conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Gilmar Mendes classifica Lava Jato como “esquadrão da morte”

Publicado


source
Ministro do STF, Gilmar Mendes
O Antagonista

Ministro do STF, Gilmar Mendes

O ministro do Supremo Tribunal Federal ( STF ) , Gilmar Mendes , criticou em entrevista nesta sexta-feira (12), a Operação Lava Jato, a qual classificou como “um esquadrão da morte, totalmente fora dos parâmetros legais”.

“Acho tudo isso lamentável, todos nós de alguma forma sofremos uma manipulação disso que operava em Curitiba. Acho que temos que fazer as correções devidas, tenho dito e enfatizado que Lula é digno de um julgamento justo”, afirma o membro do Supremo em entrevista ao portal UOL.

Na última terça (9), a 2ª turma do STF manteve decisão que garantiu ao ex-presidente Lula , citado em conversas entre procuradores e o juiz da Lava Jato , Sergio Moro, acesso à íntegra do material apreendido em operação da Polícia Federal que culminou na prisão de um grupo de hackers que invadiu celulares de autoridades.

Sobre o teor das conversas, divulgadas na imprensa, Gilmar Mendes se mostra assustado:

“É um ensaio de julgamento, tudo já estava previamente entre juízes e procuradores, isso é muito sério, e precisa ser tratado com seriedade devida. Eu não sei como o sistema judicial brasileiro vai lidar com isso”, afirma. “É sem dúvida alguma, a maior crise do aparato judicial do Brasil”, completa o ministro.

Você viu?

Na visão de Gilmar , há indícios claríssimos de que houve um trabalho em conjunto entre Moro, Dallagnol e outros procuradores, e que esse ” esquadrão da morte” não pode ser repetido:

“Temos que fazer consertos, reparos, para que isso não mais se repita, não se monte mais esse tipo de esquadrão da morte. Porque o que se instalou em Curitiba era um grupo de esquadrão da morte, totalmente fora dos parâmetros legais”.

Além disso, o magistrado avalia que a Lava Jato , encerrada pelo Ministério Público Federal no início de fevereiro, contribuiu para alavancar o capital político de Bolsonaro e de seus apoiadores:

“Acho que a gente até pode dizer que Deus realmente seja brasileiro e esteja nos dando uma chance de fazer uma revisão, mas, eu já disse, o lavajatismo de alguma forma é pai e mãe do bolsonarismo”.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Neste sábado, comitiva brasileira embarca para Israel em busca do spray nasal

Publicado


source
Spray nasal contra o novo coronavírus está sendo desenvolvido em Israel
Reproducao / CNN

Spray nasal contra o novo coronavírus está sendo desenvolvido em Israel

Neste sábado (06), uma comitiva encabeçada pelo ministro das Relações Exteriores , Ernesto Araújo, vai para Israel tentar negociar o spray nasal que passa pela fase de testes clínicos. O governo brasileiro busca negociar produto para incorporar no tratamento do novo coronavírus . Entre os escalados para a viagem, está o filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL). As informações foram apuradas pela CNN Brasil. 

O atual presidente Jair Bolsonaro , declarou que irá acompanhar a saída da comitiva da base aérea de Brasília. De acordo com Bolsonaro, os representantes brasileiros irão se encontrar com o primeiro ministro Benjamin Netanyahu. 

Com o nome EXO-CD24, o spray, não tem sua eficácia comprovada ainda e está passando pelo seu desenvolvimento pelo Centro Médico Ichilov, em Israel . Até então, o medicamente era escolhido para casos de câncer no ovário. 

Ainda em sua fase de testes, o spray nasal passou a ser implementado em testes contra o novo coronavírus . Os primeiros resultados revelam que 29, dos 30 voluntários, não evoluíram para casos graves da doença. 

Comentários Facebook
Leia mais:  Neste sábado, comitiva brasileira embarca para Israel em busca do spray nasal
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro muda discurso e admite tomar vacina contra a Covid-19 “lá na frente”

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante pronunciamento em rede nacional de rádio e TV
Carolina Antunes/PR

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante pronunciamento em rede nacional de rádio e TV

O presidente Jair Bolsonaro, que no passado afirmou que não tomaria imunizantes contra a Covid-19, agora admite a possibilidade de se vacinar “lá na frente”. Embora ainda não se saiba quanto tempo duram os anticorpos após contrair a doença, Bolsonaro afirmou que está “imunizado” por já ter sido infectado em julho do ano passado.

“No meu caso, o pessoal fica perturbando ‘tome a vacina’. O que é vacina ? Não é um vírus morto? Eu já tive o vírus vivo. Então estou imunizado. Deixa outro tomar a vacina no meu lugar. Lá na frente, depois de todo mundo, se eu resolver tomar, porque no que depender de mim é voluntário, não pode obrigar ninguém a tomar vacina, eu tomarei”, declarou Bolsonaro .

Como de praxe, o presidente não usava máscara de proteção durante a conversa com apoiadores, que ocorreu em frente ao Palácio da Alvorada.

Comentários Facebook
Leia mais:  FHC fala em "mal-estar" por não ter votado contra Bolsonaro: "não tinha opção"
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana