conecte-se conosco


POLICIAL

Polícia Civil cumpre mandados contra envolvidos na prática de crimes em Poconé

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) deflagrou na manhã desta quarta-feira (27.01) a Operação Dislike para cumprimento de oito ordens judiciais com objetivo de desarticular grupos criminosos e esclarecer diferentes crimes ocorridos no município.

A ação deflagrada com base em investigações da  Delegacia de Poconé conta com apoio de equipes de unidades da Regional de Várzea Grande, Polícia Militar e do Canilfron.  

Os mandados, sendo quatro de prisão e quatro de busca e apreensão domiciliar, foram decretados contra suspeitos que tiveram o envolvimento identificado em crimes de tentativa de homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa armada.

Entre os alvos da operação está um traficante de drogas, apontado como o autor de uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 12 de novembro no município. Na ocasião, a vítima foi até a casa do suspeito e tentou barganhar uma pedra de crack pelo valor de R$ 8, sendo o valor cobrado R$ 10.

O traficante colocou o usuário para fora, o ameaçando de morte, porém a vítima permaneceu em frente a casa, momento em que o suspeito saiu e efetuou cinco disparos contra o rosto e o braço da vítima.

Os outros três alvos foram identificados em inquérito policial para apurar crimes de porte irregular de arma de fogo de uso permitido, integrar organização criminosa majorado pelo emprego de arma de fogo e associação criminosa armada.

Os suspeitos aparecem em um vídeo veiculado em grupos de WhatsApp em que portam armas de fogo (revólveres e pistolas) e fazem gestos em alusão à facção criminosa. Como trilha de fundo, um funk enaltece a prática de crimes e a atuação de criminosos.

Leia mais:  Suspeitos são flagrados utilizando drone para lançar droga na penitenciária de Rondonópolis

No vídeo, foram identificados quatro suspeitos, porém um deles, João Vitor Aparecido de Arruda, foi vítima de homicídio ocorrido no dia 06 de dezembro, em Poconé.

De acordo com o delegado de Poconé, Maurício Maciel Pereira Júnior, a operação tem o objetivo de levantar novos elementos que contribuirão para as investigações, assim como impedir que os suspeitos identificados continuem atuando na prática de crimes no município.

“Os identificados possuem antecedentes criminais e segundo informações são integrantes de facção criminosa. A operação tem o objetivo de colher elementos que comprovem o envolvimento com a prática dos crimes, assim como a apreensão de drogas, armas de fogo e outros objetos de origem ilícita.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLICIAL

Investigação resulta na prisão de envolvidos em homicídio e tentativas de homicídio em Sapezal

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Três envolvidos em um homicídio e três tentativas de homicídio ocorridas no mês de novembro do ano passado, em Sapezal, foram presos após investigações da Polícia Civil do município para esclarecer os crimes.

Com base no material coletado nas investigações, exames periciais, oitivas e outros elementos informativos, o delegado Heberth Hugo Montenegro representou à Justiça pelas prisões após identificação dos suspeitos do crime.

Um dos envolvidos, E.C.E., de 25 anos, foi preso nesta quarta-feira (03.03), em Sapezal. Com apoio da Delegacia de Campos de Júlio, outro dos investigados, M.G.N.F.,de 20 anos, foi detido na cidade.

Já para prender o terceiro envolvido nos crimes, a Delegacia de Sapezal contou com apoio da polícia alagoana, que cumpriu o mandado de prisão do suspeito em Maceió.

Com as investigações em andamento, os policiais civis chegaram à identificação dos envolvidos nos crimes que vitimaram quatro pessoas, dois homens e duas mulheres. Todas foram socorridas ao hospital Santa Marcelina, em Sapezal, mas Jorge Valdo Coelho de Macedo, 34 anos, não resistiu aos ferimentos.

Crime

Na madrugada do dia 30 de novembro, a Delegacia da Polícia Civil foi acionada pela Polícia Militar sobre uma ocorrência com disparos de arma de fogo em um bar, no bairro Águas Claras. No local, os policiais apuraram que as vítimas já haviam sido socorridas ao hospital, pelo Samu.

Testemunhas informaram que viram um veículo na cor preta parar em frente ao bar e dois homens, utilizando capuzes, desceram atirando na direção de Jorge Valdo e das outras três vítimas (um homem de 41 anos e duas mulheres de 27 e 28 anos).

Leia mais:  Polícia Civil prende técnico de enfermagem que falsificava assinatura de médicos para adquirir remédios controlados

Durante as diligências no local do crime, os investigadores foram informados de que uma das vítimas havia morrido no hospital.  

Um dos atingidos teve perfurações no ombro e nas costas e precisou passar por cirurgia. Já as mulheres foram atingidas nos braços.

Motivação

A partir das evidências colhidas durante a investigação, a Polícia Civil constatou que os crimes podem estar relacionados com o tráfico de drogas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

POLICIAL

Polícia Civil esclarece furto em hospital de Cáceres e recupera equipamentos em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O crime de furto mediante fraude ocorrido no Hospital Regional de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá) foi esclarecido pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (03.03), em ação conjunta da Delegacia de município e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá.

O furto ocorreu na quinta-feira (25) quando o suspeito se apresentou como técnico em manutenção de equipamentos hospitalares, dizendo que faria um orçamento relativo a serviços que seriam prestados à unidade de saúde.

Aproveitando o momento de ausência de um funcionário do setor, o suspeito subtraiu alguns equipamentos do Hospital, entre eles um monitor multiparâmetro da marca Cixtal e dois ventiladores pulmonares.

O fato foi comunicado à Polícia Civil apenas na segunda-feira (01.03), sendo imediatamente iniciadas as diligências para prisão do suspeito e recuperação dos objetos. Durante as diligências, os policiais de Cáceres conseguiram identificar e prender o suspeito e também descobriram que ele possuía uma residência em Cuiabá, onde objetos furtados poderiam estar escondidos.

Com base nas investigações, o delegado de Cáceres, Miguel Macário Lopes, entrou em contato com a equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá solicitando apoio para a diligência. No endereço indicado, os policiais da Derf encontraram os equipamentos subtraídos que foram apreendidos e encaminhados para delegacia para as providências cabíveis.

Segundo o delegado, como já não estava em situação de flagrante o suspeito responderá em inquérito policial pelo crime de furto mediante fraude. “As investigações estão em andamento para identificar outros possíveis envolvidos no crime”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Suspeitos são flagrados utilizando drone para lançar droga na penitenciária de Rondonópolis
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana