conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Governador de MT recebe relatório da Comissão de Segurança da AL

Publicado


Foto: SAMANTHA DOS ANJOS / Assessoria de Gabinete

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS / Assessoria de Gabinete

O deputado estadual e presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Delegado Claudinei (PSL), esteve no Palácio Paiaguás, em Cuiabá (MT), na quarta-feira (3), para formalizar a entrega de relatório ao governador de Mato Grosso, Mauro Mendes. No documento, consta as principais demandas das instituições de 13 polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Mato Grosso.

“Estando à frente da Comissão de Segurança há um ano, junto com outros integrantes parlamentares envolvidos, buscamos fazer um trabalho diferenciado neste período. Fizemos visitas aos polos regionais do interior de Mato Grosso, como parceiros da segurança pública, inclusive todos os locais que fomos – aproveitávamos para estender os contatos com os representantes da gestão pública dos municípios, como também dos Conselhos de Segurança Pública (Consegs)”, explicou Claudinei ao chefe do Executivo no início da reunião.

Para dar um panorama sobre a realidade e as dificuldades enfrentadas pelas instituições de segurança pública, o parlamentar expôs a falta de efetivo, que chega a ter um servidor para atender o plantão sozinho na unidade e outro fica de sobreaviso. “A gente constatou em alguns municípios que tem delegacias sem delegado de polícia, algumas cadeias públicas precisando de aumento de profissionais. Na verdade, o mais preocupante foi a estrutura física precária de todas as Politecs (Perícia Oficial e Identificação Técnica), exceto do município de Pontes e Lacerda, como também a falta de efetivo”, comentou Claudinei.

Politec – Referente à Politec, um dos pontos que mais preocupou o presidente da Comissão de Segurança foi a questão das condições precárias que os servidores enfrentam na instituição. Ele ressaltou que tem unidade em que os médicos legistas executam os trabalhos com os cadáveres em terreno aberto. “Em Água Boa, por exemplo, isso é feito. Algumas salas funcionam junto com o Cisc (Centro Integrado de Segurança e Cidadania) da Polícia Civil, eles não têm um imóvel específico para o IML (Instituto Médico Legal), o exame pericial é feito ao lado do prédio. Trouxemos este relatório, que é um estudo para ser analisado, considero que a Politec merece atenção especial de todos”, ressaltou.

O deputado estadual João de Matos (MDB), que acompanhou a visita na Politec de Tangará da Serra, frisou que alguns médicos legistas se afastaram e, com a redução de profissionais, acaba a unidade ficando sem plantonista para o devido atendimento à população. “Com a falta de plantonista em dois ou três dias, o corpo é encaminhado para Campo Novo e volta para a cidade. O Estado deve abrir um convênio para médicos credenciados. É uma responsabilidade muito grande e o salário baixo”, diz o parlamentar, que é membro suplente da Comissão de Segurança.

Perante a apresentação destes fatos, o governador entrou imediatamente em contato por telefone com o diretor-geral da Politec, Rubens Sadao Okada, para saber da quantidade de médicos já credenciados e entender a baixa adesão destes profissionais na instituição. “Precisamos resolver isso. Pior momento na vida das pessoas é quando alguém morre. O Estado, no mínimo, neste momento, tem que ser mais eficiente. Melhor fazermos um horário flexível para os médicos credenciados. Temos que atender melhor a sociedade estadual, isso está realmente ruim”, declara.

Mendes solicitou ao Okada um levantamento da média de ocorrências na Politec em cada polo regional e avaliação do número de profissionais, a ser discutido juntamente com o secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Alexandre Bustamente. “Traga três alternativas – concurso, teste seletivo e melhorar o valor desta remuneração. Vê o custo destas três alternativas, assim que tiver pronto é para discutir comigo. Precisamos resolver isso”, trata Mendes com o diretor-geral, que afirmou aos parlamentares que já havia autorizado o credenciamento dos médicos. 

Demandas – Outros assuntos discutidos no encontro foram sobre a nomeação dos aprovados no concurso público do Sistema Penitenciário e a construção dos prédios do Sistema Socioeducativo. “Este encontro foi bastante produtivo e vamos aguardar o retorno do governo estadual quanto às soluções perante os problemas identificados nos 13 polos regionais da Risp. Estamos acompanhando e com a expectativa para resolver as dificuldades enfrentadas pelos servidores das forças de segurança”, conclui Claudinei, que também fará a entrega pessoalmente do relatório ao secretário Bustamante, já que não foi possível contar com a presença dele no encontro junto ao chefe do Executivo.

Além dos deputados estaduais Claudinei e João, marcaram presença o presidente da Casa de Leis, Eduardo Botelho (DEM), João Batista (Pros), Dr. Gimenez (PV) e Silvio Fávero (PSL), que é vice-presidente da Comissão de Segurança. 

Risp – A Comissão de Segurança realizou as visitas aos polos regionais entre os meses de junho e dezembro de 2020, sendo que foram atendidos os municípios de Barra do Garças, Primavera do Leste, Rondonópolis, Nova Mutum, Cáceres, Água Boa, Juína, Pontes e Lacerda, Tangará da Serra, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Sinop e Vila Rica. Essa metodologia de identificar, de forma presencial, as necessidades das instituições é uma novidade na história do Parlamento estadual.

Fonte: ALMT

Leia mais:  Deputado e prefeita se reúnem com secretário para falar sobre avanços das obras em Cáceres

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Com obra parada há 7 anos, Ulysses Moraes pede conclusão de reforma em escola de Sinop

Publicado


O deputado Ulysses Moraes (PSL) apresentou o requerimento n° 94/2021 à Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc) solicitando informações sobre a reforma da Escola Estadual Cleufa Hubner, em Sinop. Isso porque chegou ao conhecimento do parlamentar que a reforma da unidade estaria paralisada há mais de 7 anos, sem ao menos o governo do Estado transparecer à população as reais causas dessa demora.

“É triste ver esse tipo de descaso com o cidadão.  Essa escola tem uma grande estrutura, com várias salas de aula que ajudariam no processo educacional de crianças e jovens, mas até hoje não tem perspectiva de ser concluída. Contudo, isso não pode ficar assim, estamos cobrando por uma resposta e solução do governo de MT”, disse Moraes.  

A Escola Estadual Cleufa Hubner aguarda a construção da sua sede própria desde a fundação. Em 2013, o governo do Estado licitou a obra, localizada no bairro Jardim das Nações. O prédio com dois pavimentos e espaço suficiente para abrigar os mais de mil alunos matriculados, ficou pela metade. Em 2016 a construtora contratada abandonou a obra que se encontra da mesma forma desde então.

“Hoje, a escola funciona em prédios alugados pelo governo do Estado e a reforma nada de ter andamento. Por isso, no requerimento estamos questionando justamente como está esse processo de conclusão, quais os motivos levaram a paralisação da obra e se tem previsão de retorno”, acrescentou o deputado.

E o parlamentar ainda afirma que esse é mais um elefante branco patrocinado pelo governo do Estado de Mato Grosso. “Mas, se depender das nossas cobranças, isso vai mudar. Não podemos admitir tantos anos de reforma e nada de conclusão. Queremos saber quando vai retomar a obra e qual será o prazo de conclusão. A população de Sinop precisa de mais respeito e transparência”, finalizou Ulysses Moraes. 

Leia mais:  Com obra parada há 7 anos, Ulysses Moraes pede conclusão de reforma em escola de Sinop
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLÍTICA MT

Deputado e prefeita se reúnem com secretário para falar sobre avanços das obras em Cáceres

Publicado


Foto: Raul Bradock

Ações de infraestrutura da cidade de Cáceres tiveram grande avanço na manhã desta terça-feira (2), após reunião do deputado Valmir Moretto (Republicanos) com o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, prefeita do município, Eliene Liberato, e secretário municipal de infraestrutura, Wesley de Souza.

A principal demanda era com relação à obra de reforma do aeroporto municipal. Conforme pontuado pelo secretário Marcelo de Oliveira, o processo teve avanço na Sinfra e aguarda licenciamento ambiental da Secretária de Estado de Meio Ambiente (Sema) para início das obras.

“Agradeço o secretário Marcelo de Oliveira por nos atender e ao deputado Valmir Moretto, que nos acompanhou nessa pauta para tratar das demandas de infraestrutura de Cáceres. O processo do Aeroporto está bem encaminhado, dependendo apenas de um licenciamento ambiental que já foi encaminhado para liberação na Sema, vamos continuar cobrando”, afirmou a prefeita Eliene.

As obras do aeroporto devem contemplar um novo terminal de embarque e adequação da iluminação na pista de pouso e decolagem para possibilitar voos noturnos.

A reunião também tratou de um convênio para pavimentação de vias, além da substituição de pontes de madeira da zona rural – todas com avanço na pasta.

O deputado Valmir Moretto enfatizou as obras em andamento no município.

“Cáceres está tendo várias ações do Governo do Estado em todas as áreas. Eu agradeço o empenho do governador Mauro Mendes e do secretariado, por olhar com carinho para as demandas da cidade e de toda região Oeste”, disse.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Leia mais:  Lúdio alerta para necessidade de quarentena: "O coronavírus não circula só à noite"
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana