conecte-se conosco


MATO GROSSO

Obras avançam e fluxo de água para a Baía de Chacororé começa a ser restabelecido

Publicado


As obras e serviços realizados pelo Governo de Mato Grosso para a recuperação da Baía de Chacororé, em Barão de Melgaço (113 km de Cuiabá), avançam e já estão apresentando resultados positivos. O fluxo de água de alguns corixos, que abastecem a baía e foram desobstruídos, começou a ser restabelecido para a garantia da planície inundada.

O serviço teve início há dois dias, como parte de uma força-tarefa do Governo de Mato Grosso, por meio das Secretarias de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra) e de Meio Ambiente (Sema), com o apoio do Ministério Público do Estado (MPE) e Assembleia Legislativa. O objetivo é recuperar as condições ambientais e sanar as possíveis causas da diminuição do nível do volume de água na baía.

Já receberam as obras emergenciais de desobstrução os corixos conhecidos como Robson e Lueggi, que levam água para as Baías de Chacororé e Siá-Mariana, além de duas pontes de madeiras localizadas na rodovia municipal conhecida como Estirão Comprido.

Nesses locais foram retiradas as estruturas de aterros e desvios que foram feitos na rodovia municipal, quando da instalação de pontes de madeira pela prefeitura e que não foram removidos com o término das obras das pontes.

Além disso, foram retiradas as matérias orgânicas que impediam as drenagens de curso d’água superficiais, de acordo com a superintendente Ambiental de Obras da Sinfra, Nadja Felfili.  Com isso, a água já voltou a fluir em seu curso natural.

“Essas obras são de extrema importância. Quando voltar a chover bastante e o fluxo de água aumentar, essas obras vão permitir a transposição das águas dos córregos para baía e encher a baía de Chacororé”, explicou.

Ao todo, 13 pontos receberão as intervenções da Sinfra, com o acompanhamento da Sema, além da rodovia MT-040. Eles estão localizados entre o Rio Cuiabá e a Baía de Chacororé e à nordeste da Baía, regiões que têm influência na alteração da dinâmica hídrica superficial e subsuperficial e, consequentemente, na diminuição volumétrica das águas na Baía de Chacororé.

Leia mais:  Quarta-feira (24): Mato Grosso registra 246.469 casos e 5.716 óbitos

“Todas essas obras são as ações emergenciais solicitadas pelo Ministério Público e que a Sinfra junto com a Sema prontamente atendeu. Iniciamos a obra antes do previsto, mobilizamos a equipe imediatamente devido à importância que essa situação requer. Trabalhamos para que já na semana que vem façamos as intervenções de limpeza na MT-040”, disse a superintendente.

A previsão é de que todos os serviços sejam finalizados ainda neste mês de fevereiro.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Estado notifica órgãos de controle sobre bloqueio de UTIs no Pronto Socorro de Cuiabá

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, o Tribunal de Contas do Estado e o Ministério Público Estadual e Federal sobre o bloqueio de 38 leitos de Terapia Intensiva para o tratamento da Covid-19 no Hospital e Pronto Socorro Municipal da capital.

O Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá conta com 95 leitos de UTI pactuados, mas apenas 57 vagas estão disponíveis para a regulação – sendo que 56 já estão ocupadas nesta quarta-feira (24.02). O fato leva ao descumprimento do Plano de Contingência Municipal e Estadual e do Termo de Compromisso Emergencial, firmado junto ao Tribunal de Contas.

Dos 38 leitos indisponíveis, 23 estão na ala adulto e 15 na ala pediátrica. Conforme o relatório da supervisão, o bloqueio se dá por falta de medicamentos e falta de médico cirurgião pediátrico.

O bloqueio do alto número de leitos de Terapia Intensiva impacta diretamente na taxa de ocupação hospitalar das UTIs pactuadas pela rede do Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso. Nesta quarta-feira (24.02), foi registrada a ocupação de 81,44% dos leitos para adultos, mas no dia anterior era de 72,85%.

Também é importante ressaltar que os leitos de enfermaria do Hospital e Pronto Socorro de Cuiabá registram 26% de ocupação, enquanto as enfermarias dos Hospitais Metropolitano e Santa Casa, também da Baixada Cuiabana, registram 81% e 58% respectivamente.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Escola João Brienne distribui livros didáticos e roteiro de estudos semanal
Continue lendo

MATO GROSSO

Mato Grosso recebe 11,8 mil doses da CoronaVac nesta quinta-feira (25)

Publicado


Uma nova remessa da vacina CoronaVac chegará em Mato Grosso às 10h desta quinta-feira (25.02) no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, por um voo da Azul. De acordo com o Ministério da Saúde, a previsão é de que cheguem 11,8 mil doses para a imunização dos grupos da primeira fase da Campanha de Vacinação contra a Covid-19.

As unidades desta nova remessa serão utilizadas somente como segunda aplicação. Para a vacina CoronaVac, o prazo para a aplicação da segunda dose varia entre 14 e 28 dias.

Imediatamente após a chegada do imunizante, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes e no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios.

Na manhã desta quarta-feira (24.02), o estado também recebeu 21 mil doses da vacina AstraZeneca. Até o momento, já foram recebidas 212.760 mil doses de imunizantes contra a Covid-19 em Mato Grosso.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Artista plástico homenageia personalidades mato-grossenses com exposição de bustos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana