conecte-se conosco


CUIABÁ

Não deixe a folia do Carnaval transformar sua saúde em cinzas

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

No final do ano de 2020, a imprensa cuiabana já vinha abordando, através de entrevistas com médicos e especialistas, sobre a necessidade das pessoas se cuidarem em relação ao risco de contágio pelo novo coronavírus, para que pudéssemos todos chegar bem e saudáveis às celebrações em família no Natal e no Ano Novo. Os avisos parecem ter surtido efeito, mas, somente até as datas comemorativas, em que muita gente não resistiu à saudade e a vontade de se reunir com quem ama, o que é compreensível. 

Por outro lado, ao adentrarmos no ano de 2021, nos deparamos com as consequências dessas atitudes em massa, que viriam de qualquer forma, fosse para o bem ou para o mal. O que colhemos depois dessas duas oportunidades que tivemos de celebrar entre familiares e amigos foi o aumento do número de casos e de mortes pela Covid-19. 

Nossas equipes da Secretaria Municipal de Saúde – que compõem o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, presidida pelo prefeito Emanuel Pinheiro – já vinham trabalhando com essa projeção. Fizemos um trabalho de divulgação prévia das informações referentes à importância de manter o isolamento, sobre como manter as medidas de biossegurança nas reuniões familiares, sobre a necessidade de redobrar os cuidados. Ainda assim, não ficamos apenas contando com que a população fizesse sua parte. Preparamos a rede para a possibilidade de segunda onda da pandemia, com a mudança nos fluxos de atendimento da atenção básica, visando garantir de forma abrangente o atendimento em todas as regiões de Cuiabá. 

Estamos fazendo nosso trabalho e, mesmo com a chegada da segunda onda, ainda estamos conseguindo garantir o atendimento médico-hospitalar aos casos leves, moderados e graves. Diferentemente de outras capitais brasileiras, nosso sistema não colapsou. Pelo contrário, se fortaleceu ao ponto de estarmos em condições de oferecer ajuda humanitária a pacientes de outros estados. 

Leia mais:  Meta da gestão Emanuel Pinheiro é regularizar 35 mil títulos definitivos de propriedade

Mas a situação pode mudar, caso a sociedade não se atente para um outro risco que se aproxima: as festas de Carnaval. Em Cuiabá, o prefeito Emanuel Pinheiro já baixou um decreto proibindo a realização de eventos carnavalescos nos dias 15 e 16 de fevereiro e transformando em úteis os dias 15, 16 e 17. O objetivo não é acabar com a festa de ninguém, mas impedir que o riso se transforme em choro, que a irresponsabilidade de alguns se transforme em culpa e remorso pela perda de um pai, de uma mãe, de um avo, de uma avó. 

A população, principalmente os mais jovens, precisam entender que não é porque seu organismo reage bem ao que parece ser um simples resfriado que o organismo das pessoas próximas de você reagirá da mesma forma. Precisamos cuidar daqueles a quem amamos, principalmente dos que fazem parte dos grupos de risco (idosos, pessoas obesas, com comorbidades), pois eles podem precisar de uma internação e, se chegarmos ao ponto de enfrentar uma terceira onda de Covid-19 pós-Carnaval, poderemos sofrer consequências gravíssimas e nos igualarmos aos estados onde os pacientes tiveram que ser levados para longe de sua terra, de sua família, na esperança desesperada de conseguir sobreviver a esta doença tão terrível. 

Já passou da hora de todos entendermos que os aumentos vertiginosos não ocorrem por acaso. Eles estão proporcionalmente relacionados com o comportamento coletivo. As pessoas têm que entender que toda vez que tem aglomeração, toda vez que nós não tomamos cuidado, vai haver o aumento do número de casos! Não tem como a Prefeitura, o Estado, a União, qualquer que seja a instância de poder obrigar ninguém a ficar em casa e se cuidar. Isso depende da consciência de cada um na sua rotina. O que o poder público pode fazer e tem feito, desde o início, é informar e conscientizar através de diversos meios de comunicação, preparar a rede pública de saúde e conduzir, com muito empenho, a campanha de vacinação contra a Covid-19, conforme a disponibilidade de doses. Algo que, em breve, esperamos ter atingido a porcentagem ideal para classificar como imunidade coletiva. 

Leia mais:  "Março Mulher" terá a presença da secretária nacional; primeira-dama destaca ações e políticas públicas

Convido a todos, neste momento tão importante, em que começamos, aos poucos, a imunizar nossa população, priorizando os trabalhadores da saúde, a não baixarem a guarda para a covid-19 e manterem os cuidados com a higiene pessoal, com a etiqueta respiratória, se preocupando consigo mesmo e com a saúde do próximo. A vacina trouxe o início da vitória contra a pandemia, mas a luta continua, árdua e dolorosa. Não é momento de se descuidar. Não vamos deixar que a folia do Carnaval transforme em cinzas a nossa saúde, os nossos esforços, as nossas vidas. 

Ozenira Félix é secretária interina de Saúde de Cuiabá

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Prefeito edita decreto e determina que servidores do grupo de risco permaneçam em teletrabalho até maio

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, prorrogou até o dia 31 de maio de 2021 o teletrabalho (home office) aos servidores públicos municipais integrantes do grupo de risco, (servidoras grávidas e lactantes, servidores acima de 60 anos de idade, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas mediante laudo médico). O Decreto 8.331/2021 será publicado na edição de sexta-feira (26), da Gazeta Municipal.

Ainda conforme o Decreto, os servidores exercerão suas atribuições via teletrabalho, de acordo com a sistemática de trabalho a ser estabelecida pelo secretário da pasta. Pinheiro reforça que as medidas emergenciais ainda são necessárias considerando que o Plano Municipal de Imunização está apenas em sua fase inicial e a grande maioria da população cuiabana ainda não foi imunizada.  

“Mais uma vez, reiteramos o comprometimento da administração pública municipal com a preservação da saúde e bem estar de toda população cuiabana. Não medimos esforços para salvar vidas”, declarou o prefeito.

Essa é a terceira vez que o prefeito da capital, considerando a excepcionalidade vivenciada, reedita a medida  ao grupo de risco. 

 Confira a íntegra:

DECRETO Nº 8.331 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2.021.

DISPÕE SOBRE MEDIDAS EMERGENCIAIS E TEMPORÁRIAS DE PREVENÇÃO AO CONTÁGIO PELO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19), NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

            O Prefeito Municipal de Cuiabá-MT, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso VI do art. 41 da Lei Orgânica do Município,

            CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição   Federal   reconhece   a   saúde   como   um   direito   de   todos   e   dever   do   Estado, garantido   mediante   políticas   sociais   e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

Leia mais:  "Março Mulher" terá a presença da secretária nacional; primeira-dama destaca ações e políticas públicas

            CONSIDERANDO o reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde de uma pandemia de COVID-19;

            CONSIDERANDO a situação de emergência decretada no âmbito do Município de Cuiabá, por intermédio do Decreto nº 7.849 de 20 de março de 2020;

            CONSIDERANDO o crescente número de casos confirmados bem como de óbitos decorrentes do novo coronavírus (COVID-19) em todo o Estado de Mato de Grosso;

            CONSIDERANDO a recente aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso emergencial das vacinas CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e Covishield, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fiocruz. 

            CONSIDERANDO o fato de que o Plano Municipal de Imunização Municipal está apenas em sua fase inicial e a grande maioria da população cuiabana ainda não foi imunizada;

            CONSIDERANDO o firme e reiterado comprometimento da Administração Pública Municipal com a preservação da saúde e bem estar de toda população cuiabana;  

            DECRETA:

            Art. 1º O artigo 6º do Decreto nº 8.147 de 13 de outubro de 2020, passa a vigorar com a seguinte redação:

            “Art. 6º (…)

Parágrafo único. Os servidores públicos municipais integrantes do grupo de risco, (servidoras grávidas e lactantes, servidores acima de 60 anos de idade, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas mediante laudo médico) exercerão suas atribuições via teletrabalho (home office) até o dia 31 de maio de 2021, de acordo com a sistemática de trabalho a ser estabelecida pelo secretário da pasta..”

            Art. 2º As disposições contidas no presente Decreto entram em vigor na data de sua publicação.

Palácio Alencastro em Cuiabá – MT, 25 de fevereiro de 2021.

Leia mais:  Servidores municipais recebem salário de fevereiro nesta sexta-feira (26)

 

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Servidores municipais recebem salário de fevereiro nesta sexta-feira (26)

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

“Na nossa gestão, compromisso assumido é compromisso cumprido”. Foi com esse destaque que o prefeito Emanuel Pinheiro anunciou, para esta sexta-feira (26), o pagamento da folha salarial referente ao mês de fevereiro.

O pagamento dos servidores municipais dentro do mês trabalhado é uma medida sempre defendida pelo gestor e que é, rigorosamente, efetuado desde seu primeiro dia à frente da Prefeitura de Cuiabá.

“Salário em dia é muito mais que uma obrigação de um administrador público. É uma demonstração de valorização e respeito com aqueles que se dedicam diariamente para nos ajudar a construir uma Cuiabá melhor para todos. O servidor é nosso parceiro e tem sempre a nossa garantia de nos empenharmos para continuar honrando esse compromisso”, comenta o chefe do Executivo municipal.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, a Prefeitura de Cuiabá conta com aproximadamente 16 mil servidores ativos e mais 5 mil beneficiários do Cuiabá-Prev, totalizando uma folha de cerca de R$ 65 milhões.

“Poder todo fim de mês dar essa boa notícia ao servidor público é motivo de orgulho. Demonstra também nosso zelo e responsabilidade com dinheiro público”, pontua Pinheiro.

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca candidatos aprovados nas funções de Professor, TDI, Psicólogo e Fonoaudiólogo
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana