conecte-se conosco


CUIABÁ

Ministério da Saúde pede atualização de cartão de vacina para plano nacional de imunização à Covid

Publicado


Reprodução

Clique para ampliar

As pessoas que ainda não realizaram a atualização do cartão do SUS devem atualizá-lo o quanto antes, para poderem participar da campanha de vacinação contra o coronavírus, que está em fase final de preparação em todo o país. A atualização do cartão antes do começo da campanha é fundamental para evitar filas no momento da vacinação e para que a ação seja realizada da maneira mais rápida possível, evitando aglomerações. 

A orientação do Ministério da Saúde é que toda a população realize esta atualização por meio do aplicativo Conecte SUS, disponível gratuitamente nas lojas virtais de aplicativos nos celulares . “O Conecte SUS é uma ferramenta do Governo Federal e plataforma oficial de comunicação entre o cidadão e o Sistema Único de Saúde. Nele, o cidadão tem acesso a todo o histórico de vacinação, bem como consultas e exames feitos na rede pública. Importante frisar que aqueles que ainda não possuem o cartão do SUS também devem baixar o aplicativo, que vai gerar o cartão de maneira digital. Como possivelmente a vacina será disponibilizada apenas na rede pública, todos que fazem parte do público alvo precisam ter o cartão do SUS”, explicou a secretária.

Ozenira ressalta que aqueles que não conseguirem baixar o aplicativo, podem fazer a atualização no posto de saúde mais próximo de sua residência. “Todas as unidades Básicas de saúde podem fazer a atualização ou fazer o cartão para quem ainda não possui. Nós pedimos às pessoas que têm condições de fazer pelo celular, que o façam, mas se não for possível, é só ir até um posto ou centro de saúde e solicitar”, disse.

Confira abaixo o passo a passo para baixar o aplicativo e fazer o cadastro:

Leia mais:  Vice-prefeito garante participação efetiva de entidades na execução da obra no Parque de Exposições

1) Vá uma das lojas de aplicativos e procure por Conecte SUS. Instale o app no smartphone e abra;

2) Ao abrir o aplicativo, ele vai pedir login e senha, caso você já tenha cadastro. Se você não lembra se tem, basta digitar o CPF que o sistema fará a conferência;

3) Se você não tem, será dada a opção de criar o cadastro e você pode escolher a forma de login;

4) Uma tela deve pedir a verificação de alguns dados, como mês de nascimento, nome da mãe etc.;

5) Para ativar a conta, você receberá um código. Mas antes você deve escolher se quer receber por e-mail ou SMS, indicando também o endereço de e-mail ou número de telefone;

6) Digite o código no campo indicado;

7) Então, o sistema pedirá a criação de uma senha;

8) Depois disso, será necessário informar um endereço de email;

9) Um código será enviado para esse endereço de e-mail;

10) Pronto, seu cadastro está criado.

ALERTA

A Secretaria Municipal de Saúde alerta a todos que nem a Prefeitura e nem o Ministério da Saúde estão entrando em contato com a população espontaneamente para fazer a atualização do cartão do SUS ou para pedir dados dos cidadãos. Já há notícias sobre esta prática, onde golpistas enganam as pessoas para clonar seus telefones. Apenas quem fizer a instalação do aplicativo Conecte SUS receberá uma mensagem para ativar a conta. Portanto, quem receber alguma mensagem sem ter baixado o aplicativo, simplesmente ignore.

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Prefeito anuncia criação de Comitê Técnico de Definição de Modal de Transporte Público

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, anunciou na tarde desta quinta-feira (21), a criação de um Comitê de Análise Técnica para Definição do Modal de Transporte Público da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá. A equipe formada irá avaliar qual modal é viável para a Capital e também os estudos do Governo do Estado, que em decisão unilateral, optou pela troca do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para o Bus Rapid Transit (BRT).

O Comitê terá representantes das secretarias municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Mobilidade Urbana (Semob) e Obras Públicas. Participarão ainda o superintende do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o engenheiro José Picolli Neto, e o ex-secretário nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades e ex-assessor do Metrô-São Paulo, o economista José Roberto Generoso.

O prefeito irá convidar representantes do Governo do Estado e de Várzea Grande para compor o Comitê. “Esse Comitê vai analisar os estudos técnicos que serão encaminhados pelo Governo do Estado, para saber o que levou a mudança de modal do VLT para o BRT. Vamos avaliar a proposta do Governo e estudar a viabilidade da retomada, conclusão, operação, manutenção e outros. Eu não discuto se o melhor modal é BRT ou VLT, eu discuto que o Governo não poderia tomar uma decisão de forma isolada contrariando o Estatuto das Cidades, a lei da região Metropolitana, a Lei Orgânica do Município, a Constituição Estadual e Federal. Essa decisão não pode ser tomada sem ser compartilhada. O que questiono, é isso. Vou lutar enquanto tiver forças e devo satisfação à população cuiabana”, defendeu Emanuel Pinheiro.

O Comitê, que será presidido pelo secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Juares Samaniego, terá 60 dias para concluir o relatório de estudos sobre os dois modais (BRT e VLT), sendo prorrogáveis por mais 60 dias. Emanuel disse ainda que irá pedir para o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, também criar uma comissão na cidade vizinha com intuito de debater dados técnicos.

Leia mais:  Vice-prefeito garante participação efetiva de entidades na execução da obra no Parque de Exposições

“O Estado está querendo comandar uma situação sozinha que não lhe cabe.  Esse assunto tem que ser compartilhado e os dois interessados, no caso, as duas cidades, Cuiabá e Várzea Grande não participam. Essa equipe vai mostrar qual é o melhor modelo e vamos mostrar a nossa posição e o que é mais importante para a sociedade”, concluiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Intervenção em córrego marca início da duplicação da Av. Dante Martins de Oliveira

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá está trabalhando no processo de desassoreamento e demarcação do córrego que passa pela Avenida Dante Martins de Oliveira (Av. dos Trabalhadores). A ação é realizada para que, nas próximas semanas, seja iniciada a construção do muro de gabião nas paredes laterais do local. Essa é uma das etapas da obra de duplicação da via que o Município está executando.

A intervenção recebe um investimento de R$ 2.329.558,39 e, conforme o projeto da Secretaria de Obras Públicas, abrange um trecho de cerca de dois quilômetros situado entre o Residencial Santa Inês e as proximidades do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (Cisc), do bairro Planalto. O recurso é oriundo de uma operação de crédito formalizada com o Banco do Brasil, em junho de 2020.

A duplicação da Avenida Dante Martins de Oliveira engloba a execução dos trabalhos de construção da rede de drenagem de águas pluviais, terraplanagem e pavimentação. Além disso, estão previstos os serviços de instalação de meio-fio, edificação de calçadas, e sinalização viária horizontal e vertical. A obra faz parte do programa Minha Rua Asfaltada, desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá desde 2017.

“Essa é uma das principais avenidas de Cuiabá e, com toda certeza, uma das mais movimentadas. Por meio dela, os condutores têm acesso ao centro da cidade e a centenas de bairros das regiões Sul, Leste e Norte. Essa era uma obra que a população aguardava há muito tempo e hoje temos a satisfação de ver ela em andamento. Vamos transformar essa via e, junto com isso, a vida de milhares de cuiabanos”, comenta o prefeito Emanuel Pinheiro.

A duplicação faz parte de um conjunto de ações que a Prefeitura tem executado em diferentes pontos da cidade, visando promover avanços na mobilidade urbana. Na própria Dante Martins de Oliveira, por exemplo, foi concluído no fim de 2020 a atividade de recapeamento, no trecho entre as rotatórias dos bairros Planalto e Dr. Fábio. No total, foram 2,3 quilômetros de asfalto recuperado, nova sinalização, além de implantação de abrigos de ônibus.  

Leia mais:  Prefeitura disponibiliza cadastro online para profissionais de saúde se vacinarem contra a Covid-19

“Há poucos metros da avenida entregamos o viaduto da Avenida das Torres. Também estamos construindo uma ponte de concreto sobre o Córrego do Moinho, atrás do Parque Tia Nair, que facilitará o acesso de moradores de bairros como Recanto dos Pássaros, Jardim Imperial e Universitário à avenida. Ou seja, é uma série de ações que melhoram a vida população”, relata o vice-prefeito e secretário de Obras Públicas, José Roberto Stopa. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana