conecte-se conosco


POLÍTICA NACIONAL

Disputa interna com Doria: Eduardo Leite deve ser pré-candito à presidência

Publicado


source
Eduardo Leite e Doria brigam pelas mesmas posições dentro do PSDB, e ambos pretendem lançar candidatura à presidência da República em 2022
Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini

Eduardo Leite e Doria brigam pelas mesmas posições dentro do PSDB, e ambos pretendem lançar candidatura à presidência da República em 2022

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), participou de almoço com políticos tucanos nesta quinta-feira (11) e ouviu coro de deputados do partido para que se lance como  alternativa tucana à presidência da República em 2022.

O encontro, realizado em Porto Alegre, ilustra o racha no partido; isso porque além de Leite, João Doria deseja há tempos assumir o comando nacional do partido para, em seguida, se lançar oficialmente como candidato capaz de fazer frente a Bolsonaro (sem partido) na próxima eleição.

Nesta quinta, ao final do almoço do governador do Rio Grande so Sul com outros membros do PSDB , Leite sinalizou a intenção de nacionalizar seu nome. “Aceitei essa missão de levar essa experiência nas boas conversas que teremos Brasil afora”, resumiu.

Segundo o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), o parlamentar que fez a convocação mais incisiva para que Leite busque a presidência do partido, o governador do Rio Grande do Sul ” é quem conta com a maior simpatia da bancada na Câmara e no Senado”.

Você viu?

Há pouco, em entrevista à CNN Brasil , o governador do Rio Grande do Sul disse que “estar no mesmo partido que Doria não significa que ambos pensem da mesma forma”.

Ele, porém, amenizou o tom de rixa com o governador do estado de São Paulo.

“Doria tem sua forma de fazer política e tem se manifestado de forma contundente contra Bolsonaro (…) Temos mais coisas que nos unem do que nos separa. Mas cada um de nós temos nosso estilo.”

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Nesta 5ª, Lira e Pacheco encontram presidente do STJ

Publicado


source
Presidentes do Senado e Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco e Arthur Lira
RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

Presidentes do Senado e Câmara dos Deputados, Rodrigo Pacheco e Arthur Lira

Nesta quinta feira (04),  Rodrigo Pacheco (DEM-MG) e Arthur Lira (PP-AL), presidentes do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, terão um encontro as 13h, com o Humberto Martins, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), na sede do tribunal. As informações foram apuradas pelo Metrópoles. 

Tal encontro tem como objetivo tratar de assuntos da agenda prioritária do Brasil. Os parlamentares tem defendido a economia e a vacinação contra o novo coronavírus como tópicos prioritários. Porém, Martins deve abordar a questão da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 10/2017. 

Levando o nome de PEC da Relevância , que tem como função prevê, em recurso especial, que partes relevantes das questões de direito federal infraconstitucional debatidas na ação, devem ser consideradas. Essa é uma das questões principais da gestão do ministro. 

Há duas semanas, Lira e Pacheco se reuniram com o ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal ( STF ), para debaterem questões da agenda dos poderes Legislativo e Judiciário. E assim que eleitos, eles também tiveram uma reunião com o atual presidente da República, Jair Bolsonaro

Comentários Facebook
Leia mais:  Portugal e Brasil terão voos para repatriar cidadãos 'presos' nos países
Continue lendo

POLÍTICA NACIONAL

CPI da Covid-19: Pressão aumenta no Senado para investigação contra o governo

Publicado


source
CPI da Covid: debate sobre abertura de inquérito agita o Senado
Reprodução: iG Minas Gerais

CPI da Covid: debate sobre abertura de inquérito agita o Senado

Cresce no  Senado Federal um movimento para que a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito ( CPI ) da Covid-19 investigasse as ações do governo federal durante a pandemia do novo coronavírus. A abertura do inquérito depende do fim do lockdown em Brasília . As informações são do Correio Braziliense .


Há quem se diz favorável

De acordo com senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição, o número de parlamentares dispostos a assinarem o requerimento aumentou com a sequência de recordes de mortes por Covid-19.

Paulo Rocha (PT-PA), líder da bancada petista , diz que não é uma CPI genérica e sim “direcionada à questão da saúde “.

Você viu?

Izalci Lucas (PSDB-DF), líder dos tucanos , argumenta que há grandes chances do inquérito ser instalado pois “há muita cobrança, é um instrumento da maioria”.


E quem seja contra

Marcos Rogério (DEM-RO), líder do partido, foi de encontro a iniciativa e atacou a proposta, pois ” CPI não gera leito de UTI, não traz vacina e não atua na ponta”.


Telmário Mota (PROS-RR), também líder de sua sigla, disse que uma CPI não trará resultados, por que ” se a Polícia Federal e o Ministério Público estão atuando, qual a finalidade da CPI? Vai apurar e encaminhar a esses órgãos. Será chover no molhado”.

Comentários Facebook
Leia mais:  Nesta 5ª, Lira e Pacheco encontram presidente do STJ
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana