conecte-se conosco


MATO GROSSO

Treze municípios estão com risco moderado de contaminação pela Covid-19 em MT

Publicado


A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (11.01) o Boletim Informativo n° 309 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra que 13 municípios estão classificados com risco “moderado” para o novo coronavírus. São eles: Cuiabá, Barra do Garças, Sinop, Várzea Grande, Cáceres, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Colíder, Juara, Nova Mutum, Tangará da Serra, Rondonópolis e Nova Canaã do Norte.

Outros 128 municípios estão na classificação “baixo”, indicada pela cor verde. O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos, é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas na próxima sexta-feira (22)
publicidade

MATO GROSSO

55% dos servidores e 48% dos pais pedem aulas não presenciais; 43% dos estudantes querem voltar

Publicado


Enquete realizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) apontou que 55% dos servidores e 48% dos pais ou responsáveis pelos estudantes querem que as aulas na rede estadual continuem no sistema não presencial neste momento. A opinião dos estudantes é diferente, já que 43% votaram pelo retorno presencial e 26% pelo híbrido (os dois sistemas).

As consultas foram realizadas no portal e nas redes sociais da Seduc-MT, entre os dias 11 e 15 de janeiro, para saber a opinião da comunidade escolar sobre qual era a melhor modalidade para retomada das atividades de ensino nas escolas da rede estadual no dia 8 de fevereiro.

Na sexta-feira (15.01), o Governo do Estado anunciou que o retorno será no sistema não presencial devido ao crescimento dos casos de coronavírus (Covid-19) e a alta demanda por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Mas, o governo definiu que todas as semanas os dados da pandemia serão avaliados para definir o momento que será possível o retorno híbrido (com 50% dos estudantes em sala de aula em dias alternados), com segurança.

Resultado das enquetes

Os servidores votaram e, do total de 10.344 votos válidos, 55% preferem que as aulas continuem na modalidade não presencial, 28,93% opinaram que o ensino deve ser híbrido e 15% votaram para o retorno das aulas presenciais.

O maior número de votos foi de pais ou responsáveis pelos estudantes. Do total de 37.873 votos válidos, 48% querem que as aulas continuem na forma não presencial, 28,09% preferem o retorno presencial e 23,08% optaram pela volta às aulas no modo híbrido de ensino.

Dos 1.172 votos válidos dos estudantes, 43% afirmaram que querem o retorno das aulas na modalidade presencial, 26% votaram para o retorno no sistema híbrido e 30% pelo não presencial.

Leia mais:  Mato Grosso tem primeira indígena vacinada contra a Covid-19

Para garantir legitimação dos votos, foram computados somente a resposta com número de CPF válido.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Deputado afirma que atual gestão do Governo de Mato Grosso é a que mais investe na Educação

Publicado


O deputado estadual Wilson Santos afirmou que a atual gestão do Governo de Mato Grosso, comandada pelo governador Mauro Mendes, é a que mais tem investido na Educação pública estadual até agora.

A declaração foi dada nesta terça-feira (19.01), durante a assinatura de 51 convênios para construção e reforma de escolas, bem como aquisição de micro-ônibus, mobiliários e equipamentos destinados à infraestrutura da rede estadual de ensino. Somente nestes convênios serão investidos mais de R$ 40 milhões para obras, a serem executadas em parceria com os municípios.

“Eu já vi governadores investir em pontes, em diversos programas de infraestrutura. Mas eu ainda não vi nem conheci nenhum governador que investiu tanto em educação quanto o senhor [Mauro]”, declarou o parlamentar.

Wilson Santos destacou que o Governo de Mato Grosso, além de pagar em dia os repasses da Educação aos municípios e investir recursos próprios na Educação (R$ 936,4 milhões até 2022), também está articulando um financiamento de U$S 100 milhões de dólares (R$ 550 milhões) junto ao Banco Mundial para investir exclusivamente na estrutura da Educação.

“Esses 100 milhões de dólares que o senhor vai trazer para Mato Grosso é histórico […] Essa estrutura toda na Educação vai trazer um ambiente agradável, que melhora pelo menos 25% o rendimento. O professor vai dar aula com mais satisfação, os técnicos vão chegar no horário, a greve vai diminuir e o nível de aprendizagem dos alunos vai melhorar”, pontuou o deputado, que também é professor.

A deputada federal Rosa Neide, que participou do evento por videoconferência, também ressaltou a importância de investir na estrutura da rede escolar.

“Fui secretária de Educação quando o Governo Federal disponibilizava muitos convênios, então pudemos fazer muitas obras com recursos do Governo Federal. E hoje vejo que o senhor governador do Estado está colocando recursos da fonte do próprio Estado na Educação. Quero parabenizar todos que se debruçam e se dedicam à Educação. Contem sempre comigo para a causa da Educação Pública”, afirmou.

Leia mais:  Mato Grosso tem primeira indígena vacinada contra a Covid-19
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana