conecte-se conosco


MATO GROSSO

Quinta-feira (07): Mato Grosso registra 186.831 casos e 4.632 óbitos por Covid-19

Publicado


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (07.01), 186.831 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.632 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.086 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 186.831 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.791 estão em isolamento domiciliar e 175.567 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 233 internações em UTIs públicas e 248 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 57,82% para UTIs adulto e em 28% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (42.044), Rondonópolis (12.986), Várzea Grande (12.891), Sinop (9.970), Sorriso (8.329), Tangará da Serra (8.114), Lucas do Rio Verde (7.730), Primavera do Leste (5.894), Cáceres (4.327) e Nova Mutum (3.895).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 153.651 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 425 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quarta-feira (06.01), o Governo Federal confirmou o total de 7.873.830 casos da Covid-19 no Brasil e 198.974 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 7.810.400 casos da Covid-19 no Brasil e 197.732 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de quinta-feira (07.01).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

Leia mais:  Operação integrada desativa garimpos ilegais em Aripuanã

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Governo realiza primeira consulta pública do Zoneamento Socioeconômico Ecológico

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), realiza entre os dias 18 de janeiro e 16 de fevereiro a primeira consulta pública da proposta de Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSSE) do Estado de Mato Grosso. Ela será feita de forma online no site da Seplag.

A consulta tem por objetivo possibilitar a participação da sociedade na elaboração das diretrizes estabelecidas por zona e contribuir com a construção da minuta da Lei do ZSSE de Mato Grosso.

O ZSSE tem o intuito de promover o desenvolvimento econômico sustentável e a melhoria da qualidade e condições de vida da população. Nesta versão, o Estado foi dividido em zonas, com propostas e diretrizes indicando o melhor uso para cada uma, respeitando as potencialidade e fragilidades do ambiente.

Para o titular da Seplag, Basílio Bezerra, é muito importante que todos participem, pois a consulta pública é um instrumento de transparência e participação social. “Nossa intenção não é esgotar o assunto no momento. Posteriormente realizaremos novas consultas públicas para enriquecer ainda mais as propostas. Por isso é muito importante que todos deem a sua contribuição”.

Saiba como

A Seplag preparou uma página na internet com todas as informações e orientações necessárias para participar da consulta pública. Para que a contribuição seja considerada e processada, todos os campos obrigatórios dos formulários devem ser preenchidos e todas as sugestões apresentadas, justificadas.

Para contribuir com a consulta pública e ajudar a definir as futuras ações para o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso, clique aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sefaz doou e incorporou R$ 2,76 milhões em mercadorias apreendidas no ano passado
Continue lendo

MATO GROSSO

Seciteci abre inscrições para o processo seletivo para a contratação de professores temporários

Publicado


A partir desta segunda-feira (18) a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) abre as inscrições para candidatos interessados em participar do processo seletivo para a contratação de professores temporários. Os profissionais deverão atuar na conclusão de cursos profissionalizantes que estão em andamento, mas foram suspensos por conta da pandemia.

As inscrições poderão ser realizadas até o dia 26 de janeiro por meio de formulário do Google Forms disponível AQUI. Em fevereiro serão divulgadas as etapas de classificação conforme especificado no edital que pode ser acessado AQUI

Segundo a coordenadora de Educação Profissional e tecnológica da Seciteci, Ana Flavia Derze Soares, a secretaria pretende concluir os cursos de 53 turmas em 2021 e para isso está formando um cadastro reserva para professores.

“Se as aulas presenciais forem retomadas, vamos conseguir finalizar todas as turmas que estão com aulas suspensas. Acreditamos que no próximo ano as coisas voltarão a normalidade, por isso precisamos nos preparar e contratar profissionais temporários para atenderem a esta demanda específica”, explicou.

Os professores vão atuar nas Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) de Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças, Diamantino, Tangará da Serra, Lucas do Rio Verde, Alta Floresta e Poxoréu.

A base salarial é a mesma de professores efetivos e segue conforme a carga horária de cada profissional, que pode ser de 20, 30 ou 40 horas. Os requisitos e documentos necessários estão disponíveis no edital.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Fiscal de contratos em afastamento não pode atestar notas
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana