conecte-se conosco


POLICIAL

Três adultos são presos pelo comércio de drogas nos bairros Tijucal e Jardim Passaredo

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais três traficantes foram presos e uma adolescente apreendida pela Polícia Civil, no final da tarde de terça-feira (05.01), em Cuiabá, durante investigação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) nos bairros Tijucal e Jardim Passaredo.

A ação resultou também na apreensão de porções de droga, dinheiro, aparelhos celulares, balança de precisão, máquina de cartão, além de outros materiais utilizados no preparo e embalo das substâncias ilícitas.

Os jovens de 18, 20 e 22 anos, foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico, com aumento de pena por envolver menor de idade. Já a adolescente de 15 anos foi apreendida e responderá por ato infracional análogo aos mesmos crimes.

Durante a investigação, os policiais civis identificaram inicialmente a adolescente que vinha debochando das ações policiais, bem como havia sido cooptada por criminosos para agir no tráfico de drogas e vinha atuando de forma recorrente na região do bairro Tijucal.

Com base nas suspeitas, a equipe passou a monitorar a residência da adolescente e no final da tarde de terça-feira (05) avistaram o momento em que ela saía do imóvel carregando algo volumoso na cintura. Imediatamente foi realizada a abordagem da menor e apreendida uma porção grande de maconha. Com ela estava um suspeito de 20 anos, apontado como comparsa da adolescente.

Em entrevista, a adolescente informou que o fornecedor seria um morador do Jardim Passaredo que, além de armazenar a droga, utilizava o terreno com uma casa abandonada para esconder os entorpecentes.

Os investigadores foram até o endereço indicado, onde apreenderam uma porção de ácido bórico, três porções de pasta base e uma de maconha, embaladas e prontas para venda, e R$ 570. No local estavam os outros dois suspeitos, sendo que um deles fazendo uso de tornozeleira eletrônica.

Diante dos fatos, os quatro envolvidos, todos reincidentes no tráfico, foram conduzidos até a DRE. Após interrogatório, os três jovens foram autuados em flagrante e posteriormente encaminhados para a unidade prisional do Capão Grande. O delegado Vitor Hugo Bruzulato representou pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva.

Leia mais:  Diretoria divulga portaria atualizando comunicações e orientações sobre Covid-19

A adolescente apreendida foi autuada por ato infracional análogo ao tráfico de drogas e foi encaminhada para a Delegacia Especializada do Adolescente (DEA) para as providências cabíveis. Em desfavor da menor também foi representada pela internação provisória junto à Promotoria da Infância e Juventude.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Ex-policial militar com diversas condenações e foragido da Justiça é localizado e preso na Capital

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil prenderam na última sexta-feira (15) mais duas pessoas que estavam foragidas da Justiça e com ordens de prisão em aberto.  

Um dos presos é um ex-policial militar, que responde a diversos processos na Justiça de Mato Grosso. Ele foi localizado no bairro do Porto, próximo ao Comando Geral do Corpo de Bombeiros. O ex-policial, de 60 anos, estava com ordem de prisão expedida pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

Em setembro de 2012, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar e o Batalhão da Rotam realizaram a apreensão na residência do ex-policial de farto material bélico, como arma de fogo, munição para fuzil calibre 556 e outras munições de diversos calibres (9 milímetros, 12 mm, 38, 22, 380 e ponto quarenta).

O ex-cabo responde a vários processos na Justiça estadual e foi condenado por homicídio com sentença condenatória já transitada em julgado e pena de 19 anos de reclusão. Na Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá ele responde pelo crime de roubo qualificado, com emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, e foi condenado a nove anos de prisão.

Na 1ª Vara Criminal de Cuiabá, ele foi condenado a 12 anos de reclusão e em outra condenação, na Comarca de Juscimeira responde por roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, tendo sido condenado a 12 anos de reclusão pelo roubo à agência do Sicredi daquela localidade. Ele possui outros antecedentes criminais com indiciamentos e autuações por delitos como roubo de veículos com restrição a liberdade da vítima, receptação, posse ou porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal.

Leia mais:  Homem comparece à delegacia para depor e tem mandado de prisão cumprido por tráfico de drogas

A outra prisão foi realizada no centro da Capital. Em uma agência bancária localizada na Rua Barão de Melgaço, os policiais da Polinter detiveram uma mulher de 27 anos no momento em que ia realizar uma transação financeira. Ela estava com mandado de prisão, com sentença condenatória, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, onde responde a processo por tráfico de drogas na fronteira do Brasil com o Paraguai.

Após a prisão, os dois detidos foram submetidos a exame de corpo de delito e encaminhados às respectivas unidades prisionais, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Funcionário de construtora é preso com ferramentas furtadas da empresa

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Diversos equipamentos furtados de uma construtora em Rondonópolis foram recuperados e uma pessoa foi presa pela equipe de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município, na sexta-feira (15).

Os investigadores chegaram ao suspeito após checar a informação de que uma lixadeira, que foi furtada da empresa, ser anunciada em um grupo de venda de produtos em uma rede social.

A equipe policial conseguiu identificar o anunciante e o bairro onde mora. O suspeito, de 23 anos, foi abordado pelos investigadores o Jardim Santa Clara 2 e com ele estava a lixadeira, que informou ser de sua propriedade e estava tentando vendê-la.

Depois, ele acabou informando aos policiais que trabalha na construtora há dois meses e  durante este período começou a furtar algumas ferramentas e indicou o local em que havia deixado os outros materiais levados da empresa.

Foram recuperados uma esmerilhadora, caixa de ferramentas, máscara e cabo de solda, uma máquina de solda, martelete e uma serra circular.

O rapaz foi conduzido à DERF e autuado em flagrante.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Polícia Civil localiza em Cuiabá casa utilizada como laboratório de refino e distribuição de drogas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana