conecte-se conosco


VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande aguarda confirmação de matrículas para oferecer novas vagas na Rede Pública Municipal

Publicado


Legenda:

A Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, aguarda até o próximo dia 14 de janeiro, a confirmação, por parte dos pais e responsáveis pelas novas matrículas de alunos da Educação Infantil e etapas da Educação Básica, que foram realizadas pela primeira vez de forma online, para então abrir novas vagas remanescentes.

“Os 28 mil alunos que eram da Rede Pública Municipal e que permanecem em nossas unidades tiveram suas rematrículas realizadas de forma automática. Já as novas matrículas foram realizadas através da internet, e neste caso específico, as que não forem confirmadas até o próximo dia 14, ficam anuladas e voltam para o sistema para contemplarem outros pretendentes”, disse o titular da Secretaria Municipal de Educação, Silvio Fidélis apontando para a determinação do prefeito Kalil Baracat de acolher a todos que desejarem estudar, respeitando as regras de quantitativo, de qualidade do ensino e principalmente de biossegurança por causa da pandemia da COVID 19.

No dia 14, a Rede Pública Municipal, inicia o prazo para cadastro de pré-matrícula das vagas remanescentes e que não foram ocupadas no decorrer do processo de matrícula.

De acordo com Sílvio Fidelis, a Secretaria de Educação efetivou até o momento, 6.338 cadastros durante o período de inscrição online para a inserção de novos alunos. “O procedimento das inscrições para alunos novos ocorreu de 4 a 7 de janeiro sendo 100% online, e foram efetuadas diretamente no Portal da Prefeitura de Várzea Grande, e sem nenhuma ocorrência registrada, nem a necessidade de deslocamento por parte das pais e responsáveis pelos alunos, até a unidade escolhida. Estamos ampliando esse processo de matrículas e dando uma segunda chance”.

Silvio Fidelis explicou que os responsáveis pelos alunos novos receberam email com a confirmação do cadastro e já agendaram na unidade escolhida, a data e horário para a efetivação da matrícula. “Esse procedimento tem sido feito de forma transparente e de forma preventiva diante deste novo momento da pandemia. É importante lembrar que todas as unidades escolares, adotaram padrões de biossegurança para minimizar ao máximo o fator de contaminação”, explicou.

Leia mais:  Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

Segundo ele, além dos cadastros de alunos novos, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer está também realizando o processo de transferência escolar para os alunos que desejam migrar para outras unidades escolares das Redes Públicas Estadual ou Privada.  

O retorno das aulas presenciais está previsto para o mês de fevereiro, porém vai depender ainda de uma nova regulamentação de protocolos e medidas de segurança a serem editadas pelo município.

Já o calendário Escolar de 2021 das unidades escolares pertencentes à Rede Pública Municipal deverá atender 200 dias letivos e a carga horária mínima de 800 horas, salvo novas orientações, diante do cenário de excepcionalidades, que impossibilite o retorno as aulas.

Comentários Facebook
publicidade

VÁRZEA GRANDE

Várzea Grande inicia a vacinação contra a Covid e vai dar transparência aos atendidos

Publicado


Legenda: Início vacinação COVID 19 em Várzea Grande

Várzea Grande iniciou a campanha de imunização contra a COVID 19 para os trabalhadores da área de Saúde Pública com forte esquema de segurança feito pela Guarda Municipal e com a determinação do prefeito,  Kalil Baracat e do secretário interino de Saúde, Gonçalo de Barros, para que todos os vacinados tenham seus nomes e documentos pessoais formalmente encaminhados para órgãos de controle como a Controladoria Geral da União (CGU), os Ministérios Públicos Federal e Estadual e o Ministério da Saúde, para não pairar dúvidas de que as vacinas em Várzea Grande vão respeitar as regras e procedimento estabelecidos no Plano Nacional de Imunização.

Além dos funcionários do Hospital Pronto Socorro de Várzea Grande, os profissionais que atuam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) dos bairros IPASE e Cristo Rei também serão imunizados.

“A imunização através da vacina é um passo aguardado por toda a humanidade que se viu atingida por um vírus mortal que pode atingir a todos e não vê cor, raça, religião, condição financeira, ou seja, todos estão passíveis de ser contaminados como eu fui, portanto, temos que ser mais criteriosos e rigorosos nas regras do distanciamento social, uso de máscara, álcool em gel e meios de higienização rigorosos para que a vacina que ainda é pouca diante da necessidade, possa ser o instrumento que vencerá esta doença acompanhada de responsabilidade de cada uma das pessoas”, disse Kalil Baracat.

A enfermeira, Josenice Figueiredo de Souza, 62 anos, foi a primeira funcionária a ser vacinada e não escondeu a emoção em ter sido selecionada para participar deste momento que vai mudar a vida de milhares de pessoas em todo o mundo. Josenice tem 27 anos de serviços prestados a Saúde Pública da segunda maior cidade de Mato Grosso.

Leia mais:  Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

 “Estou muito feliz em participar deste ato e mais ainda em saber que aos poucos a vacina está chegando ao nosso município. Saber que vou estar protegida desta doença já traz tranquilidade, porém é essencial que todos tenham acesso a esse medicamento e que ele chegue logo a toda à população que deve manter suas obrigações quanto ao distanciamento social e ao uso de meios de proteção como máscara e álcool em gel, além de água e sabão”.

O secretário de Assuntos Estratégicos e interino da Secretaria de Saúde, Gonçalo Barros, informou que foram repassadas para o município 3.900 doses, e destas apenas 50% estão disponíveis nesta primeira etapa, uma vez que a eficácia da vacinação só é completa com a aplicação da segunda dose do imunizante e que chegará com certeza a todos os que receberam a
primeira dose.

“Esta é a primeira etapa e vamos dar sequência na vacinação cumprindo o protocolo que nos foi dado pelo Ministério da Saúde e pelo governo do Estado de Mato Grosso, onde neste primeiro momento serão priorizados os profissionais da saúde e que estão na linha de frente. Os profissionais que hoje tomarem essa primeira dose, daqui a 21 dias estarão tomando a segunda”, assegurou o secretário.

De acordo com o gestor, embora o município tenha recebido um número pequeno de doses – se comparado à população de Várzea Grande em 300 mil habitantes – o início da vacinação é um ponto de partida que deve ser muito comemorada. “Vamos cumprir com o que determina o Plano Nacional de Vacinação do governo Federal, que neste momento está priorizando os profissionais da saúde. Na medida em que as vacinas forem disponibilizadas, estaremos avançando aos demais grupos prioritários e por fim para toda a população indistintamente”.

Leia mais:  Governo do Estado e Várzea Grande unem esforços para gerar emprego e moradia

E para que não haja aglomeração, os medicamentos estão sendo levados aos locais de vacinação somente nos dias pré-agendados e esses cuidados fazem parte do plano estratégico da própria Secretaria de Saúde como forma de resguardar a segurança das doses que se tornou um dos bens mais visado no mundo.

VACINADOS – Liminha Antunes da Silva, 45 anos, que atua na função de maqueiro, também recebeu a primeira dose da vacina. Ele disse que há poucos meses sentiu no corpo os efeitos produzidos pelo coronavírus e que ser escolhido para receber essa dose o deixa mais tranquilo e seguro, uma vez que a possibilidade de uma reinfecção é iminente, principalmente para quem, assim como ele, atua na linha de frente. “Essa vacina é a esperança para a população do mundo todo e é um privilégio estar tendo essa oportunidade”.

Já a técnica de enfermagem , Arlete Aguiar Silva, 63 anos, confidenciou que estava vivendo um misto de ansiedade e, ao mesmo tempo, de emoção por receber a primeira dose da vacina contra o coranavírus. “Esse é um momento histórico em nossas vidas, ainda mais em um período em que o mundo inteiro sofre a perda de milhares de pessoas acometidas por esse vírus. Enquanto profissional da saúde o nosso trabalho é levar o máximo de conforto ao doente e nos dedicar à cura, mas enquanto ser humano, a nossa preocupação é o de também nos mantermos ilesos a esse vírus. Eu só tenho a agradecer pelo privilégio de poder tomar a primeira dose desta tão aguardada vacina”.

O secretário interino de Saúde, Gonçalo Barros destacou ainda que o interesse do município era adquirir 600 mil doses, o que seria ideal para vacinar toda a população da cidade, mas que essa vontade está longe da realidade, uma vez que o município tem também problemas em decorrência de insumos que não são produzidos no Brasil. “Temos problemas diplomáticos e que estão dificultando a produção dessas vacinas e isso tem sido um problema a ser sanado, porém, Várzea Grande já assinou protocolos de aquisição da vacina e que é a nossa vontade, mas esse é um problema mundial. Na medida em que forem disponibilizadas, com certeza vamos avançar com o nosso planejamento, além de contar com o Governo Federal”.

Leia mais:  Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização

O comandante da Guarda Municipal, Alisson Baracat, frisou que a instituição fará a proteção das vacinas e a guarda da mesma até que ela chegue para a população a ser inicialmente imunizada e assegurou que o povo de Várzea Grande é ordeiro e saberá compreender este momento e o fato de que será necessário se aguardar até que todos possam ser vacinados.

Comentários Facebook
Continue lendo

VÁRZEA GRANDE

Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização

Publicado


Legenda:

A Prefeitura de Várzea Grande atualizou as medidas de combate e prevenção à pandemia da Covid-19, bem como as medidas restritivas para as atividades econômicas no município, tendo em vista o aumento de casos confirmados de pessoas contaminadas e que coloca Várzea Grande em classificação de situação de emergência pelos próximos 30 dias.

Além disso, passou a ter assento no Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus – COVID 19, o Conselho Municipal de Saúde, na pessoa do seu presidente, Marcos de Castro Quaresma.   

De acordo com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, que esteve reunido com o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus “as medidas de prevenção publicadas no novo decreto precisam ser tomadas. É um ato responsável e que atende todas as recomendações feitas até o momento pelas autoridades mundiais em saúde”, comentou o chefe do Executivo Municipal, assegurando que não titubeará em adotar medidas que salvaguardem as vidas humanas.

“Como estamos com um número reduzidíssimo de vacinas diante de uma necessidade de 600 mil doses, temos que equilibrar as coisas neste momento e o mais importante é usar as medidas de segurança como distanciamento social, uso de máscara, álcool em gel e água e sabão para preservarmos o nosso meio de vida”, disse Kalil Baracat. 

O decreto municipal nº 06/2021, assinado pelo prefeito Kalil Baracat e definido em reunião com o Comitê de Enfrentamento Municipal circulou online na data desta terça-feira, 19 e foi publicado nesta quarta-feira, 20 de janeiro, e proíbe por 45 dias, a realização de eventos sociais, eventos corporativos, festas, shows, atividades em casas noturnas, confraternizações, atividades de capacitação, de treinamento ou de eventos coletivos com mais de 100 pessoas, em espaços privados ou públicos, inclusive em logradouros públicos. 

Leia mais:  Kalil baixa decreto, restringe aglomerações e endurece na fiscalização

Funcionarão com sua capacidade máxima em 50% de atendimento ao público: os shopping centers com horário das 10h às 22h; os cinemas e teatros; Serviços e atividades não essenciais privadas, varejistas e atacadista, inclusive a utilização de provadores de roupa, com horário de atendimento ao público das 08h às 18h; Os supermercados, mercados, mercearias e feiras, varejistas e atacadistas, das 06h às 21h, vedado, expressamente, consumo no local. As padarias, açougues e similares, das 06h às 19h. 

Conveniências localizadas em postos de combustível e distribuidoras de bebidas podem funcionar de segunda a domingo, das 06h às 22h na forma de delivery ou drive thru e está proibido qualquer tipo de consumo no local, além da presença de público. 

Também estão restritos a 50% da capacidade máxima de lotação, o funcionamento de restaurantes e pizzarias com horário de atendimento das 11h às 23h, e, após esse horário, somente pelo sistema de delivery ou drive thru. Lanchonetes, cafeterias, bares e congêneres podem funcionar das 06h às 23h com a restrição de 50% da capacidade de público. 

As atividades de prestação de serviço de representação judicial e extrajudicial, assessorias e consultorias, poderão manter suas atividades, sem restrição de horário de atendimento. As atividades de cunho religioso poderão manter seu exercício religioso, com a lotação máxima de 75% da capacidade total do local. 

A utilização de quadras poliesportivas, ginásios de esporte e miniestádios e academias está restrito ao limite de público de no máximo 30% da capacidade máxima do local, tendo como base o metro quadrado e o espaçamento de 1,5m entre as pessoas, além do uso de máscaras faciais e sem publico em arquibancadas. Já a utilização de parques públicos, praças, academias ao ar livre e equipamentos comunitários em geral, podem ser utilizados pela população desde que respeitada as medidas de segurança. A fiscalização será realizada pela Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e órgãos de fiscalização do Município, com aplicação de multa àqueles que adentrarem nos parques sem o uso de máscara de proteção facial, ainda que artesanal, e sem a observação do distanciamento mínimo de 1,5 metros de distância entre uma pessoa e outra. 

Leia mais:  Várzea Grande inicia vacinação contra Covid 19 em servidora com 27 anos de serviços prestados

No último encontro com o governador Mauro Mendes, o prefeito Kalil Baracat, requisitou o apoio das forças policiais de Mato Grosso, Corpo de Bombeiros e Vigilância em Saúde para auxiliar na fiscalização e cumprimento das regras na segunda maior cidade de Mato Grosso.

Os eventos realizados no formato “drive in”, terão a capacidade máxima de até 250 carros por evento. A realização de jogos e treinamento de futebol profissional, não terão a presença do público. Fica permitida a realização de velórios, exceto em caso de morte suspeita por Covid-19. 

Silvio Fidélis, presidente do Comitê, destaca que está permitida a retomada das atividades presenciais nas unidades de ensino privadas do município de Várzea Grande, no que se refere à educação infantil, observada 50% da capacidade máxima das salas de aula e respeitado o limite de até 15 alunos por turma, mantendo a mesma regra do decreto anterior.

No ensino privado: fundamental, médio e superior, fica autorizada a retomada, a partir de 01 de fevereiro, de forma remota, sendo que o ensino híbrido deverá ser implantado a partir de 01 de março no ensino superior e demais modalidades a partir de 5 de abril.

Já no ensino público, ficam mantidas as mesmas regras acima descritas, respeitado o prazo de 1º de março para o ensino remoto e de 5 de abril para o híbrido. 

“Estão suspensas às férias e licenças prêmios concedidas aos servidores públicos vinculados à Secretaria Municipal de Saúde e o funcionamento dos órgãos da prefeitura de Várzea Grande permanecem em horário normal, com a possibilidade de revezamento e teletrabalho, já os serviços essenciais não sofrem alterações neste momento”, completa o presidente do Comitê.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana