conecte-se conosco


CUIABÁ

Prefeitura de Cuiabá integra nova diretoria eleita do Coegemas para o biênio 2021/2023

Publicado


Vicente Aquino

Clique para ampliar

Por unanimidade, a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira,  é a vice-presidente da nova diretoria do Colegiado Estadual de Gestores Municipais da Assistência Social- Coegemas para o biênio 2021/2023. A eleição foi realizada na quarta-feira (17), na sala de reuniões da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM).

O Coegemas – Mato Grosso tem como finalidade a luta pela autonomia dos municípios, além de congregar os gestores municipais de Assistência Social, funcionando como órgão permanente de intercâmbio de experiência social a nível estadual.

“Nesse momento de desconstrução da política de assistência social que vem acontecendo em nível nacional, é importante que Cuiabá ocupe todos os espaços de discussões de forma atuante a fim de buscar melhorias não só para a política de assistência social como também para todos os municípios de Mato Grosso, disse a secretária Hellen Ferreira.

Eleita como presidente, Jucélia Gonçalves Ferro agradeceu a Deus pela oportunidade e a todos da diretoria composta por representantes de todos os municípios que acreditaram nosso trabalho voltado para a assistência social. Parabenizo todas as gestões anteriores que fizeram um excelente trabalho.

“Em nossa diretoria, iremos incluir todos os polos para que todos sejam representados. Temos como meta um diálogo aberto, sincero e respeitoso junto ao governo.  Queremos a união entre todos, discutir as diretrizes da assistência e fortalecer o SUAS no âmbito geral. Acredito muito que debates inteligentes, abertos e verdadeiros nos ajudam avançar em todas as esferas”, assegurou a presidente eleita.

Após a eleição da nova diretoria, foram escolhidos os gestores que irão representar a entidade na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) do Governo do Estado.

Leia mais:  Prefeito lamenta morte de ex-presidente do Banco do Estado de Mato Grosso

A nova diretoria é composta por representantes dos seguintes municípios:  

Presidente (Sorriso) – Jucélia Gonçalves Ferro; Vice-presidente (Cuiabá) – Hellen Janayna Ferreira de Jesus; Secretária geral (Sinop) – Scheila Pedroso da Silva; 1º secretário (Feliz Natal) – Thaís de Souza Costa Nicaretta; 2º secretário (Santo Antônio de Leverger) – Tayane Augusta Araújo de Andrade; (Tesoureiro). De Juína, Alessandro Barbosa; 1º tesoureiro (Juruena) – Celia Aparecida Neto Ramos; 2º tesoureiro (Nova Olímpia) Marcos Antônio dos Santos Lima; 1º conselho fiscal (Paranatinga) – Fátima Rosane Ritter Pereira; 2º conselho fiscal (Água Boa), Juliana Rosa de Souza Kolankiewicz.

Já o 3º conselho fiscal (Araguaiana) – Géssica Kamilla Vieira Luz; 1º suplente conselho fiscal  (Marcelândia) – Cristiane Bulgarelli Padovani; 2º suplente conselho fiscal (Pedra Preta), Míriam Santana Orlato e 3º suplente conselho (Cocalinho) Haiane Morenna Martins Ribeiro Aguiar. 

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Secretarias da Mulher, Turismo e Assistência Social trabalham em regime de revezamento por medidas de biossegurança

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

As secretarias municipais de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Turismo e Mulher aderiram ao sistema de revezamento de trabalho a fim de reduzir o número de servidores em circulação a partir desta quinta-feira (04). De acordo com a escala, 50% trabalha no período matutino e 50% no período vespertino.

Essa medida está prevista no decreto municipal de nº 8.340/2021 sancionado pelo prefeito Emanuel Pinheiro a fim de evitar maior propagação da Covid- 19 e é válida até o dia 21 de março. Com essa nova sistemática, o atendimento presencial não será afetado, sendo mantida todas as normas de biossegurança como forma de prevenção ao coronavírus em casos de extrema necessidade.

Em relação a Secretaria de Assistência Social, que já mantém suspensa as atividades coletivas desde março do ano passado, nas unidades descentralizadas, permanece a presença de servidores plantonistas para atender as demandas sugeridas pela população. “Essa é uma prática que já vem sendo aplicada e está dando certo. Grupos virtuais foram formados a fim de manter o contato com os assistidos”, disse a secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

No que diz respeito às atividades prestadas pela Secretaria da Mulher, principalmente nesse mês de março, em que estão sendo desenvolvidas ações especiais em comemoração ao Dia Internacional, 08 de março, antes mesmo desse novo decreto, a programação já foi organizada com atividades on line. “Sabemos que estamos vivendo num momento de pandemia do coronavírus, no entanto, os temas que são trabalhados pela Pasta são muito importantes, por isso que buscamos a melhor alternativas a fim de dar continuidade aos trabalhos”, ressaltou a secretaria municipal da Mulher, Luciana Zamproni.

Leia mais:  Projeto abre inscrições para capacitar empreendedoras negras de Cuiabá

Quanto ao Turismo, a secretária responsável pela pasta, Iracilda Campos informou que a rotina que vinha sendo desenvolvida será mantida. Reuniões sem aglomerações de pessoas, visitas técnicas seguindo todas as normas de biossegurança, entre outros. “A pasta do Turismo está em pleno desenvolvimento. No entanto, temos que nos atentar para o problema dessa doença para manter a saúde e a segurança dos nossos servidores e parceiros”, declarou.

Para maiores informações, reclamações e ou sugestões, os contatos podem ser feitos por telefone ou via e-mail.

Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência: (65) 3645-6803-  [email protected]

Secretaria Municipal da Mulher: (65) 99304-6119- [email protected]

Secretaria Municipal de Turismo: (65)3645-6224 [email protected]

 

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Projeto abre inscrições para capacitar empreendedoras negras de Cuiabá

Publicado


Estão abertas as inscrições gratuitas do projeto “Potências Negras de Cuiabá: estratégias femininas – Passado e Presente”, financiado pela Lei Aldir Blanc, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer. Serão seis encontros, com palestras, debates e oficinas, entre os dias 08 e 13 de março, sempre às 19h e de maneira virtual para ensinar mulheres a atuarem e administrarem seus negócios. O público alvo são mulheres negras, empreendedoras, atuantes na sociedade cuiabana, que tiveram e têm dificuldades em gerir os seus negócios neste cenário de pandemia da Covid-19.

Esta é uma ação cultural que busca, por meio do resgate das heranças culturais e históricas deixadas pelas pretas quituteiras e proprietárias das tabernas do centro histórico de Cuiabá (MT), fortalecer e reestruturar as redes culturais e produtivas das empreendedoras negras no presente.

E dentre elas existe a historiadora e economista, Evanilda Maria Ramos dos Santos, a “Tina”, uma das palestrantes, que também será homenageada pelo importante trabalho de educação financeira que desenvolve nas periferias de Cuiabá e Várzea Grande, para promover a independência de mulheres.

Tina é do Fórum Estadual de Mulheres Negras, com sede em Cuiabá, e a partir do projeto de educação financeira ela começou a criar parcerias, sem qualquer repasse de dinheiro, e conseguiu uma estrutura de psicóloga, fisioterapeuta e nutricionista, para mulheres, principalmente aquelas que são vítimas de violência. Tudo isso na área de sua casa, pois não havia outro lugar, fornecendo até alimentação com produtos da horta criada no local.

“O Potências Negras é um projeto pensado para apresentar e trazer visibilidade social ao empreendedorismo das mulheres negras que valorizam os saberes ancestrais, bem como estratégias desses saberes na gestão cultural de seus negócios. Promovendo independência, valorização de autoestima, geração de emprego e renda, e, sobretudo, em um movimento cultural antirracista”, destaca a historiadora, mediadora e produtora do projeto, Silviane Ramos.

Leia mais:  Veja como fica o funcionamento na Secretaria de Fazenda após medidas de reforço na biossegurança

Silviane é mestre em História, pela Universidade Federal de Mato Grosso, e doutora em Sociologia, pela Universidade Federal de São Carlos. Também é ativista das mulheres negras e empreendedoras culturais, sendo a primeira mulher a empreender um quilombo urbano na capital mato-grossense.

Foi conselheira Nacional do Patrimônio Imaterial e tem longa carreira no que tange a preservação das festas de santos e outros desdobramentos do patrimônio imaterial. Fez diversos cursos no âmbito da cultura, sobretudo quilombola e é militante fundadora de diversas entidades estaduais acerca das manifestações negras como: Fórum Estadual de Mulheres Negras, Coletivo Herdeiras do Quariterê e Coletivo Maria Taquara.

Além de Silviane, Tina e da proponente do projeto Potências Negras de Cuiabá, Letícia Oliveira, os encontros serão fomentados por um grupo de mulheres de grande representatividade, entre historiadoras, educadoras e cientistas sociais, bem como advogada, economista e ilustradora.

PROGRAMAÇÃO

A mediação das oficinas será feita pela proponente Letícia Oliveira, mestre em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2020), e que atua como produtora de ações culturais junto com a população negra e quilombola do Estado de Mato Grosso. Centra seus estudos e projetos, especialmente, nas manifestações culturais e religiosas afro-brasileiras, patrimônio e memória da diáspora africana.

O projeto começa no Dia Internacional da Mulher (08.03), com o tema “Os sentidos femininos de empreender”, onde as historiadoras Silviane Ramos e Joana Oliveira vão debater “Quem empreende cultura ancestral?”.

O segundo encontro (09.03) traz “Evidências e heranças no centro histórico de Cuiabá”. Com a palestra: “O que ensinam nossas ancestrais? Mulheres negras e atuantes na sociedade cuiabana dos séculos passados”, por Silviane Ramos e a ilustradora e historiadora, Cristina Soares.

Na quarta-feira (10.03) é a vez da assistente social, Elis Regina Prates, e da Tina com o tema “Aprendendo como as nossas ancestrais”, e mediação por Silviane Ramos. Também haverá um ciclo de oficinas ensinando mulheres a atuarem e administrarem em seus negócios.

Leia mais:  Secretaria de Educação suspende temporariamente os procedimentos administrativos relacionados ao Concurso Público e Processo Seletivo Simplificado

No dia 11 de março, o encontro traz o tema “Apropriando-se das estratégias negras”, com um ciclo de oficinas ensinando mulheres a atuarem e administrarem em seus negócios, pela advogada Naryanne Ramos e a historiadora Silviane Ramos.

“Você mulher negra, você mulher potência, venha participar desta roda de conversa e importante debate para o empreendedorismo e a valorização ancestral”, convida Letícia Oliveira.

SERVIÇO

As inscrições são gratuitas, destinadas aos interessados com idade a partir dos 18 anos, e devem ser feitas pelo e-mail [email protected]. Os encontros acontecerão de forma virtual, com transmissão ao vivo pela página do Facebook, “Potências Negras de Cuiabá”, sempre às 19h.

Ao final, quem concluir com 75% de presença, ganhará o certificado de seis horas, que será enviado de forma digital, por e-mail. Mais informações pelo Instagram @potencias_negras_de_cuiaba.

*Com informações da assessoria

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana