conecte-se conosco


MATO GROSSO

Qualificações da Escola de Governo crescem 366% em dois anos

Publicado


O número de servidores capacitados pela Superintendência da Escola de Governo, unidade ligada à Secretaria de Planejamento e Gestão, cresceu 366% em dois anos. No total, 28.379 qualificações foram realizadas nos anos de 2019 e 2020. Somente neste ano, o desempenho bateu recorde e foi o maior entre os registros da Superintendência, totalizando 23.387 certificações em 10 meses.

“A pandemia fez de 2020 um ano atípico, inclusive para a Escola de Governo. O período fez crescer a demanda por qualificações. O salto foi de 468% quando comparado com 2019. Ao todo, 64 cursos nas modalidades digital/remoto, corporativo, a distância e presencial foram ofertados aos servidores do Executivo estadual neste ano, com boa ou ótima avaliação dos servidores”, explicou o superintendente da Escola de Governo, Josué Ribeiro.

Um dos fatores determinantes para esse aumento foi a Instrução Normativa n° 08/2020 publicada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), em abril deste ano.

A medida estabeleceu que, enquanto durar o período da pandemia, os servidores públicos do grupo de risco, em teletrabalho e revezamento, deverão participar de cursos de capacitação profissional para a complementação da jornada de trabalho e aperfeiçoamento técnico na prestação de serviços.

Com a queda do número de casos da Covid-19 no Estado, a normativa foi reconfigurada e segue vigente somente para os servidores do grupo de risco – ainda mantidos pelo Governo em teletrabalho -, que se enquadram no Decreto n° 658/2020.

Outro fator que contribuiu para o salto dos números da Escola de Governo foi a crescente demanda de servidores do interior do Estado por qualificações na modalidade Ensino a Distância (EAD). Atualmente, 54% do total das inscrições para o EAD correspondem ao interior.

Leia mais:  Sefaz doou e incorporou R$ 2,76 milhões em mercadorias apreendidas no ano passado

Por conta da grande procura, a Superintendência registrou um crescimento de 641% do número de vagas ofertadas para cursos a distância em 2020. Até outubro deste ano, 8.183 vagas foram disponibilizadas, ante as 1.276 no mesmo período de 2019.

De acordo com o titular da Seplag, Basílio Bezerra, os projetos que vêm sendo executados pela Escola de Governo possuem grande aderência com a política de gestão de pessoas deste Governo.

“Os números refletem a tônica desta gestão que é promover a eficiência da administração pública e, nesse sentido, é essencial elevar a qualificação do servidor na prestação de serviços públicos para a sociedade. Mesmo em tempos adversos, como o da pandemia, não podemos deixar de oportunizar a atualização de conhecimentos tão necessária ao desenvolvimento profissional de nossos servidores”, disse.

Basílio destacou, ainda, que a mudança da sede da Escola de Governo para um prédio próprio e próximo dos servidores só trouxe melhorias, como uma melhor ambiência aos ocupantes do espaço e facilidade de acesso para funcionários e alunos.

Os ganhos também foram econômicos e na ordem de R$ 800 mil ao ano com a não repactuação do contrato de aluguel e de outras despesas, como limpeza e segurança patrimonial, além de facilitar o acesso aos servidores da Escola e participantes de cursos de qualificação.

Após ocupar por 15 anos um prédio alugado, a Escola de Governo se encontra hoje em endereço fixo dentro do Complexo Paiaguás. A mudança para sede própria só foi ocorrer em outubro de 2019 durante a gestão Mauro Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Escolas podem solicitar até R$ 33 mil para manutenções

Publicado


Está aberto o período para solicitação de recursos descentralizados que podem ser utilizados para manutenções nos prédios das escolas da rede estadual de ensino de Mato Grosso.

Gestores das escolas, Diretorias Regionais de Ensino (DREs)/Cefapros e assessorias pedagógicas podem solicitar até R$ 33 mil para investir na infraestrutura de forma preventiva ou corretiva. Cada escola pode fazer uma solicitação a cada seis meses.

A solicitação do recurso deve ser feita via sistema SigEduca, módulo de Gestão de Estrutura Escolar (GEE), no site da Seduc.

A escola precisa enviar um requerimento apontando os motivos e justificativa pelos quais necessita do recurso. São necessários três orçamentos dos materiais e ou serviços a serem realizados. O responsável também terá que inserir fotos que comprovem a necessidade do recurso, entre outras determinações.

A descentralização de recursos foi regulamentada pela Instrução Normativa nº 007/2020/GS/SEDUC/MT.

Mais informações: (65) 99669-6787 (WhatsApp) ou pelo e-mail [email protected]   

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Sefaz doou e incorporou R$ 2,76 milhões em mercadorias apreendidas no ano passado
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo realiza primeira consulta pública do Zoneamento Socioeconômico Ecológico

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag-MT), realiza entre os dias 18 de janeiro e 16 de fevereiro a primeira consulta pública da proposta de Zoneamento Socioeconômico Ecológico (ZSSE) do Estado de Mato Grosso. Ela será feita de forma online no site da Seplag.

A consulta tem por objetivo possibilitar a participação da sociedade na elaboração das diretrizes estabelecidas por zona e contribuir com a construção da minuta da Lei do ZSSE de Mato Grosso.

O ZSSE tem o intuito de promover o desenvolvimento econômico sustentável e a melhoria da qualidade e condições de vida da população. Nesta versão, o Estado foi dividido em zonas, com propostas e diretrizes indicando o melhor uso para cada uma, respeitando as potencialidade e fragilidades do ambiente.

Para o titular da Seplag, Basílio Bezerra, é muito importante que todos participem, pois a consulta pública é um instrumento de transparência e participação social. “Nossa intenção não é esgotar o assunto no momento. Posteriormente realizaremos novas consultas públicas para enriquecer ainda mais as propostas. Por isso é muito importante que todos deem a sua contribuição”.

Saiba como

A Seplag preparou uma página na internet com todas as informações e orientações necessárias para participar da consulta pública. Para que a contribuição seja considerada e processada, todos os campos obrigatórios dos formulários devem ser preenchidos e todas as sugestões apresentadas, justificadas.

Para contribuir com a consulta pública e ajudar a definir as futuras ações para o desenvolvimento sustentável de Mato Grosso, clique aqui.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo publica decreto com novas medidas para frear contágio da covid-19
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana