conecte-se conosco


POLÍTICA MT

Claudinei cobra novamente vacina para agentes de segurança pública e professores

Publicado


O deputado durante a explanação do secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo

Foto: Helder Faria

Mesmo sendo priorizado apenas para a quarta fase do Plano Nacional de Vacinação, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) cobrou novamente a atenção do Governo do Estado de Mato Grosso para a vacinação dos profissionais da segurança pública e da educação. A afirmação do parlamentar foi feita, nesta quinta-feira (11), durante a explanação do secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, convocado a comparecer ao Plenário da Assembleia Legislativa para prestar esclarecimentos sobre o Plano Estadual de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19. 

“É preciso priorizar a vacinação para os profissionais de segurança pública que estão na linha de frente, estão nas ruas, nas delegacias, dentro dos sistemas penitenciário e socioeducativo. E os professores também, ainda mais agora com essa discussão de volta às aulas, para que eles sejam imunizados antes de entrarem na sala de aula”, declarou Claudinei durante a reunião. 

O deputado lembrou que, recentemente, a cadeia pública de Barra do Garças foi interditada por contaminação do coronavírus entre os reeducandos. “Isso demonstra o perigo que os profissionais da segurança pública correm no dia a dia nesse contato direto com a bandidagem, criminalidade”, ressaltou.

Neste sentido, ele questionou o secretário de Saúde se existe uma previsão de quando os profissionais de segurança e educação serão imunizados. “Sabemos que os governos estaduais têm que seguir o protocolo e cronograma do Ministério da Saúde, mas gostaríamos de ter uma previsão de quando teremos vacinação, nesse ritmo de distribuição de vacinas para os grupos prioritários. Claro que os profissionais de saúde têm que estar no primeiro lugar na vacina. Mas, a gente espera que os governos federal e estadual, para chegar nesta quarta fase, imprima um ritmo bem acelerado para imunização”, questionou Delegado Claudinei. 

Leia mais:  Deputado Nininho faz indicações para Segurança Pública de Barra do Garças

Sem previsão – Em resposta, Gilberto Figueiredo disse que não tem como fazer uma previsão de datas para imunização dos grupos prioritários. “Infelizmente, não consigo criar uma expectativa de prazo de quando cada grupo será vacinado em Mato Grosso. Para ter uma ideia da complexidade das questões relacionadas a essa campanha vacinal, sabemos no sábado o que vamos receber no domingo. Quando falo da nota informativa, nota técnica que vem descrito o que o estado vai receber, é assim: na véspera de receber”, explicou o secretário. 

O gestor da pasta disse que, diante disso, não há como fazer um planejamento e nem previsão. “Como que a gente planeja dessa maneira? Seria ótimo se a gente pudesse ter toda uma programação do mês de fevereiro, que dia, hora e quantas doses vão chegar. Mas, nós não temos isso e o próprio ministério não tem esse cronograma”, destacou. 

Gilberto ainda deixou claro que não concorda com o nível de priorização do plano nacional de imunização e que chegou a sugerir ao governador fazer aquisição adicional de doses de vacina. “Eu comungo 100% com as suas observações, deputado Claudinei. É por isso que sugeri ao governador fazer aquisição adicional para quando possível vacinar todo nosso corpo de segurança, assim como todos os trabalhadores da educação para que a gente possa ter um retorno seguro das aulas. Não tem nada de errado na sua observação, eu assino embaixo”, finalizou.

Vacinas – Em janeiro, o governo estadual recebeu a primeira remessa com 126.160 doses de vacina, que foi distribuída nos 141 municípios mato-grossenses. Já a última e quarta remessa foi entregue no dia 7 de fevereiro, sendo 30,6 mil doses para a imunização dos grupos da primeira fase da Campanha de Vacinação Contra a Covid-19.

Leia mais:  João Batista visita Departamento de Água e Esgoto de VG
Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Deputado Nininho faz indicações para Segurança Pública de Barra do Garças

Publicado


O deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, apresentou a indicação nº 940/2021 ao secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante Santos, com a necessidade de disponibilizar de imediato duas viaturas do tipo camionete para atender as demandas do patrulhamento na zona rural do município de Barra do Garças. 

De acordo com o deputado, as viaturas vão atender o 5º Comando Regional da PM, sob a direção do Coronel Souza. “Os vereadores Murilo Valoes e Jairo Gehn nos cobraram esse atendimento, já fiz o encaminhamento e, segundo o secretário Alexandre Bustamente, o município logo será atendido”, ratificou Nininho.

Outros encaminhamentos também foram feitos pelos vereadores para atender a Saúde e a Secretaria Municipal de Esportes. O vereador Murilo agradeceu a atenção do parlamentar. “Nós temos encaminhado uma ambulância de R$ 200 mil, uma indicação minha para o deputado que já está protocolada, juntamente com o vereador Jairo conseguimos uma emenda parlamentar para três motos. Já para o esporte, garantimos uma emenda no valor de R$ 70 mil para aquisição de um veículo para auxiliar as demandas da secretaria. Nós temos muita gratidão pelo deputado Nininho, está sempre pronto para nos atender, em qualquer tempo, juntamente com sua equipe”, agradeceu Murilo.

Conforme Nininho, outras ações serão encaminhadas via Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística, Educação e Ação Social. “O Governo de Estado tem investimentos para a região do Araguaia, com certeza Barra do Garças e região será contemplada, vamos acompanhar de perto os encaminhamentos e fazer gestão”, concluiu.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Leia mais:  Indicação de Faissal cobra limpeza de corixos da região do Pantanal
Continue lendo

POLÍTICA MT

ALMT suspende atividades presenciais em razão do aumento de casos de Covid-19

Publicado


Devido ao aumento da taxa de incidência de Covid-19 entre servidores e parlamentares, as atividades presenciais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso foram suspensas a partir desta quinta-feira (25), retornando o expediente no dia 5 de março. A Resolução Administrativa nº 010/2021, contendo a determinação, foi publicada na noite desta quarta-feira (24) e atende à recomendação feita pela Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social.

No período, serão mantidas somente as atividades estritamente essenciais para o funcionamento administrativo do Parlamento Estadual. Sessões plenárias ordinárias e extraordinárias, reuniões da Mesa Diretora, das Lideranças e das Comissões Permanentes e Temporárias ficam suspensas. 

Caso haja convocação para realização de sessão plenária durante a vigência da suspensão das atividades e eventuais prorrogações, essas serão realizadas de forma virtual, através do Sistema de Deliberação Remota instituído pela Resolução nº 6.719/2020, utilizando da plataforma digital (https://zoom.us/) ou equivalente.

O acesso à Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso será permitido aos seguintes setores: Secretaria de Planejamento, Orçamento e Finanças; Secretaria de Administração e Patrimônio; Secretaria Parlamentar da Mesa Diretora; Secretaria de Tecnologia da Informação; Secretaria de Serviços Legislativos; Secretaria de Gestão de Pessoas; Secretaria Geral; Coordenadoria Militar; Mesa Diretora; Qualivida; Procuradoria-Geral e Gabinetes.

Os secretários e chefes dos setores deverão remeter à Coordenadoria Militar relação nominal única dos servidores, indicando as atividades essenciais a serem desenvolvidas, devendo a autorização de ingresso nas dependências da ALMT ser submetida à autorização formal da Mesa Diretora.

Durante a suspensão das atividades, serão adotadas medidas para evitar a propagação interna da Covid-19, como intensificação da limpeza, desinfecção e sanitização de superfícies nas dependências da ALMT, especialmente banheiros, elevadores, corrimões e maçanetas. Serão adotadas ainda providências visando à renovação da circulação de ar nas dependências da ALMT, com a abertura periódica de janelas em locais com uso de ar-condicionado.

Leia mais:  Indicação de Faissal cobra limpeza de corixos da região do Pantanal

Não havendo prorrogação da suspensão, as atividades presenciais serão retomadas mantendo o expediente em horário excepcional, das 08h às 14h, em regime de escala de servidores, sendo o acesso às dependências do Parlamento restrito aos servidores constantes na escala e demais situações autorizadas pela Coordenadoria Militar da Assembleia Legislativa.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana