conecte-se conosco


POLICIAL

Três pessoas são detidas por envolvimento em homicídio nesta 6ª feira, em Lucas do Rio Verde

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Dois adultos foram presos e um adolescente apreendido, todos em flagrante, pelo homicídio praticado contra Hailton Cordovil Amador, 30 anos, ocorrido nesta sexta-feira (08.101), em Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá).

As prisões foram efetivadas por equipes da Delegacia da Polícia Civil e a Polícia Militar, que realizaram diversas diligências até que fossem localizados os três envolvidos no homicídio.

O crime ocorreu próximo a uma empresa de reciclagem, no bairro Tessele Junior, por volta das 8h30 da manhã desta sexta-feira. A vítima foi atingida com ao menos cinco disparos de arma de fogo, foi socorrida ainda com vida ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Uma equipe da Polícia Militar passava nas proximidades do local do fato, quando ouviu os disparos e imediatamente foi checar. Um dos suspeitos, de 19 anos, correu em direção a um terrenos baldio, mas foi detido. Com ele estava a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38, com cinco munições deflagradas.

Apuração

Após ser comunicada do crime, a Polícia Civil passou a apurar as circunstâncias do homicídio. Com base em informações coletadas e nas declarações do primeiro suspeito preso, os policiais seguiram em diligências para localizar os outros envolvidos no crime.

O adolescente de 16 anos não foi localizado em sua residência. Após familiares tomarem conhecimento de ele estava sendo procurado por envolvimento no homicídio, a mãe do rapaz o apresentou na Delegacia da Polícia Civil.

Já a mulher de 34 anos, que é ex-esposa da vítima, foi presa em seu local de trabalho.

Conforme apuração da equipe de investigação, a mulher é supostamente envolvida com uma facção criminosa e estava ameaçando a vítima.

Leia mais:  Investigado por crime bárbaro no sul de MT é localizado cinco anos depois

Um dos suspeitos declarou à Polícia que agiu a mando da ex-esposa da vítima. Desde que recebeu a descrição de como era Hailton, próximo ao período do Natal, ele e o adolescente passaram a arquitetar a morte da vítima.

Ouvida pelo delegado Eugênio Rudy Junior, a ex-mulher da vítima negou participação no crime.

Com base nas informações coletadas durante as diligências, o delegado autuou em flagrante os dois adultos por homicídio qualificado – cometido por paga ou promessa de recompensa. O adolescente responderá a ato infracional análogo a homicídio qualificado.

O adolescente será apresentado à Promotoria de Justiça e os dois adultos serão encaminhados às respectivas unidades prisionais, após passarem por exame de corpo de delito.

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Gado furtado de fazenda em Nova Brasilândia é localizado em propriedade em Santo Afonso

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Vinte cabeças de gado furtadas de uma fazenda no município de Nova Brasilândia (215 km ao sul) foram recuperadas em Santo Afonso neste domingo (17), após investigação iniciada pela equipe da Delegacia da Polícia Civil de Chapada dos Guimarães. A recuperação do gado furtado contou com apoio da Delegacia de Tangará da Serra e uma pessoa foi detida por receptação.

De acordo com o delegado de Chapada dos Guimarães, Alexandre Nazareth, foi instaurado um inquérito para apurar o furto à fazenda em Nova Brasilândia ocorrido no dia 11 de janeiro, quando 36 cabeças de gado bovino foram furtadas da propriedade.

Durante investigação para apurar o furto, os investigadores obtiveram a informação de que o gado furtado estava sendo comercializado na região de Tangará da Serra. Em diligências na região, os policiais civis chegaram à propriedade de um homem de 36 anos, que informou ter adquirido bovinos cuja marca é a mesma da fazenda de Nova Brasilândia. Na pastagem da propriedade foram localizadas apenas 20 fêmeas.

O dono da propriedade foi encaminhado à delegacia e autuado por receptação.

A investigação sobre o furto de gado na propriedade em Nova Brasilândia prossegue para identificar os envolvidos. O delegado Alexandre Nazareth informou que, ao todo, foram levados em diversos carregamentos da propriedade 120 cabeças de bovinos.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil localiza em Cuiabá casa utilizada como laboratório de refino e distribuição de drogas
Continue lendo

POLICIAL

Ex-policial militar com diversas condenações e foragido da Justiça é localizado e preso na Capital

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil prenderam na última sexta-feira (15) mais duas pessoas que estavam foragidas da Justiça e com ordens de prisão em aberto.  

Um dos presos é um ex-policial militar, que responde a diversos processos na Justiça de Mato Grosso. Ele foi localizado no bairro do Porto, próximo ao Comando Geral do Corpo de Bombeiros. O ex-policial, de 60 anos, estava com ordem de prisão expedida pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

Em setembro de 2012, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar e o Batalhão da Rotam realizaram a apreensão na residência do ex-policial de farto material bélico, como arma de fogo, munição para fuzil calibre 556 e outras munições de diversos calibres (9 milímetros, 12 mm, 38, 22, 380 e ponto quarenta).

O ex-cabo responde a vários processos na Justiça estadual e foi condenado por homicídio com sentença condenatória já transitada em julgado e pena de 19 anos de reclusão. Na Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá ele responde pelo crime de roubo qualificado, com emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, e foi condenado a nove anos de prisão.

Na 1ª Vara Criminal de Cuiabá, ele foi condenado a 12 anos de reclusão e em outra condenação, na Comarca de Juscimeira responde por roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, tendo sido condenado a 12 anos de reclusão pelo roubo à agência do Sicredi daquela localidade. Ele possui outros antecedentes criminais com indiciamentos e autuações por delitos como roubo de veículos com restrição a liberdade da vítima, receptação, posse ou porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal.

Leia mais:  Polícia Civil localiza em Cuiabá casa utilizada como laboratório de refino e distribuição de drogas

A outra prisão foi realizada no centro da Capital. Em uma agência bancária localizada na Rua Barão de Melgaço, os policiais da Polinter detiveram uma mulher de 27 anos no momento em que ia realizar uma transação financeira. Ela estava com mandado de prisão, com sentença condenatória, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, onde responde a processo por tráfico de drogas na fronteira do Brasil com o Paraguai.

Após a prisão, os dois detidos foram submetidos a exame de corpo de delito e encaminhados às respectivas unidades prisionais, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana