conecte-se conosco


CUIABÁ

Polo de vacinação contra a Covid-19, dispõe de leitos, setor para descanso e monitoramento de pacientes

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Luiz Alves/ Secom

A estrutura montada no Centro de Eventos do Pantanal, local onde ocorre a campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar” contra a Covid-19”, tem sido bastante elogiada pelos pacientes que estão sendo atendidos no local para receber o imunizante. Um dos principais elogios é referente ao setor de descanso e monitoramento pós-vacina, onde as pessoas que se vacina, precisam esperar cerca de 30 minutos, caso ocorra qualquer tipo de reação adversa ao imunizante, receba um atendimento rápido.

Além disso, o local tem disponibilizadas 11 mesas para aplicação da vacina. Profissionais da Vigilância Epidemiológica estão monitorando as temperaturas das caixas térmicas que ficam nessas mesas dos aplicadores da vacina. A temperatura não pode ser menor que 2 graus e maior que 8 graus. A ala de vacinação fica ao lado da câmara fria, que tem acesso restrito, onde ficam armazenadas as doses da vacina e todos os insumos necessários para aplicação (seringas e agulhas) por dia.

Ao todo o polo central de vacinação conta com seis leitos de retaguarda e equipe de emergência com ambulância. A estrutura também dispõe de ambulâncias, caso haja necessidade de pronto-atendimento e encaminhamento para uma unidade hospitalar. “Reação é uma coisa rara, mas, como é uma vacina nova, a gente precisa manter esse protocolo recomendado na bula”, afirma a supervisora da campanha de vacinação e gerente da Vigilância Epidemiológica de Cuiabá, Flávia Guimarães.

Vale lembrar que com o início da vacinação dos idosos, a estrutura foi separada, para receber os profissionais da saúde e a classe da “melhor idade” em alas separadas, para evitar qualquer exposição ao vírus, além de facilitar a entrada do grupo de idosos cadeirantes e os que usam andadores por meio de rampa.

Leia mais:  Secretaria de Educação publica edital de retificação para o cargo de pedagogo da Regional Oeste

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirma que em todas as etapas do atendimento, a pessoa é orientada sobre a necessidade de duas semanas após receber a primeira dose, faça o agendamento e retorne para tomar a segunda dose da vacina, pois somente assim é concluído o processo de imunização contra a Covid-19.

Cuiabá já imunizou pouco mais de 20 mil pessoas contra o coronavírus. O agendamento continua sendo através do site https://vacina.cuiaba.mt.gov.br/ para os trabalhadores da saúde e os idosos com 85 anos ou mais.

CONFIRA O PASSO A PASSO DA VACINAÇÃO DOS IDOSOS:

-Entre no site www.cuiaba.mt.gov.br e clique no banner do “Vacina Cuiabá”;

-Clique em PRÉ CADASTRO;

-Clique em ACEITAR E CONTINUAR;

-No campo TIPO DE DOSE escolha PRIMEIRA DOSE e clique em PRÓXIMO PASSO;

-No campo GRUPO DE RISCO escolher IDOSOS (ACIMA DE 85 ANOS) e clique em PRÓXIMO PASSO;

-Preencha todos os dados que estão marcados com * (no campo INFORME SUA PROFISSÃO, pode escrever a profissão que desempenhava ou escrever aposentado/aposentada);

-Clique em enviar cadastro;

-No campo AGENDAR SUA TRIAGEM  selecione a data e o horário e clique em SOLICITAR AGENDA;

-Os idosos não precisam imprimir o QR CODE. Ao se dirigirem ao Centro de Eventos devem levar documento com foto.

IMPORTANTE: Em caso de erro durante o agendamento, a pessoa deve mandar um email para o endereço [email protected] pedindo o cancelamento do agendamento. Após receber o email com a confirmação do cancelamento, a pessoa poderá fazer um novo agendamento.

OBSERVAÇÃO: No ato de agendamento, caso não apareça a data e o horário na tela AGENDAR SUA TRIAGEM é porque a agenda do dia já está lotada. Neste caso é necessário fazer o agendamento no dia seguinte.

SÓ PESSOAS A PARTIR DE 85 ANOS SERÃO VACINADAS. AGENDAMENTOS DE PESSOAS COM MENOS DE 85 ANOS OU DE PESSOAS QUE NÃO INFORMARAM A IDADE SERÃO CANCELADAS.

Leia mais:  Prefeito Emanuel Pinheiro e a secretária de Educação lamentam o falecimento de servidor

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Por medidas de Biossegurança, Procuradoria reforça disponibilidade de atendimento via WhatsApp

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A fim evitar aglomerações e a propagação da Covid-19, a Procuradoria-Fiscal do Município de Cuiabá (PGM) reforça que os canais de atendimento online continuam disponíveis, através de e-mail e WhatsApp.

Os atendimentos serão realizados através do endereço eletrônico refis.cuiaba.mt.gov.br e por meio do atendimento virtual via WhatsApp pelos números funcionais (65) 99251-3390/ (65) 99223-6668 e (65) 98448-5830, e ainda pelo endereço de e-mail [email protected].

De acordo com a procuradora-geral Juliette Caldas Migueis, a medida já existia, no entanto, devido a pandemia do coronavírus, pede que os contribuintes optem mais pelo atendimento virtual. “A gente sabe que o vírus ainda está aí, a pandemia não acabou e estamos buscando uma melhor forma de atender a população sem risco de uma possível disseminação do vírus. Queremos proteger os nossos servidores e a população como um todo. Basicamente tudo que é feito aqui pode ser feito da mesma maneira virtual”, disse.

Ressalta ainda que através do site, será realizado apenas simulação e acordo de débitos nos termos da Lei 6.399-2019 – Mutirão Fiscal, ao que se refere aos fatos geradores vencidos até 31/12/2018.

Por meio do WhatsApp e e-mail, os contribuintes podem realizar emissões de certidões imobiliárias e débitos gerais, emissão de guias, emissão de extratos, parcelamento de débitos inscritos em Dívida Ativa, emissão de Carta de Anuência (débitos protestados), consulta em relação aos requerimentos administrativos, dúvidas e demais orientações.

Lembrando que o atendimento continua sendo feito normalmente no Prédio da Procuradoria Fiscal do Município, na Rua Anibal da Mata, Nº 135, no Bairro Duque de Caxias, bem como no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), localizado na Rua Barão de Melgaço, Nº 3814, centro – das 8h às 17h.

Leia mais:  Secretaria de Educação publica edital de retificação para o cargo de pedagogo da Regional Oeste

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

A vitória das mulheres nas urnas em 2020

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

Quando falamos nas conquistas dos direitos femininos não imaginamos que uma delas aconteceu recentemente sob o ponto de vista histórico. Há apenas 89 anos, nós mulheres não participávamos da vida política do país já que até então era proibido o direito de voto da mulher.

Apenas em 1934 conseguimos o direito de votar integralmente e esse cenário não era exclusividade do Brasil, pois países como a França, considerado berço revolucionário, teve o voto feminino garantido somente em 1944.

A atuação organizada de um movimento feminino na busca do direito de voto ganhou força no século XX, a partir de uma militância política feminina na Grã-Bretanha que inspirou mulheres ao redor do mundo internacionalizando a luta e favorecendo a conquista do direito de voto em vários países.

Hoje, 24 de fevereiro, comemoramos o Dia da Conquista do Voto Feminino no Brasil, data de um feito importante que tem dado rumos aos estados e municípios por todo o país. Tive a oportunidade de participar de um histórico processo eleitoral que, sem sombras de dúvidas, teve o voto feminino como fator decisivo no resultado final das urnas.

Após um primeiro turno equilibrado onde tinha-se uma candidatura feminina que, supostamente, representava as cuiabanas, porém o segundo turno trouxe um ‘banho de água’ fria no movimento feminino em virtude das contraditórias e incoerentes decisões tomadas.

Essa parte do eleitorado feminino então, órfão de representatividade, se agarrou numa candidatura com serviços consolidados à mulher e que tinha um histórico de profundo respeito e trabalho à causa.

Não tenho dúvidas que a união e a força do voto feminino foi protagonista nesta eleição, sobretudo no segundo turno, afinal foram pouco mais de 155 mil votos contra 128 mil comparecimento do sexo masculino.

Leia mais:  Por medidas de Biossegurança, PFM reforça disponibilidade de atendimento via WhatsApp

A vitória no processo eleitoral de 2020 foi das mulheres que viram o seu poder de decisão nas mãos dando engajamento ainda maior na participação política quebrando as dificuldades maternas culturais da dupla, às vezes tripla jornada seguido de preconceitos ainda existentes em nossa sociedade.

As perspectivas nesse panorama são boas, ainda que caminham timidamente, pois ter mulheres ativas no campo política seja como eleitora incentiva o maior interesse e sucesso em candidaturas femininas, é só olhar para a eleição americana de 2020 que culminou na vitória de Kamala Harris, a primeira mulher no cargo de vice-presidente do maior posto do mundo.

Não há mais como negligenciar a importância do voto feminino que tem maior número no eleitorado e uma extensa pauta e demandas que precisam ser representadas pelas mesmas. Sem o exercício dos direitos políticos femininos o regime democrático não alcança o seu ideal de igualdade.

Márcia Pinheiro é primeira-dama de Cuiabá, empresária e pós-graduada em Gestão Pública. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana