conecte-se conosco


MATO GROSSO

Governo economiza R$ 181 milhões em licitações realizadas pela Sinfra

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), economizou R$ 181,2 milhões nos processos licitatórios realizados pela secretaria nos últimos dois anos. Os valores correspondem a contratação de projetos empresas de engenharia, além das aquisições de materiais para execução de obras e fornecimento de equipamentos.

Os dados fazem parte dos levantamentos realizados pela Comissão Permanente de Licitação da Sinfra e também Secretaria Adjunta de Administração Sistêmica, responsável pela Superintendência de Aquisições. Ao todo foram realizados 58 processos licitatórios nesse período, sendo estimado R$ 1,014 bilhão em contratação e R$ 832,9 milhões efetivamente contratados.

  Governo economiza R$ 181 milhões em licitações realizadas pela Sinfra

Conforme o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, a economia registrada é reflexo do trabalho realizado pela atual gestão do Governo de Mato Grosso, logo no início, para reequilibrar as contas públicas através de políticas austeras e controle de despesas, para que Mato Grosso pudesse sanar as dificuldades financeiras oriundas de anos anteriores.

“Na administração do governador Mauro Mendes, Mato Grosso recuperou a credibilidade perante os fornecedores. O Governo está pagando em dia, corretamente, sem criar nenhum mecanismo não republicano para auferir qualquer tipo de vantagem. Isso é motivo de orgulho para a Secretaria de Infraestrutura. Mostrarmos para Mato Grosso que as determinações do governador Mauro Mendes foram cumpridas e que estamos aqui para realmente consertar o Estado. Isso é uma demonstração clara e inequívoca de que estamos no caminho certo”, afirmou.

Dos R$ 181,2 milhões economizados, R$ 113,4 milhões correspondem às licitações realizadas diretamente para contratação de projetos e de empresas de engenharia para execução de obras rodoviárias em todo Mato Grosso, além da retomada das obras previstas para a Copa do Mundo de 2014.

Leia mais:  Detran-MT alerta para golpe de venda de CNHs falsas

Muitas da obras de pavimentação contratadas, já foram concuídas.

Foram realizados 30 processos licitatórios, sendo cinco no ano de 2019 e outros 25 neste ano, e o valor estimado para as licitações era de R$ 667,4 milhões. No entanto, foram contratados por R$ 563,8 milhões. A economia registrada foi em média de 15% em relação ao estimado.

A licitação de maior vultuosidade foi a realizada para a retomada das obras do novo hospital Universitário Júlio Müller.  Inicialmente havia sido estimado o valor de R$ 216,273 milhões para a retomada e conclusão do hospital, mas elas foram contratadas por R$ 207,485 milhões, gerando uma economia de R$ 8,788 milhões. “Esta foi uma grande licitação, muito criteriosa, e que obtivemos uma importante economia”, disse o secretário.

A licitação de maior vultuosidade foi a realizada para a retomada das obras do novo hospital Universitário Júlio Müller

Já a economia registrada nas licitações realizadas pela Secretaria adjunta de Administração Sistêmica, para aquisições de materiais para execução de obras e fornecimento de equipamentos, somou outros R$ 67,7 milhões. Foram feitos 28 pregões e o valor estimado para todos os processos era de R$ 336,8 milhões, mas o valor licitado foi de R$ 269 milhões. A economia média registrada foi de 20% em relação ao que estava estimado.

O maior pregão realizado foi de registro de preço para a contratação dos serviços de implantação e manutenção da sinalização na malha rodoviária pavimentada, para cinco lotes de obras. O valor estimado era de R$ 99,6 milhões, mas o valor licitado foi de R$ 66,1 milhões. Isso representou uma redução de R$ 33,4 milhões, ou seja, uma economia de 33,6% em relação ao estimado.

Ainda segundo Marcelo de Oliveira, todos esses valores economizados serão aplicados em novas obras para atender a população mato-grossense de todas as regiões do Estado. “Trabalhamos incansavelmente para aplicar melhor os recursos públicos, para fazer mais obras, melhorar o Estado de Mato Grosso e garantir o direito que o cidadão tem de ir e vir por nossas estradas e pontes com segurança. Com muito menos, estamos fazendo muito mais por Mato Grosso”, encerrou.

Leia mais:  Sinfra e Sefaz firmam cooperação para reforma das unidades fazendárias em MT

Economia também foi registrada nas licitações para construção de pontes

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Corpo de Bombeiros Militar ativa nova unidade operacional em Poconé

Publicado


O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT) ativou, na manhã desta quinta-feira (21.01), mais uma unidade operacional para atender a população mato-grossense. O município que receberá os serviços prestados pela unidade é Poconé (a 102 km de Cuiabá).

O 1º Pelotão Independente Bombeiro Militar, está situado na rua Sílvio Martins, n°858, no centro de Poconé. A localização irá facilitar o deslocamento das equipes de serviço, reduzindo o tempo de resposta médio para o atendimento das ocorrências. Inicialmente, a nova unidade conta com o efetivo e viaturas de combate a incêndio e salvamento no serviço operacional diário com o Comandante e Comandante Adjunto responsáveis pelos trabalhos da unidade.

A ativação do serviço operacional se deu às 8h, momento em que o coronel BM Ricardo transmitiu, via rádio, a mensagem do comando da instituição aos integrantes da unidade que trabalharão vinte e quatro horas por dia em prol da população.

“O Comando da instituição vem fazendo um esforço para descentralizar as ações e a unidade reforçará os atendimentos de ocorrências já prestados pelo 2º Batalhão e a partir de agora passam a ser assumidos pelo pelotão, com a população devidamente assistida pelo Corpo de Bombeiros Militar “, frisou o coronel.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Mato Grosso Saúde reforça a importância das teleconsultas em tempo de pandemia
Continue lendo

MATO GROSSO

Detran-MT alerta para golpe de venda de CNHs falsas

Publicado


O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) alerta aos cidadãos quanto ao golpe que vem sendo aplicado em todo Brasil, via aplicativo de mensagens e redes sociais, de suposta venda de Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em Mato Grosso, o Detran-MT tomou conhecimento da prática ilegal por meio de diversas denúncias de autoescolas e na própria Ouvidoria do órgão.

O golpe está sendo aplicado por quadrilhas especializadas que ofertam o serviço de confecção da suposta CNH de forma facilitada, alcançando pessoas que procuram meios de burlar as fases obrigatórias para a obtenção do documento.

Nos vídeos enviados e publicados nas redes sociais, os golpistas mostram como ficaria o documento, impresso colorido em papel comum e com QR Code no verso. Porém, a CNH original é impressa em papel moeda e com diversas camadas de segurança para verificação, incluindo o QR Code para checagem da veracidade junto às autoridades competentes.

Esse QR Code só é lido por um aplicativo utilizado pelas autoridades de trânsito, direcionado à página do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). No caso do QR Code criado pelos golpistas e mostrado nos vídeos, a leitura é realizada pela câmera do celular e direcionada a um site fictício criado pela quadrilha que, supostamente, seria da CNH digital. Todavia, o Detran alerta que a CNH no formato digital só é válida no aplicativo nacional chamado Carteira Digital de Trânsito.

“O cidadão quando tenta burlar o sistema ele também está incorrendo em crime, e a quadrilha se beneficia disso, porque geralmente não há denúncia. Eles recebem parte do dinheiro e não entregam o documento. Ou seja, o cidadão procura pela facilidade e ainda fica no prejuízo de ficar sem a CNH e sem o dinheiro que pagou”, alertou o diretor de Habilitação do Detran-MT, Alessandro de Andrade.

Leia mais:  Mato Grosso Saúde reforça a importância das teleconsultas em tempo de pandemia

Quando uma pessoa tenta obter a CNH por meios clandestinos ela está deixando de fazer diversas etapas obrigatórias para a obtenção do documento, como as aulas e prova teórica, aulas e prova prática, os exames médicos, psicológicos que são fases essenciais para a formação de um condutor.

“Nenhuma habilitação é emitida pelo Detran-MT sem o cumprimento de todas as etapas obrigatórias. O Detran preza pela segurança no trânsito e a preservação de vidas. Por isso temos um processo criterioso para a obtenção da CNH. Só é habilitado quem realmente está apto a conduzir nas vias públicas”, reforçou o diretor.  

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana