conecte-se conosco


CUIABÁ

Mesmo com pandemia, SOS AVC registra mais de 750 atendimentos em um ano

Publicado


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Implantado pela Gestão Emanuel Pinheiro em 2019, no Hospital Municipal São Benedito, para exclusivamente atender pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC), o programa “SOS AVC” registrou no último ano mais de 750 atendimentos. O número seria considerado abaixo do esperado, se, não estivéssemos enfrentando a pandemia da Covid-19, que afetou milhares de pessoas e fez com que mudanças fossem feitas no sistema de Saúde. No entanto, os dados são considerados ótimos pela equipe técnica da unidade de saúde e do Programa, mesmo estando atuando somente em atendimentos de urgência e emergência.

Referência no país e ainda único em Mato Grosso, o programa SOS AVC tem como principal objetivo atender aqueles sentem os sintomas do derrame nas primeiras oito horas, consideradas cruciais para o socorro, reduzindo em 90% o risco de sequelas graves.

Ainda em 2020, o programa recebeu destaque internacional, quando técnicos de Cuiabá apresentaram as experiências do SOS AVC  no Congresso Internacional GSA 2020 – Global Stroke Alliance, realizado no Rio de Janeiro. Na ocasião, a iniciativa chamou atenção de oito países, sendo eles Estados Unidos, Espanha, Suécia, Equador, Áustria, Austrália, Canadá e Chile.

De acordo com os dados do Hospital, dos mais de 750 exames realizados, 52 resultaram em tratamento para trombólise venosa, 16 trombectomia mecânica, 192 exames de angiografia cerebral, 109 tratamentos, além de 409 consultas médicas com acompanhamento neurológico ambulatorial.

Para o prefeito Emanuel Pinheiro o ótimo desempenho do programa desde o seu lançamento, vem sendo resultado do trabalho eficaz e rápido que a equipe do programa atua, dando celeridade e resposta rápida ao cidadão cuiabano.

“É importante um programa desses de alto nível e reconhecimento até internacional estar sendo muito bem utilizado em Cuiabá. Isso é sinal de que a aposta na inovação foi assertiva e isso me alegra muito, porque traz o conforto de saber que vidas estão sendo salvas por meio dele. É o que a população cuiabana merece e se depender de mim vai continuar recebendo”, afirmou.

Leia mais:  Secretaria de Turismo revitaliza equipamentos públicos e foca em reapresentar Cuiabá aos cuiabanos

SOS AVC

Como o Hospital São Benedito não é portas abertas, o acolhimento do SOS AVC acontece de duas formas. A primeira é via SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), para os casos em que forem chamados e os paramédicos atestarem que pode se tratar de um AVC.

Nesta situação, o paciente será imediatamente levado por eles para o Hospital São Benedito. A outra porta de entrada é por meio de encaminhamento das unidades de urgência e emergência da Capital, sendo elas o Hospital Municipal de Cuiabá – HMC, UPAs e policlínicas.

SAIBA MAIS SOBRE O AVC

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) acontece quando vasos que levam sangue ao cérebro entopem ou se rompem, provocando a paralisia da área cerebral que ficou sem circulação sanguínea. É uma doença que acomete mais os homens e é uma das principais causas de morte, incapacitação e internações em todo o mundo.

Quanto mais rápido for o diagnóstico e o tratamento do AVC, maiores serão as chances de recuperação completa. Desta forma, torna-se primordial ficar atento aos sinais e sintomas e procurar atendimento médico imediato.

Existem dois tipos de AVC, que ocorrem por motivos diferentes: AVC hemorrágico e AVC isquêmico.

QUAIS OS SINTOMAS

Existem alguns sinais que o corpo dá que ajudam a reconhecer um Acidente Vascular Cerebral. Os principais sinais de alerta para qualquer tipo de AVC são: fraqueza ou formigamento na face, no braço ou na perna, especialmente em um lado do corpo; confusão mental; alteração da fala ou compreensão; alteração na visão (em um ou ambos os olhos); alteração do equilíbrio, coordenação, tontura ou alteração no andar; dor de cabeça súbita, intensa, sem causa aparente.

Leia mais:  Coordenação de Zoonoses realizou visitas em mais de 1,1 milhão de imóveis em 2020

Comentários Facebook
publicidade

CUIABÁ

Secretaria de Turismo revitaliza equipamentos públicos e foca em reapresentar Cuiabá aos cuiabanos

Publicado


Luiz Alves

Clique para ampliar

Quando falamos em férias, em fazer uma viagem de turismo, conhecer algum lugar, na maioria das vezes pensamos em sair de onde estamos, em conhecer novas paisagens. A Secretaria Municipal de Turismo quer mostrar aos cuiabanos que há sempre o que se descobrir em Cuiabá e que é possível ser turista em sua própria cidade.

Para isso, a Pasta trabalha na revitalização de museus, criação de feiras, aplicativos que funcionem como guias pela cidade e novas rotas de visitação, como por exemplo, um passeio de barco da Orla do Porto até a comunidade São Gonçalo Beira Rio para um almoço.

“Trabalhar com turismo é trabalhar com sonhos. Os serviços não vendem só produtos. Vendem expectativas, vendem experiência e por isso temos que pensar na renovação constante, ter sempre uma nova perspectiva. Estamos trabalhando em ações que possamos aproveitar o que já temos, de equipamentos públicos e também o que o povo cuiabano tem de melhor para oferecer, a nossa cultura é muito rica, temos muito a explorar e estamos colocando as ideias no papel para num futuro breve as colocarmos em prática”, declarou a secretária de Turismo, Iracilda Campos.

Diante do cenário de pandemia da COVID-19, a Secretaria de Turismo trabalha para fomentar o setor, seguindo todas as recomendações de biossegurança, pensando sempre na saúde pública em primeiro lugar.

Uma das ideias da Pasta, é criar um aplicativo de celular que apresente o mapeamento dos pontos turísticos da cidade, por exemplo, com informações atualizadas de cada museu, igreja, as história de monumentos símbolos da cultura local, como de Maria Taquara. A ideia é abrir o leque de opções de entretenimento que a cidade pode oferecer, com a rapidez que só a tecnologia pode proporcionar.

Leia mais:  Secretaria de Saúde já entregou quase 26 mil Kits Covid-19 para pacientes com sintomas leves

Revitalizar os pontos de atendimento físico ao turista é outra ação importante que a Pasta se debruça para atender. A ideia é reformar o Centro de Atendimento ao Turista da Praça Rashid Jaudy, no centro da Capital, reabrir o CAT no aeroporto de Várzea Grande, em parceria com o município vizinho e fomentar ainda mais a participação em eventos do CAT Móvel, que já existe.

A revitalização do Museu do Rio e da Caixa D’água também estão em andamento. O objetivo, é preparar esses locais para receber feiras e eventos, no pós pandemia, com participação de entidades culturais.

Estes são projetos a serem discutidos juntamente com as entidades e associações locais do setor de turístico para a nova gestão Emanuel Pinheiro, com metas de execução de curto, médio e longo prazo, utilizando os equipamentos públicos existentes, diminuindo assim os custos orçamentários.

Comentários Facebook
Continue lendo

CUIABÁ

Secretaria de Saúde já entregou quase 26 mil Kits Covid-19 para pacientes com sintomas leves

Publicado


Assessoria

Clique para ampliar

Desde julho de 2020, quando a Prefeitura de Cuiabá passou a disponibilizar o Kit Covid-19 para pacientes com sintomas leves de síndrome gripal (mediante prescrição médica e termo de consentimento), 25.939 kits foram distribuídos, até esta sexta-feira (15), conforme o Centro de Distribuição de Medicamentos e Insumos de Cuiabá (CDMIC), da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

No mês de julho, foram entregues 4.387 Kits; em agosto, 7.923; em setembro, 5.040; em outubro, 1.177 Kits; em novembro, 430; em dezembro, 4.032. Nos primeiros 15 dias de janeiro de 2021, foram entregues 2.950 Kits Covid-19 pela Prefeitura de Cuiabá. Números que apontam para uma subida de prescrições de dezembro para cá.

Cada kit é composto por 5 comprimidos de azitromicina 500mg, 4 comprimidos de ivermectina 6mg, 20 comprimidos de dipirona sódica 500 mg e 10 comprimidos de zinco 29,5 mg.

O secretário-adjunto de Assistência em Saúde, Luiz Gustavo Raboni Palma, explica que o Kit Covid está disponível para pacientes com sintomas leves da doença que procuram atendimento médico. “É importante ressaltar que os medicamentos não têm eficácia comprovada na prevenção da Covid-19. Eles têm sido utilizados seguindo protocolos do Ministério da Saúde para o tratamento precoce e só são entregues para o paciente mediante apresentação da receita médica. Mesmo que tenha sido atendido em uma unidade de saúde que não seja as do município, se o paciente apresentar a receita médica, ele pode pegar o kit em nossas unidades”, explica. 

Os kits estão disponíveis em 16 unidades básicas de saúde e também nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA’s) e policlínicas. 

Veja as unidades de saúde que dispõem do Kit Covid-19:

Leia mais:  Secretaria de Mobilidade Urbana realiza novo leilão online na próxima sexta-feira (22)

PSF Santa Izabel I / PSF Santa Isabel II

PSF Despraiado I / PSF Despraiado II                                                                         

Centro de Saúde do Grande Terceiro

Centro de Saúde Dom Aquino

Centro de Saúde Jardim Leblon 

PSF Pedregal I / PSF Pedregal II

PSF Pedra 90 I / PSF Pedra 90 II 

Centro de Saúde do Parque Cuiabá

Centro de Saúde do Tijucal 

UBS Parque Ohara

Clínica da Família do CPA 1

PSF Três Barras

PSF Jardim Umuarama 

Centro de Saúde CPA III

PSF Jardim Fortaleza / Santa Laura

PSF Santa Terezinha / Itapajé

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana