conecte-se conosco


POLICIAL

Produtos furtados são recuperados em residência de foragido por roubo e tráfico

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Em outra investigação conduzida pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis (Derf) nesta quinta-feira (14.01), policiais da unidade recuperaram mais dois aparelhos de televisão produtos de crime e prenderam duas pessoas, uma delas foragida da Justiça em cuja residência estavam os equipamentos.

Os investigadores se dirigiram até a Vila Ipê para checar uma denúncia de que uma pessoa estava comercializando os aparelhos que seriam roubados e estavam escondidos na casa de um morador do bairro. Após identificar a casa e monitorá-la, os policiais viram um homem de 25 anos se aproximar do local, que ao ver a equipe fugiu de motocicleta, sendo abordado logo adiante da residência. Ele resistiu à prisão e enfrentou os policiais, sendo imobilizado em seguida.

Ao retornar à residência alvo da investigação, os policiais foram autorizados pela proprietária a entrar na casa, que informou ter duas televisões escondidas em um quarto e que seu esposo e o outro suspeito já preso haviam levados os aparelhos ao local.

O dono da casa, de 32 anos, chegou logo em seguida e ao perceber a presença dos policiais saiu com o carro, acelerando, mas foi detido a poucos metros do local. Na residência também foi localizada uma tornozeleira eletrônica rompida, que estava instalada no suspeito.

Após checagem do nome do segundo suspeito, os investigadores constataram um mandado de prisão expedido pela 4a Vara Criminal de Rondonópolis em processo pelos crimes de roubo qualificado (concurso de pessoas, emprego de arma de fogo e restrição de liberdade) e tráfico de drogas.

Questionado sobre as duas televisões, o suspeito informou que escondeu os aparelhos a pedido do outro homem que foi detido até que conseguisse vender os produtos.

Leia mais:  Ação integrada prende grupo criminoso envolvido em roubo a fazenda em Brasnorte

Em buscas na residência do primeiro suspeito detido, no Jardim Assunção, os policiais civis apreenderam uma porção de maconha, um conjunto de saca rolha ainda na caixa, mostruário com bijuterias e um medido de água. Ele declarou aos policiais que foi procurado por um usuário de entorpecentes que vendeu as televisões por R$ 400,00.

Após pegar as televisões no local onde o usuário as escondeu, um matagal nos fundos de uma escola no bairro Santa Clara, o suspeito passou a anunciar a venda nos aparelhos em redes sociais pela quantia de R$ 1.100,00.

Os dois suspeitos foram conduzidos à Derf de Rondonópolis junto com os materiais aprendidos. Os dois foram autuados em flagrante por receptação criminosa e resistência à prisão.

O suspeito que era foragido da Justiça teve o mandado de prisão formalizado e posteriormente será encaminhado à Penitenciária Major Eldo Sá Corrêa.

As investigações continuam para localizar as vítimas e realizar devolução dos bens.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Ex-policial militar com diversas condenações e foragido da Justiça é localizado e preso na Capital

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Equipes da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil prenderam na última sexta-feira (15) mais duas pessoas que estavam foragidas da Justiça e com ordens de prisão em aberto.  

Um dos presos é um ex-policial militar, que responde a diversos processos na Justiça de Mato Grosso. Ele foi localizado no bairro do Porto, próximo ao Comando Geral do Corpo de Bombeiros. O ex-policial, de 60 anos, estava com ordem de prisão expedida pela 2ª Vara Criminal de Cuiabá.

Em setembro de 2012, o Serviço de Inteligência da Polícia Militar e o Batalhão da Rotam realizaram a apreensão na residência do ex-policial de farto material bélico, como arma de fogo, munição para fuzil calibre 556 e outras munições de diversos calibres (9 milímetros, 12 mm, 38, 22, 380 e ponto quarenta).

O ex-cabo responde a vários processos na Justiça estadual e foi condenado por homicídio com sentença condenatória já transitada em julgado e pena de 19 anos de reclusão. Na Vara Especializada de Combate ao Crime Organizado de Cuiabá ele responde pelo crime de roubo qualificado, com emprego de arma de fogo e concurso de pessoas, e foi condenado a nove anos de prisão.

Na 1ª Vara Criminal de Cuiabá, ele foi condenado a 12 anos de reclusão e em outra condenação, na Comarca de Juscimeira responde por roubo majorado, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo, tendo sido condenado a 12 anos de reclusão pelo roubo à agência do Sicredi daquela localidade. Ele possui outros antecedentes criminais com indiciamentos e autuações por delitos como roubo de veículos com restrição a liberdade da vítima, receptação, posse ou porte ilegal de arma de fogo e lesão corporal.

Leia mais:  Ação integrada prende grupo criminoso envolvido em roubo a fazenda em Brasnorte

A outra prisão foi realizada no centro da Capital. Em uma agência bancária localizada na Rua Barão de Melgaço, os policiais da Polinter detiveram uma mulher de 27 anos no momento em que ia realizar uma transação financeira. Ela estava com mandado de prisão, com sentença condenatória, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, onde responde a processo por tráfico de drogas na fronteira do Brasil com o Paraguai.

Após a prisão, os dois detidos foram submetidos a exame de corpo de delito e encaminhados às respectivas unidades prisionais, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Funcionário de construtora é preso com ferramentas furtadas da empresa

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Diversos equipamentos furtados de uma construtora em Rondonópolis foram recuperados e uma pessoa foi presa pela equipe de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos do município, na sexta-feira (15).

Os investigadores chegaram ao suspeito após checar a informação de que uma lixadeira, que foi furtada da empresa, ser anunciada em um grupo de venda de produtos em uma rede social.

A equipe policial conseguiu identificar o anunciante e o bairro onde mora. O suspeito, de 23 anos, foi abordado pelos investigadores o Jardim Santa Clara 2 e com ele estava a lixadeira, que informou ser de sua propriedade e estava tentando vendê-la.

Depois, ele acabou informando aos policiais que trabalha na construtora há dois meses e  durante este período começou a furtar algumas ferramentas e indicou o local em que havia deixado os outros materiais levados da empresa.

Foram recuperados uma esmerilhadora, caixa de ferramentas, máscara e cabo de solda, uma máquina de solda, martelete e uma serra circular.

O rapaz foi conduzido à DERF e autuado em flagrante.

 

 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Ex-policial militar com diversas condenações e foragido da Justiça é localizado e preso na Capital
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana