conecte-se conosco


ESPORTES

Último jogo de Marcelinho Carioca com camisa do Corinthians completa 11 anos

Publicado


No dia 13 de janeiro de 2010, há exatos 11 anos, um dos maiores ídolos da história do Corinthians realizava sua última partida com a camisa alvinegra. Jogando no estádio do Pacaembu, Marcelinho Carioca se despedia da torcida corintiana em amistoso contra o Huracán (ARG).

A partida foi a primeira da equipe na temporada, e Marcelinho atuou com equipe que iniciava a preparação para o ano do centenário do clube. O time entrou em campo para enfrentar o time argentino com Felipe; Alessandro, Paulo André, William e Escudero; Marcelo Mattos, Jucilei, Morais e Marcelinho; Defederico e Souza. O Timão venceu por 3 a 0, com gols de Souza, Morais e Dentinho.

Marcelinho Carioca não vestia a camisa do Corinthians desde o fim de 2006, ano de sua última temporada como atleta corintiano. O ex-meia é o quinto maior artilheiro da história do clube, com 206 gols marcados em 433 jogos pelo time do Parque São Jorge.

Comentários Facebook
Leia mais:  Árbitro Marcelo de Lima Henrique comanda o jogo contra Ceará e Bragantino
publicidade

ESPORTES

Fora de casa, Grêmio empata em 1 a 1 com o Palmeiras

Publicado


O Grêmio entrou em campo na noite de sexta-feira, para enfrentar o Palmeiras, em partida válida pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando no Allianz Parque, em São Paulo, e com a equipe um pouco modificada, o Tricolor empatou em 1 a 1 com os donos da casa.

Na etapa inicial, os adversários foram superiores, tanto que assinalaram o primeiro gol aos 32’, com Rafael Veiga. Mesmo atrás no marcador, o Grêmio tentou, voltando melhor no segundo tempo. Foi aos 42 minutos, que os gremistas deixaram tudo igual no Allianz Parque. Maicon trabalhou com Luiz Fernando na direita, que fez um cruzamento na cabeça de Diego Souza. O centroavante desviou para o fundo das redes, assinalando o gol gremista.

Com o resultado, o Grêmio  soma um ponto na rodada, chegando a 50 na competição.

Primeiro Tempo 

Os primeiros minutos foram de equilíbrio no Allianz Parque, apesar do Palmeiras logo ameaçar aos 35 segundos de jogo. No lance, Breno Lopes recebeu na meia direita e de dentro da área fez a  finalização. Vanderlei saiu bem e fez a defesa.

Os donos da casa iniciaram o jogo mantendo maior posse de bola e impondo seu ritmo na primeira etapa. Já o Tricolor ficou um pouco mais retraído, intensificando a sua marcação. Passados 10 minutos, os paulistas chegaram novamente com Marcos Rocha, que tabelou e cruzou da direita, rasteiro, para mais uma defesa do arqueiro gremista. Em seguida, ainda insistindo no ataque, da entrada da área, Rony chutou, mas Vanderlei defendeu novamente.

Aos 22’, quase que o marcador foi aberto pelos adversários depois de uma jogada em que Breno Lopes cruzou na pequena área para Rony completar a gol, mas o atacante carimbou a trave. No minuto seguinte, foi a vez de Willian chutar de fora da área e acertar o mesmo poste.

Leia mais:  Furacão terá 23 jogadores à disposição contra o São Paulo

A primeira finalização do Grêmio saiu aos 27 minutos, quando Pepê arriscou a meia-lua da grande área, mandando em direção a meta, mas Weverton fez a defesa. Em resposta, o Palmeiras chegou com perigo após um erro no meio-campo tricolor. Rafael Veiga se aproveitou e da intermediária, chutou forte – a bola saiu à direita da meta.

Tanto pressionou nesta etapa, que o Palmeiras conseguiu abrir a contagem. Willian fez um cruzamento da esquerda, Rony acabou furando em bola, mas Rafael Veiga apareceu mandando para o fundo das redes, com 32 minutos jogados.

Cinco minutos depois, Alisson recebeu na meia direita cortou pra perna esquerda e arrematou a gol, de fora da área. Weverton defendeu, mas cedeu escanteio. Na cobrança, a defesa paulista afastou.

Segundo Tempo 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação para a etapa complementar.

Com dois minutos de jogo, o Grêmio teve uma chance em bola parada, da intermediária. Jean Pyerre cobrou, mas Weverton afastou. Outra oportunidade saiu dos pés de Pepê, aos 6’. O atacante arrematou de fora da área, mas o goleiro paulista defendeu novamente.

Já o Palmeiras chegou pela direita, com Breno Lopes, que foi quase a linha de fundo e cruzou, mas Vanderlei defendeu.

Com 14’, os gremistas chegaram pela esquerda. Diogo Barbosa fez um cruzamento, mas direto nas mãos do goleiro palmeirense.

Aos 19 minutos, os paulistas quase assinalaram o segundo gol. Depois de Rony impedir a saída de bola pela linha de fundo, colocando ela na área, Willian chegou e de voleio mandou a gol, obrigando uma grande defesa de Vanderlei.

O Grêmio tentou pela esquerda, com um cruzamento de Pepê buscando Diego Souza, mas a bola foi muito forte e acabou com a defesa adversária, aos 24’.

Passados 32 minutos, o Tricolor teve uma boa chance em cobrança de falta. Jean bateu, houve o desvio na barreira e a bola saiu com muito perigo, à esquerda da meta paulista. Cinco minutos depois, o Tricolor teve um escanteio. Pinares colocou no segundo poste, Diego Souza desviou, mas Weverton defendeu.

Leia mais:  Figueirense derrota Brasil de Pelotas por 3 a 0

Foi aos 42 minutos, que os gremistas igualaram o marcador no Allianz Parque. Maicon trabalhou com Luiz Fernando na direita, que fez um cruzamento na cabeça de Diego Souza. O centroavante desviou para o fundo das redes, assinalando o gol gremista.

Ao final, Diego Souza cobrou uma ótima falta, para grande defesa do goleiro paullista, que impediu o gol da virada.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Figueirense derrota Brasil de Pelotas por 3 a 0

Publicado


O Figueirense venceu o Brasil-RS por 3×0, na tarde de sexta-feira (15), no Estádio Orlando Scarpelli, em duelo válido pela 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Furacão chegou aos 39 pontos, deixando momentaneamente o Z-4, ocupando a 15ª posição na tabela de classificação. O Brasil-RS ocupa a 11ª posição, com 47 pontos conquistados.

Precisando da vitória, após 03 jogos sem vencer na competição, o alvinegro partiu com tudo desde o início da partida. Aos 15 minutos, Bruno Michel tentou por cobertura e a bola tocou no travessão, antes de sair. Aos 19, Dudu arriscou de longe, o goleiro deu o rebote e Geovane Itinga bateu para o gol, abrindo o marcador. Na pressão, o Figueirense encurralava a equipe gaúcha. O segundo gol veio aos 29 minutos, quando após ótimo lançamento de Patrick, Everton Santos avançou pela direita e cruzou na medida para Dudu, que bateu colocado e estufou a rede. Aos 47’, Diego Gonçalves avançou pela direita e tentou o cruzamento, mas o zagueiro Leandro Camilo cortou com o braço. Pênalti anotado pela arbitragem, convertido por Diego Gonçalves, aos 48 minutos da primeira etapa.

O segundo tempo seguiu com o alvinegro dominando as ações, mas sem aumentar o placar. Aos 16 minutos, Geovane Itinga recebeu bom passe e bateu para o gol, mas o goleiro Rafael Martins fez  grande defesa. Aos 19’, Diego Gonçalves bateu cruzado e a bola passou raspando, à direita do goleiro xavante. Aos 26 minutos, outra boa chance para o Figueirense, desta vez com o zagueiro Alemão, que apareceu no ataque e bateu para o gol, obrigado o goleiro adversário a fazer boa defesa. A melhor oportunidade dos visitantes aconteceu aos 34 minutos, quando Bruno José bateu forte, e o goleiro Rodolfo se esticou todo, mas a bola acabou saindo à esquerda da meta alvinegra.

Leia mais:  Inter segue sequência na preparação para enfrentar o Fortaleza

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana