conecte-se conosco


MATO GROSSO

Projeto selecionado em edital da Secel vai pagar R$ 1,6 mil para jovens estudarem comunicação

Publicado


Novas perspectivas de empreendedorismo se abrem a jovens de três comunidades periféricas de Chapada dos Guimarães (a 65 km de Cuiabá). Nesta quinta-feira (07.01) ocorre o lançamento do edital com detalhes sobre a seleção de 20 bolsistas para o “Laboratório de Comunicação e Cultura A Lente”. Eles receberão R$ 1,6 mil para estudar.

As regras para participação estão disponíveis em documento virtual (bit.ly/editaldebolsaslabcom). E as inscrições, podem ser feitas em ambiente digital, via endereço bit.ly/labcomalente, ou presencialmente, na Secretaria Municipal de Turismo, Cultura e Meio Ambiente do município, durante o expediente.

A propósito, a Prefeitura de Chapada é apoiadora da proposta selecionada no edital Conexão Cultura Jovem. O formato foi pensado pela Secretaria de Estado de Esportes, Cultura e Lazer (Secel-MT) para incentivar a elaboração de projetos de educomunicação, a serem subsidiados por recursos da Lei Aldir Blanc. Ao todo, cinco propostas foram contempladas na seleção pública.

O secretário de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Beto Machado, destaca o potencial transformador do projeto.  

“Quando vemos um programa como esse, alcançando pessoas que têm acesso limitado a atividades de formação, nos enchemos de entusiasmo. A cultura muda realidades. Claramente esses jovens, depois de participar do projeto, terão mais chances de se posicionar no mercado de trabalho e contribuir com a renda familiar”.

Conhecimento teórico e prático 

A produtora cultural e uma das idealizadoras do projeto LabCom A Lente, Bruna Obadowski explica que além de adquirirem conhecimento teórico sobre artes gráficas e digitais, produção de vídeo, gestão de conteúdo para redes sociais e aulas práticas de elaboração de texto jornalístico, os alunos terão quatro meses de intensas trocas. Parte delas, por meio de lives e webinars, que vão estreitar laços dos alunos com profissionais que atuam no mercado nacional de comunicação e cultura, entre outras atividades.  

Leia mais:  Governo deve economizar R$ 86 milhões até 2023 com PDV na Empaer

“E afinal, é preciso que eles comprovem ter renda familiar inferior a três salários mínimos. O projeto também preza pela inclusão de pessoas negras, com deficiência, mulheres ou transgêneros. A estes, serão reservadas dez, das 20 vagas destinadas a moradores dos bairros São Sebastião, Olho D’Água ou Sol Nascente”.

Cronograma

As inscrições terminam no dia 13 de janeiro e já no dia 15 será divulgado o resultado final. O início das aulas será marcado por uma live de lançamento do projeto, no dia 22 de janeiro.

A partir daí, passam a ter acesso ao conteúdo pedagógico nas oficinas de Criação, Lives, Redes Sociais, Jornalismo, de Portfólio e de Projetos. As atividades encerram no dia 24 de abril.

Ao lado de Bruna na empreitada, o fotógrafo Ahmad Jarrah diz que a equipe espera que as aulas das oficinas se configurem como vetores de combate à exclusão e à desigualdade social.

“Nós, da Lente, desejamos promover o crescimento pessoal, humano e profissional dos jovens atendidos diretamente, potencializando possíveis aptidões que contribuam de maneira efetiva para a reversão da falta de oportunidades”. Além dos profissionais que ministrarão o conteúdo, os alunos contarão ainda com o auxílio de monitores especializados de acordo com cada área do conhecimento.

Para colocar em prática o conteúdo das oficinas, cada aluno (a) auxiliará um agente comunitário da própria comunidade, que poderá ser feirante, artista, agricultor familiar, guia turístico ou membro de Organização Não-Governamental. Além disso, todos os participantes, receberão certificados de participação do projeto, com carga-horário de 320 horas.

O projeto LabCom A Lente foi contemplado com recursos da Lei Aldir Blanc – viabilizado pelo Governo de Mato Grosso via Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) em parceria com o Governo Federal, via Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo.

Leia mais:  Sema apresenta dados ao Banco Mundial e comprova redução de 27% no desmatamento ilegal

Ministram as oficinas os profissionais da comunicação Ahmad Jarrah, Bruna Obadowski, Juliana Palmo, Protásio de Morais, a produtora cultural Fernanda Gandes, além dos monitores Henrique Santian e Silvano Jr. Somam à equipe, a produtora cultural Danielle Bertolini e a gestora e educadora, Janaína Monteiro. 

Transversalidade

Com sede no bairro Aldeia, na entrada de Chapada dos Guimarães (para quem chega de Cuiabá) o espaço que está sendo adaptado para receber os alunos, também ficará disponível para artistas e produtores culturais da cidade. “Eles podem utilizá-lo para reuniões de trabalho e encontros de cultura. Basta agendar com antecedência”.
Bruna diz que proponentes de projetos da Aldir Blanc têm feito contato para desenvolver atividades paralelas no mesmo espaço.

“O horizonte é amplo. Estamos idealizando um ambiente transversal dedicado não só aos alunos, mas diversos segmentos, bem como, para realização de ações de produtores culturais de outros municípios. Estamos empolgados com as possibilidades que se descortinam. A cadeia produtiva e os artistas mato-grossenses precisam, mais do que nunca, de fortalecimento mútuo”.

Serviço

Abertura de edital para seleção de bolsistas
Projeto de Educomunicação LabCom A Lente
Edital: bit.ly/editaldebolsaslabcom
Inscrições até o dia 13 de janeiro: bit.ly/labcomalente
Mais informações: 98152-2007

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Comissão de secretários define critérios de distribuição das vacinas aos 141 municípios

Publicado


A Comissão Intergestores Bipartite do Estado (CIB) definiu o critério de distribuição das 126.160 mil doses de vacinas contra a Covid-19 aos 141 municípios de Mato Grosso. A Minuta de Resolução CIB será publicada nesta quarta-feira (20.01) no Diário Oficial do Estado e deverá ser seguida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), de acordo com as prioridades estipuladas pelo Ministério da Saúde.

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde e da SES.

Dentre os grupos prioritários, estão os trabalhadores da saúde – como vacinadores da Atenção Básica, profissionais dos hospitais pactuados no Plano de Contingência Estadual de enfretamento à Covid-19, trabalhadores de institutos de longa permanência para idosos -, indígenas que vivem em aldeias, pessoas idosas acima de 60 anos e pessoas com deficiência que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas.

Após a distribuição, as vacinas deverão ser armazenadas pelos municípios, respeitando as condições de armazenamento estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

Veja em anexo quantas doses cada município vai receber em anexo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Governo deve economizar R$ 86 milhões até 2023 com PDV na Empaer
Continue lendo

MATO GROSSO

Sema apresenta dados ao Banco Mundial e comprova redução de 27% no desmatamento ilegal

Publicado


A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) apresentou à missão de monitoramento do Banco Mundial as ações do Governo do Estado do último ano e indicadores ambientais de desmatamento ilegal, fiscalização, regularização ambiental e investimentos para melhoria dos serviços, durante reunião por videoconferência na manhã desta terça-feira (19.01).

A instituição financeira acompanha as ações do órgão ambiental estadual diante da importância global do Brasil para a mitigação de mudanças climáticas e preservação de biomas. O Banco Mundial concedeu empréstimo no valor de US$ 250 milhões para Mato Grosso no ano passado.

“O Estado de Mato Grosso assumiu compromissos junto ao Banco Mundial de avançar no combate ao desmatamento ilegal, regularização ambiental e na melhoria e agilidade dos serviços e na prevenção dos crimes ambientais com precisão para identificar e responsabilizar os infratores quando necessário, além de promover uma conscientização para a preservação”, explica o secretário Executivo da Sema, Alex Marega.

Participaram da reunião o diretor do Instituto Produzir, Conservar e Incluir (PCI), Fernando Sampaio; o representante do grupo de mudanças climáticas do Banco Mundial, Alexandre Kossoy; e o economista do Banco Mundial, Gabriel Zaourak.

Um dos dados apresentados foi a diminuição do desmatamento ilegal em 27% nos últimos sete meses de 2020, entre junho e dezembro. Os esforços do Estado serão para manter e até melhorar estes índices nos próximos anos. 

“Estamos aplicando diversas medidas para isso, como a responsabilização, multas, retirada de equipamentos, julgamento dos autos de infração de forma mais célere. Agora conseguimos identificar o desmatamento na hora que ele está iniciando e conseguimos evitar que estas ações criminosas possam causar grandes desmatamentos”, explica o secretário.

O gestor atribui os avanços na fiscalização à implantação do sistema de detecção do desmatamento em tempo real, com Imagens de satélite Planet, que permite não só ações rápidas e preventivas, mas a precisão dos autos de infração. O sistema foi adquirido com financiamento do Programa Global REDD Early Movers (REM), REDD para Pioneiros pela sigla em Inglês.

Leia mais:  Comissão de Saúde define critérios de distribuição das vacinas aos 141 municípios

“Hoje temos imagens de satélite de antes e depois do desmatamento. É muito difícil esse auto de infração ser derrubado na Justiça, ou por outros recursos administrativos. Portanto hoje temos uma ação muito mais sólida, e uma responsabilização muito mais eficaz”, avalia. 

O Estado embargou ainda mais de 6 mil quilômetros quadrados de áreas por desmatamento ilegal no último ano e aplicou mais de 1,5 bilhão em multas que somadas as autuações do IBAMA e ações dos Ministérios Público Estadual e Federal totalizam quase R$ 4 bilhões de reais.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana