conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil identifica autoria e esclarece homicídio de idoso em Juína

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Juína (735 km a noroeste de Cuiabá) esclareceu o homicídio que vitimou um idoso ocorrido há aproximadamente 10 dias no município com a elucidação dos fatos e identificação da autoria do crime. O inquérito policial está na fase final e deverá ser encaminhado à Justiça nos próximos dias com o indiciamento do suspeito.

Vítima do primeiro homicídio do ano em Juína, Léo Espírito Santo, de 60 anos, foi morto com golpes de faca dentro de sua residência no bairro módulo 6. O corpo da vítima foi encontrado, no dia 06 de fevereiro, caído na sala da casa com várias perfurações no abdômen, No local, havia vestígios de consumo de bebida alcoólica, assim como a faca que utilizada no crime.

Assim que foi acionada do homicídio, a equipe da Polícia Civil iniciou as diligências para esclarecimentos dos fatos, entre elas a oitiva de testemunhas e medidas cautelares e sigilosas que contribuíram para a identificação da autoria do crime.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marco Bortolotto Remuzzi, as investigações apontaram que o crime foi motivado por um desentendimento entre a vítima, o suspeito e uma terceira pessoa que estava na casa.

“A oitiva de testemunhas foi fundamental para o esclarecimento dos fatos, sendo possível identificar o executor do crime, assim como a terceira pessoa que tentava separar o suspeito enquanto ele golpeava a vítima. O inquérito está na fase final,  porém o suspeito, que possui diversas passagens por outros crimes, continua foragido”, disse o delegado.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitos do Araguaia e Xingu destacam atuação da Polícia Civil na região
publicidade

POLICIAL

Homem investigado por importunação sexual durante entrevista de empregado é preso em Cuiabá 

Publicado


 Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DDM) de Cuiabá, efetuou a prisão de um empresário na sexta-feira (26.02) em ação para cumprimento de mandado de prisão preventiva.

O suspeito de 45 anos teve a ordem judicial de prisão decretada, após investigação em quatro procedimentos de inquéritos policiais conduzidas pela DDM de Cuiabá, todos envolvendo crime de violência sexual contra várias vítimas. 

De acordo com o delegado de polícia responsável pelas diligências, Cley Celestino Batista, a equipe da Delegacia da Mulher já estava em investigações e serviços de campana há alguns dias, quando na sexta-feira (26) uma policial civil avistou o empresário saindo de um comércio na Capital.

“De imediato a investigadora solicitou apoio de uma equipe da Delegacia Fazendária (Defaz), que prontamente auxiliou no cumprimento do mandado de prisão e condução do autor”, destacou o delegado.

Conforme apurado pela Polícia Civil, no ano passado (2020) o empresário foi preso em flagrante por importunação sexual cometido contra uma vítima de 18 anos. Na ocasião, ele declarou que foi até a empresa do autor, na época, para uma entrevista de trabalho e, ao longo da entrevista sofreu várias situações de constrangimentos por parte dele,  o qual lhe obrigou, inclusive a tirar suas roupas e mostrar suas tatuagens, sendo praticado o crime de importunação sexual  mediante a sequência de atos libidinosos perpetrados contra a vítima.

Além da vitima em questão, outras três mulheres registraram ocorrência da mesma natureza, também em 2020, imputando ao autor o crime de importunação sexual e assédio sexual.  Na narrativa das vítimas, a Polícia Civil constatou o mesmo “modus operandi” contra todas.

Leia mais:  Prefeitos do Araguaia e Xingu destacam atuação da Polícia Civil na região

A delegada Jozirlethe Magalhães Criveletto ressalta que a investigação também reporta para a importância da denúncia por parte das vítimas. “A partir do momento em que não somente a primeira vítima, mas outras criaram a coragem para denunciar o autor, houve condições de se representar por uma prisão preventiva com bases sólidas, de que esse autor, estando livre, poderia vir a praticar o mesmo crime contra outras vítimas”, frisou a delegada. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Policiais civis da Regional de Confresa recebem novas pistolas Glock 19

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT 
 

A Polícia Civil realizou na noite de sexta-feira (26.02) a entrega das novas pistolas Glock 19 a  todos os policiais civis que atuam nas unidades da Delegacia Regional de Confresa (1.160 km a nordeste da capital). A solenidade foi realizada no Estádio Camilão, em Confresa, onde autoridades locais participaram do  momento tão esperado e importante para a Polícia Civil de Mato Grosso, em razão de ser a primeira região a receber o armamento distribuído pela instituição.

As novas armas de calibre 9 milímetros fazem parte da primeira etapa do arsenal da Polícia Civil, que está sendo substituído pelo Governo do Estado. As pistolas foram adquiridas pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp) com a empresa austríaca, fabricante do armamento.
 

Qualidade de trabalho

A aquisição faz parte do programa “Tolerância Zero”, da Sesp, que definiu uma série de medidas de enfrentamento à criminalidade e reforço das ações da segurança pública, com o endurecimento do Estado no combate ao crime organizado, estabelecendo novos padrões de reaparelhamento das forças policiais. O programa integra o Mais MT, do Governo do Estado, que estabelece recursos na ordem de R$9,5 milhões em investimentos públicos até 2020, divididos em doze grandes eixos estruturantes da administração pública.
 

Na solenidade, o delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval, falou sobre o critério utilizado pela diretoria para iniciar a distribuição das Glocks, decisão tomada após um estudo nas regionais mais distantes, que possuem zona rural extensa e policiais que acabam trabalhando em locais inóspitos. A ideia é prestigiar unidades mais distantes, primeiramente para que esses servidores sejam favorecidos no caráter técnico na utilização do armamento.

“O que deve ser considerado também é que existe uma preocupação grande por parte da diretoria e do Governo do Estado, de valorizar o servidor público nos locais mais distantes, então a Polícia Civil inicia a distribuição nessas unidades mais longínquas e posteriormente nós seguiremos o mesmo critério conforme as novas pistolas forem chegando. Fazendo a distribuição em regionais como Alta Floresta, Guarantã do Norte e posteriormente nós vamos chegando à região metropolitana. Sempre prestigiando regionais com a distribuição por completo a todos os policiais, para que assim se feche o ciclo de treinamentos de manuseio desse armamento e logisticamente eles possam ser favorecidos na utilização das armas e munições”, destacou o delegado-geral.

Leia mais:  Polícia Civil incinera aproximadamente 180 quilos de entorpecentes apreendidos nos últimos quatro anos

O delegado regional, Marcos Leão, destacou que a entrega das novas armas traz uma grande motivação aos policiais, com equipamento moderno e mais seguro.“Temos uma tríplice divisa com os estados de Pará, Tocantins e Goiás, entre outras questões da região e a diretoria olhou de uma forma diferente para nós, beneficiando logo de início a substituição das armas, assim como também outras questões, olhando e percebendo que a nossa dificuldade é maior e por isso precisamos de um apoio também, maior porque os policiais aqui já trabalham como muita valentia, dedicação e determinação em todas as questões relacionadas no combate a criminalidade. Essa modernização, irá se refletir no espírito de cada um dos policiais aqui da regional”, agradeceu o delegado Marcos Leão.

Treinamento

Na quarta-feira (24), as equipes da Gerência de Armas, Explosivos e Munições e da Gerência de Operações Especiais da Polícia Civil ministraram o treinamento das novas pistolas.

A atividade prática foi realizada na Associação dos Policiais Civis da Regional de Confresa e reuniu profissionais lotados na região, que trabalharão a partir de agora equipados com as Glocks 19.

Durante a capacitação, as gerências demonstraram o uso das pistolas, repassaram informações teóricas e necessárias para segurança dos policiais, além de instruções sobre a manutenção e manuseio. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana