriculado em uma escola regular onde os servidores terão formação específica. A ideia é tirar o estigma negativo que esses alunos tinham”, explicou Raquel, que é professora referência em educação prisional no Estado.

Leia mais:  Mudanças na educação prisional visam melhorar gestão e parte pedagógica

O material para o sistema prisional é específico e elaborado pelos professores, sendo posteriormente impressos pelas escolas.

Diálogo Inaugural

Nos dias 2 e 3 de março, professores e diretores de unidades escolares e prisional participarão do Diálogo Inaugural sobre Educação no Sistema Prisional, realizado pela Seduc-MT e Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT). Durante o encontro, será explicado como funciona o sistema e os participantes poderão ter as dúvidas esclarecidas.

As tratativas dessa nova organização estão ocorrendo com frequência entre a Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos da Seduc-MT e o Núcleo de Educação nas Prisões (NEP) da Sesp-MT.

O evento será feito de forma online, por medida de biossegurança contra a Covid-19.  As inscrições serão feitas ser feitas via internet. O NEP e a COEJA enviarão o link aos diretores escolares e unidades e orientações para inscrição.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana