conecte-se conosco


MATO GROSSO

Terça-feira (12): Mato Grosso registra 192.353 casos e 4.708 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (12.01), 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.708 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.247 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 192.353 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.198 estão em isolamento domiciliar e 179.531 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 255 internações em UTIs públicas e 288 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 63,28% para UTIs adulto e em 33% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (43.010), Várzea Grande (13.157), Rondonópolis (13.024), Sinop (10.286), Sorriso (8.519), Tangará da Serra (8.472), Lucas do Rio Verde (7.951), Primavera do Leste (6.026), Cáceres (4.471) e Nova Mutum (4.041).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 160.270 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 482 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda-feira (11.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.131.612 casos da Covid-19 no Brasil e 203.580 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.105.790 casos da Covid-19 no Brasil e 203.100 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (12.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Governo de Mato Grosso entrega 250 viaturas nesta sexta-feira (22)

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Bombeiros iniciam planejamento para Temporada de Incêndios Florestais

Publicado


O Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), recebeu, na tarde desta quinta-feira (21.01), representantes de algumas das agências que atuam em conjunto na prevenção e combate aos incêndios florestais durante a temporada crítica no estado. Esta foi a primeira reunião do ano, com o objetivo de planejar a atuação durante o ano de 2021 para minimizar os danos causados pelos incêndios florestais e queimadas urbanas. Além do planejamento, também foram traçadas estratégias e verificados os recursos já disponíveis, as fontes, as ações de interface etc.

Além do CBMMT estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria de Segurança Pública, de Meio Ambiente, Defesa Civil, Polícia Militar Ambiental, Delegacia Especializada do Meio Ambiente, Associação de Defesa do Pantanal (Adepan) e Sesc Pantanal. A reunião foi presidida pelo comandant-geral em substituição legal dos Bombeiros, o coronel Ricardo Antônio Bezerra Costa.

“O Ciman deixa muito claro que esta é uma ação multiagências, com participação forte do Governo de Mato Grosso através das suas secretarias de estado, a Secretaria de Segurança Pública, de Meio Ambiente, de Planejamento e Gestão e as demais agências. Essa participação do Governo Estadual, o apoio dos proprietários rurais, dos municípios e do Governo Federal através do Ministério da Defesa fizeram uma diferença muito grande durante os trabalhos realizados no ano que se passou”, afirmou o coronel Ricardo Bezerra.

O coronel BM Dércio Santos da Silva, diretor operacional do CBMMT lembrou que se trata de uma reunião com os órgãos de governo que representam o núcleo do Ciman, que são a Defesa Civil, a Sesp e a Sema. “Aqui nós começamos as discutir as ações e já temos algumas deliberações com base no relatório do ano passado, o que subsidia a produção do Plano Operacional do CBMMT para atuar nos incêndios florestais. Partindo deste princípio, o momento é de iniciarmos os ajustes para delinearmos a nossa atuação neste ano”, explicou.

Leia mais:  Adolescentes envolvidos em latrocínio no interior são apreendidos após investigações da Polícia Civil

Explicando a TIF

A Temporada de Incêndios Florestais (TIF) começa em meados de junho e termina em meados de novembro. Esse período é assim denominado por compreender a época do ano em que as condições climáticas de baixa umidade do ar e altas temperaturas favorecem o surgimento de incêndios nos três biomas de Mato Grosso; cerrado, floresta Amazônica e Pantanal.

A TIF apresenta um ciclo permanente de quatro principais fases: prevenção, que se mantém ativa em paralelo com as demais fases da temporada; preparação, que é marcada pelas especializações oferecidas aos bombeiros militares e brigadistas municipais; resposta, composta pela operacionalização dos trabalhos e por fim a fase da responsabilização, que é quando são realizados os trabalhos de fiscalização e perícias de incêndios florestais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

MATO GROSSO

Adolescentes envolvidos em latrocínio no interior são apreendidos após investigações da Polícia Civil

Publicado


Entre quarta-feira e quinta-feira desta semana, a Polícia Civil de Comodoro cumpriu os mandados de busca e apreensão de dois adolescentes envolvidos em um latrocínio ocorrido no final de dezembro, na cidade de Nova Lacerda (546 km a oeste de Cuiabá).

Com apoio da Polícia Militar de Nova Lacerda e de Conquista d’Oeste, após várias diligências um dos adolescentes, uma garota foi apreendida na residência da mãe, em Conquista d’ Oeste, também na região oeste do estado.

Com base na investigação conduzida pela Delegacia da Polícia Civil de Comodoro, a Promotoria de Justiça representou pela apreensão dos dois adolescentes identificados com envolvimento no latrocínio ocorrido dia 30 de dezembro. O pedido do Ministério Público, embasado em fundamentação robusta, foi acatado pelo Judiciário que expediu o mandado.

A equipe de investigação de Comodoro realizou diligências nas cidades para localização dos adolescentes.

A garota aprendida, atualmente com 16 anos, encontra-se à disposição da Justiça.

As diligências continuaram durante esta quinta-feira e o outro adolescente, de 17 anos, foi localizado em Nova Lacerda.

Outras sete pessoas, sendo quatro adultos e três adolescentes, foram presas e apreendidas em flagrante por envolvimento no crime. 

Crime

No dia 30 de dezembro, um grupo invadiu uma residência e rendeu diversas pessoas. Uma delas foi amarrada e serviu de escudo para que os suspeitos entrassem em uma das residências que fica no mesmo lote.

Uma das vítimas reagiu ao roubo e no momento em que fez o disparo contra os criminosos, um dos suspeitos atirou em outra vítima que encontrava-se amarrada. Em seguida, os criminosos fugiram do local levando aparelhos celulares, carteiras, munições e dinheiro.

A vítima, Ezequias de Lima Rocha, 50 anos, foi encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu ao ferimento e foi a óbito.

Leia mais:  Detran-MT alerta para golpe de venda de CNHs falsas

Investigação

Durante as diligências realizadas na data do crime foram conduzidos quatro adultos e quatro menores de idade à Delegacia da Polícia Civil, além da apreensão de armas de fogo, sendo que sete deles foram autuados em flagrante pelo crime.

Diante da materialidade e a gravidade do crime cometido, as prisões em flagrante dos adultos foram convertidas em preventiva. Três dos adolescentes que estavam envolvidos diretamente no latrocínio tiveram a internação deferida pela Justiça.

Nas investigações conduzidas pelo delegado Ricardo Marques Sarto, outros dois menores de idade foram citados como suspeitos de fazerem parte da quadrilha que cometeu o latrocínio. Foi requerida apreensão e deferida pelo Poder Judiciário.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana