conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil lamenta morte de investigadora que atuava em Várzea Grande

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Com muito pesar, a Polícia Civil de Mato Grosso lamenta a morte da investigadora Núbia Aparecida dos Reis Souza, 44 anos. Ela faleceu neste sábado, 20 de fevereiro, em um hospital particular, em Cuiabá, em decorrência de complicações causadas pela covid-19.Núbia foi diagnosticada no início deste mês com coronavírus e desde o dia 09/02 estava internada e necessitou ser intubada. Ela tinha comorbidades.

Servidora dedicada, não deixou em nenhum momento de prestar seu melhor trabalho à Polícia Civil, instituição na qual ingressou em 2002 por meio de concurso público.

“Núbia estava sempre pronta pra atender o público e aos colegas. Era uma mulher doce, mãe de família carinhosa e amável com todos, um verdadeiro pilar da delegacia. Estamos todos desolados. Uma perda muito grande pra família da DEDMCI”, descreve a amiga e investigadora, Edileuza Gonçalves.

Núbia estava lotada na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande desde a inauguração da unidade, pela qual demonstrava diariamente seu comprometimento e dedicação.

O delegado Cláudio Álvares Sant’Ana, que trabalhou por mais de seis anos com a investigadora, reforça a extrema dedicação dela ao trabalho e às pessoas que procuravam os serviços da delegacia. “Ela foi meu braço direito por muitos anos e dedicou sua vida à instituição. E mesmo com alguns problemas de saúde, a unidade sempre podia contar com ela em tudo, para investigações, operações. É uma perda muito grande para todos nós, para a instituição como um todo”, lamenta o delegado.

Em março deste ano, a investigadora faria 19 anos de serviço na Polícia Civil. O delegado regional de Várzea Grande, Daniel Valente, também lamentou o falecimento da profissional e destacou o empenho dela nas atividades policiais que a tornaram um exemplo para a instituição.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre 24 ordens judiciais contra organização criminosa atuante no interior de MT

A Polícia Civil externa condolências a toda a família, esposo, filhos, colegas e amigos da servidora.

O local do sepultamento ainda será definido.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Polícia Civil de MT cumpre mandados contra alvos de operação da polícia paranaense

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso deu apoio nesta quinta-feira (04.03) à Operação Ponta do Iceberg, conduzida pela Polícia Civil do Paraná, que investiga uma quadrilha envolvida em golpes aplicados por sites de compra e venda na internet. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra alvos da operação nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande.

A Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) de Mato Grosso cumpriu seis ordens de busca e apreendeu notebooks, computadores e aparelhos celulares de alvos que foram identificados na investigação coordenada pela 14a Subdivisão de Polícia Civil de Guarapuava, no Paraná.

O objetivo dessa fase da operação é reunir informações a partir da extração de dados de computadores e celulares utilizados para aplicar os golpes contra vítimas que realizam compras por meio de sites da internet, como o OLX.

Outros mandados da Operação Ponta do Iceberg foram cumpridos nos estados de São Paulo e do Paraná.

Os golpes são praticados mediante fraudes, em que o estelionatário age como intermediador entre a pessoa que vende o produto e o comprador, sem que ambos saibam dessa intermediação, pois quem está vendendo o veículo acredita que está tratando com o comprador verdadeiro. Após a conclusão da compra, quando o intermediador golpista recebe os valores das vendas, é que as vítimas percebem o prejuízo.

Os materiais apreendidos pela Polinter em Cuiabá e Várzea Grande serão encaminhados à Polícia Civil em Guarapuava.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Suspeitos são flagrados utilizando drone para lançar droga na penitenciária de Rondonópolis
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil prende jovem que atuava com tráfico após denúncia anônima em Juína

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um jovem envolvido com o comércio de entorpecentes em Juína (735 km a noroeste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na tarde de terça-feira (02.03), em diligências para apurar denúncia anônima. Além da prisão do suspeito, a ação resultou na apreensão de várias porções de maconha e cocaína. O suspeito de 23 anos foi autuado em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Após recebimento de denúncia encaminhada à Delegacia de Polícia de Juína, os policiais civis passaram a apurar as informações, sendo confirmado a existência de um ponto de venda de drogas no bairro Palmiteira. No local, alvo de outras investigações policiais, foi verificado intensa movimentação de pessoas, caracterizando a comercialização de entorpecentes praticada por parte do morador. 

Com base nos indícios, os investigadores intensificaram o monitoramento do imóvel e no final da tarde de terça-feira (02) avistaram o momento que dois rapazes em uma motocicleta se aproximaram da residência. De imediato foi feita a aproximação dos suspeitos, que ao perceberem a presença da equipe fugiram do local.

O morador da residência também tentou fugir a pé, porém foi contido. Ao ser abordado, ele jogou no chão os dois celulares que carregava, com a intenção de quebrar os aparelhos e dificultar futuras investigações da Polícia. Em busca pessoal foi localizado no bolso do suspeito uma porção de maconha.

Em seguida, os policiais civis encontraram na área da casa, entre o madeiramento e o telhado, mais duas porções da mesma substância embaladas e prontas para a venda. Já no quintal foi apreendida uma sacola contanto três porções médias de maconha e mais duas porções médias de cocaína, além de uma balança de precisão. 

Leia mais:  Polícia Civil divulga resultado final do processo seletivo para o cargo de analista de sistemas

Diante dos fatos o suspeito foi detido e levado até a Delegacia de Polícia de Juína com todo material apreendido, interrogado e autuado em flagrante por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana