conecte-se conosco


MATO GROSSO

Segunda (11): Mato Grosso registra 191.106 casos e 4.694 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (11.01), 191.106 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.694 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.747 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 191.106 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 6.799 estão em isolamento domiciliar e 178.722 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 253 internações em UTIs públicas e 264 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 62,78% para UTIs adulto e em 30% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (42.811), Várzea Grande (13.088), Rondonópolis (13.013), Sinop (10.209), Sorriso (8.505), Tangará da Serra (8.401), Lucas do Rio Verde (7.899), Primavera do Leste (5.990), Cáceres (4.426) e Nova Mutum (4.001).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 158.961 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 724 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último domingo (10.01), o Governo Federal confirmou o total de 8.105.790 casos da Covid-19 no Brasil e 203.100 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.075.998 casos da Covid-19 no Brasil e 202.631 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de segunda-feira (11.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Seciteci prorroga prazo para inscrição de professores temporários

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Distribuição de vacinas é aprovada por colegiado de gestores em Saúde

Publicado


A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou resolução que estabelece o planejamento de distribuição, armazenamento, operacionalização e aplicação das vacinas CoronaVac (Sinovac/Butantan) e Covishield (AstraZeneca/Fiocruz) conforme os Planos Nacional e Estadual de Operacionalização de vacinação contra a Covid-19.

A íntegra da resolução, que trata especificamente sobre os dois últimos lotes de vacinas encaminhadas pelo Ministério da Saúde, pode ser acessada por meio deste link.

Conforme orientação do Governo Federal, o quantitativo de 24 mil doses da vacina Covishield e de 11 mil doses da CoronaVac segue a prioridade de imunização complementar aos trabalhadores da saúde que atuam na Atenção Básica, ambulatórios, unidades hospitalares e Serviço Móvel de Urgência e Emergência (Samu).

Em janeiro, também foi divulgada a resolução que estabelece o planejamento de distribuição, armazenamento, operacionalização e aplicação de 126 mil doses da Vacina CoronaVac, na primeira remessa enviada pelo Ministério da Saúde.

A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelos municípios no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Seduc investiu mais de R$ 9 milhões na manutenção de escolas
Continue lendo

MATO GROSSO

Consórcios Portal do Amazônia e Vale do Teles Pires serão reativados

Publicado


Nesta terça-feira (26.01), os prefeitos dos municípios que fazem parte dos consórcios intermunicipais Portal da Amazônia e Vale do Teles Pire se reuniram com a equipe técnica da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) para tratar da reestruturação. Durante o encontro, foi apresentado um passo a passo das ações para reativação e também as vantagens dos consórcios para as regiões.

“As reuniões estão sendo muito produtivas, com a presença da grande maioria dos prefeitos, e percebemos um interesse grande dos municípios em se organizarem e terem as vantagens de um consórcio intermunicipal, trabalhando de forma cooperativa e colaborativa”, diz Celso Banazeksi, secretário adjunto de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor da Sedec.

O consórcio Portal da Amazônia é formado pelos municípios de Colíder, Guarantã do Norte, Itaúba, Marcelândia, Matupá, Nova Canaã do Norte, Nova Guarita, Nova Santa Helena, Novo Mundo, Peixoto de Azevedo e Terra Nova do Norte.

O prefeito de Matupá, Fernando Zafonato, foi eleito o presidente do consórcio. “O consórcio funciona com o esforço dos municípios e com o apoio do Estado. O governador Mauro Mendes tem uma visão municipalista e temos certeza que seremos bons parceiros. É muito importante para ações maiores que muitos municípios não conseguiriam executar sozinhos, como aterro sanitário e maquinários para conservação de rodovias, por exemplo”, frisa Zafonato.

O consórcio Vale do Teles Pires é formado pelos municípios de Alta Floresta, Apiacás, Carlinda, Nova Bandeirantes, Nova Monte Verde e Paranaíta. Os prefeitos escolherão o presidente e a diretoria do consórcio em reunião nesta sexta-feira (29.01).

Para Valdemar Gamba, prefeito de Alta Floresta, município onde foi sediada a reunião sobre o consórcio, a ação vem ratificar a necessidade que os gestores municipais vinham percebendo. “O consórcio será ótimo para a região. Nós já estávamos conversando sobre a necessidade de trabalharmos juntos e isso veio confirmar que é o melhor caminho”, ressalta.

Leia mais:  Seciteci prorroga prazo para inscrição de professores temporários

O secretário de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, reforça a importância da organização dos municípios. “O trabalho colaborativo em consórcio traz muitas vantagens para as regiões, como estão sendo apresentadas nas reuniões, e, assim, é possível diminuir as desigualdades regionais”.

Agenda

Estão agendadas reuniões em Tangará da Serra (30/01, às 10h), Pontes e Lacerda (03/02, às 8h), Cáceres (03/02, às 14h), Alto Araguaia (dia 10, às 8h), Rondonópolis (10/02, às 14h), Barra do Garças (23/02, às 8h), Água Boa (23/02, às 14h), São Félix do Araguaia (24/02, às 8h), Confresa (24/02, às 14h), Lucas do Rio Verde (05/03, às 8h), Cuiabá (09/03, às 8h).

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana