conecte-se conosco


ESPORTES

Primeiro dérbi do ano termina empatado em 1 a 1, entre Ponte Preta e Guarani

Publicado


O primeiro dérbi de  2021, disputado na casa do rival, terminou empatado em 1 a 1 – Matheus Peixoto marcou o tento da Macaca, que saiu na frente ainda na primeira etapa. Com o resultado, a Ponte se mantém na sétima posição, com 47 pontos, e no momento a quatro pontos do G4 – situação que pode mudar com o complemento da rodada.

“A gente trabalhou firme, tivemos contra-ataque para matar o jogo, mas infelizmente não conseguimos ampliar Queríamos a vitória para continuar brigando lá em cima, mas não tem nada perdido. Ainda estamos vivos, são muitos confrontos diretos e repito: não tem nada perdido ainda não”, diz Peixoto.

A Ponte Preta volta a campo na próxima segunda-feira (11), às 17h30, no Majestoso contra o Cuiabá, em mais um chamado jogo de seis pontos – o adversário está no momento com 51 pontos, na quinta posição e com a mesma pontuação do quarto colocado.

O jogo

A Ponte começou a partida com boa marcação e desarmando o adversário. Aos cinco, boa trama da Macaca no ataque. Bruno Rodrigues se livrou da marcação e passou para Pato, que levantou na área, mas a defesa adversária cortou. Aos seis, Camilo se ivrou de marcação em frente área e mandou um belo chute, que passou lambendo a trave esquerda do rival.

Aos oito, Camilo teve nova chance após cruzamento de Lazaroni, mas foi travado no chute. Aos 12, susto: o adversário meteu uma bomba dentro da área e Ygor Vinhas fez uma defesa brilhante, impedindo o gol oponente. Aos 23, Camilo mais uma vez quase abriu o placar: o camisa 10 dominou no canto da área e chutou colocado. O goleiro adversário fez uma defesa de jogo de vôlei para impedir o gol.

  Em 12 rodadas do Brasileirão, 9 técnicos já foram mandados embora

Leia mais:  Goiás e Ceará já se enfrentam desde 1973

Aos 25, o gol da Macaca saiu, dos pés de Matheus Peixoto. Zanocelo pegou bola na saída do time adversário e mandou para Camilo. O meia passou para Bruno Rodrigues, que mandou para o camisa 29 chutar cruzado, sem chance de defesa. Ponte 1  a 0.

O adversário veio para cima,mas a Macaca jogava com tranqüilidade e marcava  bem. Aos 34, Bruno Rodrigues saiu bem, mas colocou a bola para fora para atendimento a Camilo, que havia se chocado com adversário dentro da área da Macaca. Aos 38, Camilo conduziu bom contra-ataque e mandou para Bruno Rodrigues, mas o atacante não alcançou. Aos 48, o juiz marcou o final da etapa inicial.

No segundo tempo, ainda no primeiro minuto Peixoto chutou para o gol adversário, mas o goleiro defendeu. Na sequência, Lazaroni avançou desde o campo de defesa, mas foi parado na intermediária com falta.

Aos quatro, a Ponte desce em contra-ataque. Bruno Rodrigues tocou para Barreto, que bateu firme, mas o goleiro defendeu.  Aos 14, saiu o gol de empate do adversário, em um chute forte no ângulo, sem defesa para Ygor Vinhas.

Aos 18,  Neto Moura marcou a saída de bola adversária, o goleiro oponente chutou em cima dele e a bola quase entrou. Aos 27,Lazaroni cruzou, mas a zaga oponente cortou. Aos 31, em lindo lance, Barreto lançou para Bruno Rodrigues, que  pegou bola em alta velocidade, limpou o zagueiro e chutou cruzado, mas a bola saiu.

Aos 41, João Veras pegou bola de erro de saída do goleiro e chutou, mas o zagueiro oponente conseguiu travar o chute do pontepretano. Aos 44, Bruno Rodrigues pegou a bola em velocidade e ia ficar cara a cara com o goleiro adversário quando foi derrubado por trás, no bico da área, por Walber, que foi expulso pela falta.

Leia mais:  Danilo é apresentado ao elenco do Aspirantes

Rodrigues cobrou e a bola desviou na barreira e foi para escanteio. Na cobrança, a bola foi para a área e Dawhan cabeceou, mas ela saiu pela liha de fundo. Aos 46, Yuri cabeceou para a área e João Veras, bem marcado, conseguiu dar uma bicicleta, mas a bola saiu por cima do travessão. Aos 50, o juiz apitou o fim do jogo. 1 a 1.

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Goiás e Ceará já se enfrentam desde 1973

Publicado


O primeiro confronto em Goiânia aconteceu em 27 de outubro, 1973, o esmeraldino venceu por 4 a 1 , gols de Tuíra (2), Lincoln e Lucinho, em partida válida pelo campeonato brasileiro da primeira divisão. O último jogo foi no primeiro turno do Brasileirão atual, Ceará 2 x 2 Goiás, gols de Rafael Moura e David Duarte, em 27 de setembro, 2020.

Jogos oficiais – Campeonato Brasileiro A e B – Goiás x Ceará

Jogos: 22
Vitórias do verde: 10
Empates: 8
Derrotas:  4
Gols pró: 35
Gols contra: 22
Saldo: 13
Total de Gols: 57
Média: 2,59

Confrontos em Goiânia/GO – Goiás x Ceará

Jogos:  11
Vitórias do verde: 6
Empates: 4
Derrotas: 1
Gols pró: 19
Gols contra: 9
Saldo: 10
Total de Gols: 28
Média: 1,27

Fonte: Fernando Lima | Goiás EC

Comentários Facebook
Leia mais:  Atlético MG e Grêmio ficam no empate de 1 a 1 pela 31ª rodada da Série A
Continue lendo

ESPORTES

Atlético MG inicia preparação para enfrentar o Vasco

Publicado


Depois do empate por 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre, o elenco atleticano já volta suas atenções para o próximo compromisso pelo Brasileirão, contra o Vasco, pela 32ª rodada. a partida será realizada às 21h deste sábado, em São Januário, no Rio de Janeiro.

“A gente sabe que, agora, para todos os tempos, cada jogo é uma final. O Vasco brigando pelo rebaixamento e jogando em casa, a gente sabe que vai ser um jogo muito difícil. Vamos ter que fazer um jogo muito consistente, continuar nesse crescente que a gente vem ter, fazendo bons jogos. Temos condições de ir lá, fazer um grande jogo e buscar a vitória, mas a gente sabe da dificuldade, pela situação do jogo, pela circunstância do jogo, de como o Vasco está no campeonato. Mas temos que pensar no nosso futebol, analisar a equipe deles e ver qual estratégia o Sampaoli vai montar para fazer um bom jogo lá e buscar a vitória”, comenta Hyoran.

Na manhã desta quinta-feira (21), o técnico Jorge Sampaoli comandou, na Cidade do Galo, o primeiro treino visando ao confronto com a equipe carioca.

Hyoran afirma que o foco do grupo tem que ser apenas nos jogos do Atlético. “Não adianta torcer contra os outros tempos e não conquistar nossos objetivos, que são como vitórias. Então, temos que pensar nos nossos jogos, buscar nossas vitórias para encostar e, se eles tropeçarem, a gente poder buscar a liderança e, consequentemente, no final, o título. O Inter vem um pouco, mas todos os tempos no Brasileiro tiveram uma arrancada alguma hora. Quem sabe a gente começa uma arrancada agora até a final, com vitórias consecutivas, eles tropecem e a gente busque esse título”, destaca.

Leia mais:  Atlético MG inicia preparação para enfrentar o Vasco

Nesta reta final do Campeonato Brasileiro, o Atlético enfrentará cinco equipes que estão lutando na parte debaixo da tabela (Vasco, Fortaleza, Goiás, Bahia e Sport) e Hyoran espera jogos difíceis contra todos esses adversários.

“Isso é relativo porque os tempos que estão na parte debaixo estão brigando contra o rebaixamento, então, cada jogo para eles também vai ser uma final, assim como para nós, então, serão jogos muito difíceis. Mas a gente sabe que vai ter que se impor. Nosso objetivo é o título e, para conquistar, a gente precisa das vitórias. Portanto, temos que aproveitar a pressão que eles têm contra o rebaixamento e buscar impor nosso jogo para conquistar os pontos necessários e buscar esse título”, afirma a camisa 20.

Nesta sexta-feira, o treino será novamente pela manhã, às 10h.

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana