conecte-se conosco


ESPORTES

Treinador renomado volta ao Cruzeiro para comandar o Sub -20

Publicado


Trabalhando incansavelmente mesmo durante o recesso de final de ano, a diretoria das categorias de base do Cruzeiro já escolheu o novo comandante da equipe Sub-20. Trata-se de Paulo Castro, um dos profissionais mais vencedores da história da base cinco estrelas.

Com passagens por diversos clubes do Brasil e com grandes conquistas no Cruzeiro, Paulinho se apresenta no próximo dia 5 para iniciar os trabalhos internos com a diretoria. O elenco se apresentará posteriormente. O treinador é formado em educação física pela Universidade Federal de Minas Gerais e possui diplomas de cursos da CBF, como a licença A.

Diretor executivo das categorias de base, Gustavo Ferreira destacou a importância do retorno de um treinador identificado com o Cruzeiro e que acredita no projeto do Clube.

“Estamos trazendo de volta um dos profissionais mais vitoriosos da história do Clube, que além de ganhar vários títulos revelou inúmeros atletas que trouxeram retorno técnico e financeiro para a instituição. Ele gostou do projeto que apresentamos, da filosofia que estamos implantando, entendeu a nossa realidade e quis muito vir pra cá”, destacou.

Paulo Castro, de 55 anos, possui vários títulos em seu currículo. Destacam-se as taças levantadas com a camisa do Cruzeiro: campeão mineiro, Copa Brazil Cup, Copa Integração, Copa Gazetinha e Copa Votorantim pela equipe Sub-15. Pelo Sub-17 cruzeirense, ganhou a Copa Integração e a Copa Macaé.

Pela equipe de juniores, Paulo Ricardo também ganhou vários títulos importantes. Além de campeão estadual (2011, 2013 e 2014), venceu o Campeonato Brasileiro (2012), Copa Amsterdam na Holanda (2012), Torneio Sub-20 de Barbados (2012) e foi tricampeão do torneio de Terborg na Holanda (2012, 2013 e 2014).

Leia mais:  Corinthians deixa a desejar e é derrotado pelo Bragantino

“Recebi o convite do diretor Gustavo Ferreira e estou muito feliz em voltar para o clube. Essa é minha quarta passagem e pretendo desenvolver um grande trabalho na formação de atletas vencedores. Para isso, vamos buscar conquistas com a ajuda de todos”, disse o treinador.

Comissão técnica

Além do técnico Paulo Castro, a comissão técnica do Sub-20 estrelado conta com mais duas novidades. O preparador físico Marcelo Medina e o analista de desempenho Victor Flores sobem do time Sub-17, mantendo a política da nova gestão que valoriza os profissionais do clube.

Ricardo Mendes, Leandro Guerreiro e Dênis Gago seguem como supervisor, auxiliar técnico e preparador de goleiros, respectivamente. Michel Machado continua como massagista e Edson Diniz como roupeiro.

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Corinthians deixa a desejar e é derrotado pelo Bragantino

Publicado


Na noite de segunda-feira (25), o Corinthians entrou em campo novamente pelo Campeonato Brasileiro. Pela 32ª rodada da competição, o Timão foi superado pelo o Red Bull Bragantino por 2 a 0, na Neo Química Arena.

Timão escalado!

O técnico Vagner Mancini decidiu começar o jogo contra o Red Bull Bragantino escalado com: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil, e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro, Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital; Jô. Durante o jogo, também entraram Léo Natel, Otero, Luan, Everaldo e Gabriel Pereira. Ainda estavam no banco de reservas: Walter, Raul Gustavo, Marllon, Michel Macedo, Camacho, Cantillo, Xavier, Léo Natel, Luan, Otero, Everaldo e Gabriel Pereira.

Primeiro tempo

Logo no início, o Corinthians foi surpreendido com um chute de fora da área do Red Bull Bragantino. Helinho arriscou e acertou o canto rasteiro do Timão, no primeiro minuto do duelo.

Mesmo atrás no placar, o Corinthians seguia criando chances no duelo. Aos sete minutos, Vital arriscou de fora da área e por pouco o goleiro adversário não entrou com a bola no gol.

Momentos depois, aos 11, mais um chute de média distância. Desta vez, Ramiro arriscou da entrada da área, mas Cleiton defendeu. Aos 15 minutos, Fagner também tentou, mas a bola ficou com o goleiro do Red Bull Bragantino.

O Alvinegro continuava pressionando o time de Bragança, mas esbarrava nas defesas do goleiro Cleiton. Aos 26, Cazares tentou após passe de Gustavo Silva, mas a bola ficou nas mãos do jogador adversário.

Aos 41 minutos, o Red Bull Bragantino chegou ao segundo gol. Claudinho recebeu dentro da área e chutou sem chances para o Cássio.

Leia mais:  Atlético MG encerra preparação para enfrentar o Santos

Segundo tempo

Com uma postura mais agressiva, o Timão chegou ao ataque com menos de um minuto da etapa final. Léo Natel tentou cruzar a bola para área, mas o goleiro do Red Bull Bragantino cortou a jogada e ficou com a bola.

O jogo no segundo tempo ficou mais concentrado no meio-campo e com poucas chances criadas por ambas as equipes. O chute de fora da área seguia sendo um recurso explorado pelo Alvinegro. Aos 20 minutos, Otero arriscou do bico da grande área, mas a bola passou rente à trave direita.

O Corinthians continuou buscando os gols necessários para igualar o placar, mas esbarrou na postura defensiva do Red Bull Bragantino, que conseguiu manter a vantagem adquirida ainda na primeira etapa.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Chapecoense não supera Operário e perde de 2 a 0 pela 37ª rodada da Série B

Publicado


A Chapecoense entrou em campo na tarde de segunda-feira (25), no Estádio Germano Kruger, para disputar contra o Operário-PR partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de iniciar o embate melhor do que o adversário, o Verdão viu o Fantasma igualar as ações do jogo, abrir o placar no primeiro tempo e ampliar no segundo, determinando em 2 a 0 o resultado final.

A partida: 

Mesmo jogando longe dos seus domínios, a Chapecoense iniciou a partida contra o Operário-PR buscando o ataque. O ímpeto inicial do time alviverde, no entanto, esbarrou num sistema defensivo atento da equipe adversária. Posteriormente, com as ações do embate equilibradas, o Operário-PR teve a chance de abrir o placar e não desperdiçou: aos 21, o zagueiro Fábio Alemão marcou o primeiro gol.

Foto: André Jonsson/OFEC

A pressão do time adversário continuou e logo no início da etapa complementar a vantagem do Operário-PR foi ampliada, com o meia Rafael Oller marcando o segundo. A Chapecoense esboçou reação e aos 29 Anderson Leite recebeu na grande área e finalizou com perigo, mas mandou por cima da meta. Na sequência, aos 37, Matheus Ribeiro acertou excelente cruzamento e Evandro cabeceou – a bola tirou tinta da trave, mas saiu pela linha de fundo. Aos 44, numa das melhores chances da partida, a bola sobrou com Perotti e o Cria do Condá bateu com categoria, muito perto do gol. Apesar das oportunidades, o placar final foi favorável ao time da paranaense.

Comentários Facebook
Leia mais:  Avaí e América já se enfrentaram 17 vezes na Série B
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana