conecte-se conosco


CUIABÁ

Apae Cuiabá e Cerest promovem ação orientativa sobre biossegurança contra a Covid-19

Publicado


O Centro de Referência Regional à Saúde do Trabalhador (CEREST) da Diretoria de Vigilância em Saúde (DIVISA) em parceria com a APAE/ Cuiabá realizou no dia 02 de fevereiro, uma abordagem orientativa com seus colaboradores e usuários de serviço sobre a biossegurança contra a COVID-19

Na oportunidade foram apresentadas as condutas preventivas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), relativas aos equipamentos de proteção individual, higiene pessoal e distanciamento social. Além disso, os colaboradores da área de alimentação e limpeza foram esclarecidos quanto as práticas preventivas e protetivas para a não contaminação e desenvolvimento do vírus.

De acordo com a gestora do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde, Moema Blatt, o CEREST atua na Vigilância à Saúde do trabalhador de forma a identificar os riscos laborais e as doenças relacionadas ao trabalho para evitar os acidentes de trabalho, em sua maioria causadores de invalidez temporária ou permanente, gerando um grave impacto emocional na vítima e familiares, além dos custos trabalhistas, previdenciários e da saúde pública.

“A ação realizada no início de fevereiro foi o piloto de um projeto, em elaboração, para atendimento a instituições públicas que trabalham com pessoas especiais. Na avaliação dos participantes a atividade foi prazerosa e sobretudo possibilitou um olhar humanizado sobre a situação da saúde mental haja vista a histórica rejeição das pessoas à saúde mental, atingindo inclusive os trabalhadores das instituições que também são discriminados”, disse.

A APAE/Cuiabá atende 130 pessoas com deficiência intelectual e múltiplas, lançando mão de metodologias adequadas aos grupos etários de 0 a 4 anos e de 4 a 17 anos, sem que os frequentadores sejam afastados de suas escolas no que tange ao ensino formal. Além disso os usuários atendidos recebem formação profissional conforme a peculiaridade de cada caso.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá mantém 80 leitos de UTI abertos e liminar se torna sem efeito

Dessa forma o Sistema Único de Saúde de Cuiabá põe em prática um dos principais compromissos da Prefeitura Municipal de Cuiabá, a Humanização, e os temas técnicos foram acrescidos com uma dose de carinho aos profissionais que atuam em prol da causa dos especiais, afinal são parte importante e especial da população cuiabana.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Prefeitura de Cuiabá mantém 80 leitos de UTI abertos e liminar se torna sem efeito

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

A Prefeitura Municipal de Cuiabá informa que mantém na data de hoje (25) todos os 80 leitos exclusivos de UTI Covid para adultos no Hospital de Referência (antigo Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá) abertos e vê  decisão em caráter liminar da 5ª Vara da Fazenda Pública de Cuiabá, determinando o desbloqueio de leitos, sem efeito algum pela inexistência da situação apresentada ao Judiciário. 

Reitera que o bloqueio das UTIs é uma situação momentânea, devidamente informada por parte da Secretaria Municipal de Saúde, visando manutenções necessárias à aparelhagem. Hoje, a capital de Mato Grosso é detentora de 30% dos leitos de UTI de todo Estado.

Informa ainda que a falta de medicamento apontada também foi devidamente suprida na tarde de hoje. 

Lamenta que ainda que diante de um momento de temor frente à pandemia causada pelo coronavírus e em que boa parte da população sofre com desassistência por parte do Estado e recorra ao município de Cuiabá por ajuda, inexista o esforço conjunto visando prestar atendimento de qualidade aos que mais necessitam. 

Acredita ser extremamente preocupante, pois mesmo o Estado sabendo da verdade dos fatos, propositalmente induziu a Justiça ao erro de forma leviana e politiqueira.

 
 
 
 

Comentários Facebook
Leia mais:  NOTA OFICIAL - LEITOS DE UTI
Continue lendo

CUIABÁ

Prefeito edita decreto e determina que servidores do grupo de risco permaneçam em teletrabalho até maio

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, prorrogou até o dia 31 de maio de 2021 o teletrabalho (home office) aos servidores públicos municipais integrantes do grupo de risco, (servidoras grávidas e lactantes, servidores acima de 60 anos de idade, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas mediante laudo médico). O Decreto 8.331/2021 será publicado na edição de sexta-feira (26), da Gazeta Municipal.

Ainda conforme o Decreto, os servidores exercerão suas atribuições via teletrabalho, de acordo com a sistemática de trabalho a ser estabelecida pelo secretário da pasta. Pinheiro reforça que as medidas emergenciais ainda são necessárias considerando que o Plano Municipal de Imunização está apenas em sua fase inicial e a grande maioria da população cuiabana ainda não foi imunizada.  

“Mais uma vez, reiteramos o comprometimento da administração pública municipal com a preservação da saúde e bem estar de toda população cuiabana. Não medimos esforços para salvar vidas”, declarou o prefeito.

Essa é a terceira vez que o prefeito da capital, considerando a excepcionalidade vivenciada, reedita a medida  ao grupo de risco. 

 Confira a íntegra:

DECRETO Nº 8.331 DE 25 DE FEVEREIRO DE 2.021.

DISPÕE SOBRE MEDIDAS EMERGENCIAIS E TEMPORÁRIAS DE PREVENÇÃO AO CONTÁGIO PELO NOVO CORONAVÍRUS (COVID-19), NO ÂMBITO DO MUNICÍPIO DE CUIABÁ, E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

            O Prefeito Municipal de Cuiabá-MT, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo inciso VI do art. 41 da Lei Orgânica do Município,

            CONSIDERANDO que o artigo 196 da Constituição   Federal   reconhece   a   saúde   como   um   direito   de   todos   e   dever   do   Estado, garantido   mediante   políticas   sociais   e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca candidatos aprovados nas funções de Professor, TDI, Psicólogo e Fonoaudiólogo

            CONSIDERANDO o reconhecimento pela Organização Mundial de Saúde de uma pandemia de COVID-19;

            CONSIDERANDO a situação de emergência decretada no âmbito do Município de Cuiabá, por intermédio do Decreto nº 7.849 de 20 de março de 2020;

            CONSIDERANDO o crescente número de casos confirmados bem como de óbitos decorrentes do novo coronavírus (COVID-19) em todo o Estado de Mato de Grosso;

            CONSIDERANDO a recente aprovação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso emergencial das vacinas CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e Covishield, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fiocruz. 

            CONSIDERANDO o fato de que o Plano Municipal de Imunização Municipal está apenas em sua fase inicial e a grande maioria da população cuiabana ainda não foi imunizada;

            CONSIDERANDO o firme e reiterado comprometimento da Administração Pública Municipal com a preservação da saúde e bem estar de toda população cuiabana;  

            DECRETA:

            Art. 1º O artigo 6º do Decreto nº 8.147 de 13 de outubro de 2020, passa a vigorar com a seguinte redação:

            “Art. 6º (…)

Parágrafo único. Os servidores públicos municipais integrantes do grupo de risco, (servidoras grávidas e lactantes, servidores acima de 60 anos de idade, imunodeprimidos e/ou portadores de doenças crônicas mediante laudo médico) exercerão suas atribuições via teletrabalho (home office) até o dia 31 de maio de 2021, de acordo com a sistemática de trabalho a ser estabelecida pelo secretário da pasta..”

            Art. 2º As disposições contidas no presente Decreto entram em vigor na data de sua publicação.

Palácio Alencastro em Cuiabá – MT, 25 de fevereiro de 2021.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá mantém 80 leitos de UTI abertos e liminar se torna sem efeito

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana