conecte-se conosco


CUIABÁ

Semob cumpre determinação do MPE e instala novos equipamentos de monitoramento

Publicado


Davi Valle

Clique para ampliar

Em cumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado com Ministério Público Estadual (MPE), para ampliação de equipamentos de fiscalização, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) vem trabalhando na substituição e na implantação desses instrumentos de fiscalização eletrônica. A previsão é que esses equipamentos passem a funcionar em no máximo 60 dias.

O não cumprimento dessa determinação do MPE acarreta em uma multa diária de até R$ 5 mil para a Prefeitura de Cuiabá. A medida também segue a nova resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), nº 798/2020.

Essas mudanças já foram executadas nas avenidas das Torres, Dante Martins de Oliveira, Fernando Côrrea da Costa, além da implantação de novos aparelhos na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251) e Estrada da Guia (MT-010). Segundo levantamento, nos últimos três anos foram registrados 294 acidentes na MT-251 e 240 na MT-010, fazendo-se necessária a instalação de dois novos instrumentos de fiscalização.

Atualmente estão instalados em Cuiabá, 44 pontos de fiscalização, entre semáforos com avanço de sinal, equipamentos fixos e lombadas eletrônicas. Poderão ser instalados em novos pontos conforme a necessidade e conveniência de acordo com estudos de viabilidade e relatórios de acidentes. Seguindo as determinações do TAC, a Semob prevê o aumento de 10% desses equipamentos.

Após a instalação, em novos ou antigos pontos, todos os aparelhos passam pela fase de aferição do Inmetro e também é feita toda a sinalização viária, referente ao limite de velocidade permitido em cada via. O funcionamento desses novos aparelhos trabalha com duas câmeras, que aferem a velocidade média do veículo, ou seja, registrando um ponto específico, com capacidade de verificação de até 20 metros de proximidade.

Leia mais:  Assistência Social trabalha na construção do Plano Estratégico que define metas para 2021

Válido ressaltar que, para atender essa determinação, uma nova licitação foi feita no ano de 2020 que resultou em um novo contrato de prestação de serviços e contratação de uma empresa especializada para gerenciar os trabalhos de melhorias da acessibilidade e mobilidade urbana na capital. Nessa nova licitação realizada já constava essa previsão de aumento e troca dos aparelhos.

Antes de iniciar o funcionamento desse novo sistema de controle, a Semob fará ampla divulgação no site oficial da Prefeitura e imprensa local. “Todo trabalho executado pela Semob é comunicado para toda a população e realizado um trabalho educativo antes da aplicação de penalidade”, disse o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Antenor Figueiredo.

Estudos apontam que, nas avenidas que foram instalados os aparelhos de fiscalização eletrônica, houve redução de mais de 40% no índice de acidentes. “Os equipamentos servem para garantir um trânsito mais seguro. Essa é uma preocupação do prefeito Emanuel Pinheiro, oferecer para a população cuiabana uma cidade com segura e com maior fluidez no trânsito”, concluiu o secretário. 

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Primeiros sete profissionais da saúde cuiabanos são vacinados contra a Covid-19

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Após quase um ano de pandemia da Covid-19 em Cuiabá, foram vacinadas, na manhã desta quarta-feira (20), as primeiras sete pessoas na campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, trazendo esperança de superação deste momento difícil pelo qual passa toda a humanidade. 

Receberam a primeira dose da CoronaVac os trabalhadores da saúde: João Acassio de Moraes, 47 anos, maqueiro da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid do Hospital São Benedito; Cervantes Caporossi, médico do Hospital Santa Rosa, com 42 anos de experiência em UTI e centro cirúrgico; José Augusto Curvo (Tampinha), 71 anos, médico há 47 anos; Maíra Sandes, médica plantonista do Hospital São Benedito; Dercilio de Souza Ferreira, 49 anos, enfermeiro do Hospital Referência à Covid-19, atuando há 26 anos em pronto atendimento, emergência e UTI; Jakelyne Thayane de Arruda Soares, 28 anos, assistente social no Hospital São Benedito, onde atua com a Visita Virtual aos pacientes internados com Covid-19 e Thuany Meira Girando, 29 anos, enfermeira e coordenadora de enfermagem da UTI do Hospital São Benedito. 

Durante o evento de início da campanha de vacinação, o prefeito Emanuel Pinheiro exaltou a abnegação desses profissionais, que se dedicam a salvar vidas. “Homenageio os servidores públicos da Capital em nome dos valorosos guerreiros e guerreiras profissionais da saúde da Capital do estado de Mato Grosso. Quero parabenizar por todo esse comprometimento e por todo esse amor de servir ao público e de se dedicar, num momento tão difícil da humanidade, para que Cuiabá saia à frente e continue sendo uma capital referência no enfrentamento do combate a covid-19”, discursou.

Leia mais:  Primeiros sete profissionais da saúde cuiabanos são vacinados contra a Covid-19

Emanuel destacou ainda que este dia marca o mais importante, simbólico e emblemático momento da campanha” e agradeceu o empenho da equipe da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). “Em nome da secretária municipal de Saúde, Ozenira Félix, da coordenadora do plano municipal de vacinação, Valéria de Oliveira e da supervisora deste plano, Flávia Guimarães, quero parabenizar o trabalho fora de série, diuturno, detalhado, responsável, aplicado e precavido na saúde e na vida de todos os cuiabanos e cuiabanos dessa minha equipe que eu tenho orgulho de liderar como prefeito da capital do Estado de mato Grosso”, enfatizou. 

O prefeito informou que, por enquanto, por conta do reduzido número de doses enviadas, serão vacinados apenas trabalhadores da saúde que estão na linha de frente do combate à covid-19. Ao longo desta quarta-feira (20), cerca de 100 trabalhadores da linha de frente da covid-19, que atuam em hospitais públicos e privados, serão vacinados. 

Primeiro a ser vacinado em Cuiabá, o maqueiro João Acassio comemorou o fato de ter sido vacinado e relembrou o momento de horror que viveu ao longo de meses socorrendo pacientes com Covid-19. “É desesperador porque você vê as pessoas buscando o ar e já inseguras, falando que estão com medo de não voltar para casa em função de terem contraído a doença. É muito desesperador, a gente viveu um ano de grande aflição em 2020”. 

O trabalhador da saúde ainda orientou à população que procure se vacinar, quando chegar seu momento na lista de grupos prioritários. “Sei que por ser algo novo, algumas pessoas estão preocupadas e ficam um pouco inseguras na questão de receber essas doses. Mas o que posso dizer como profissional da área da saúde, é que elas precisam sim se imunizar, que possam rever a maneira de se comportar diante de um vírus tão perigoso como esse. Não esperem que essa tragédia chegue às casas delas, nas famílias delas”, alertou. 

Leia mais:  Ordem Pública continua fiscalizando denúncias, mas pede consciência à população

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Secretaria Municipal de Saúde divulga o 2º Informe Epidemiológico de 2021 sobre a Covid-19

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Desde o registro dos primeiros casos em Cuiabá, a Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso, publica semanalmente o Informe Epidemiológico sobre a COVID-19, com o objetivo de monitorar o padrão de morbidade e mortalidade e descrever as características clínicas e epidemiológicas dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG – pelo SARS-Cov-2 em residentes no município de Cuiabá.

Dando continuidade à divulgação de informações sobre a COVID-19 em Cuiabá, esse é o 40º informe produzido, no qual apresentamos as informações desde a data da notificação do primeiro caso em Cuiabá até a 02ª Semana Epidemiológica (SE), compreendendo o período de 14 de março de 2020 a 16 de janeiro de 2021.

Os dados referentes ao número de casos de COVID-19 são registrados no sistema considerando a data de notificação. Desta forma, o número de casos é atualizado diariamente e, portanto, algumas diferenças quanto ao número de casos e indicadores advindos desses poderão ser notadas quando comparado com os informes publicados em semanas anteriores.

Destaques da Semana Epidemiológica 02 – 10 a 16 de janeiro de 2021

– Até 16 de janeiro:

– 44.065 casos de COVID-19 residentes em Cuiabá, 92,9% recuperados e 1.250 mortes.

– O risco de infecção é maior em pessoas de cor/raça negra.

– A taxa de infecção em adolescentes e jovens (20 a 29 anos) foram as que mais cresceram desde 18/julho/2020 – 1.177% e 885% respectivamente, evidenciando aumento superior do risco de infecção nesses grupos etários.

– Risco de internação se eleva com a idade, sendo maior no sexo masculino, exceto nas faixas etárias de 0 a 19 anos e 20 a 29 anos, quando o risco é superior no sexo feminino.

Leia mais:  Secretaria Municipal de Saúde divulga o 2º Informe Epidemiológico de 2021 sobre a Covid-19

– O risco de morte é crescente com a idade e, exceto para o grupo de 20 a 29 anos, é sempre mais elevado para o sexo masculino.

–  Desde a SE 47 (15 a 21 de novembro), o Rt tem oscilado com valores entre 0,72 (SE 49: 29 de novembro a 05 de dezembro) a 1,33 (SE 47).

– Na última semana

– 587 casos notificados de COVID-19 notificados e 29 óbitos.

– Aumento da taxa de ocupação de UTI infantil e enfermaria nos hospitais de Cuiabá.

– Apesar da redução de óbitos diários, a média é maior (4,1/dia) que duas semanas atrás (1,7/dia) e menor que a semana anterior (6,0/dia).

– Diminuição do valor de Rt (0,82), retomando a valores inferiores a 1,0.

CONFIRA O INFORME EPIDEMIOLÓGICO ABAIXO

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana