conecte-se conosco


MATO GROSSO

Estado já adotou medidas para garantir planície alagada da Baía de Chacororé

Publicado


Está em andamento na Baía de Chacororé, em Barão de Melgaço (113 km de Cuiabá), uma série de adequações para manter a planície alagada. A intervenção é feita com base nos estudos técnicos realizados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) em 2020, e é acompanhada pelo órgão ambiental.

A secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, conta que entre as ações principais na região estão a desobstrução de canais que levam água para a baía e a reconstrução de barragens que mantêm a planície alagada.

“O que causa impacto de fato é a obstrução dos corixos que levam água, e dos barramentos que acabam sendo destruídos ou pela ação humana, ou pelo tempo. Estes barramentos devem ser sempre refeitos porque são de pedra, areia, e não podemos fazer uma barragem de concreto para preservarmos a localidade”, explica.

O relatório aponta que estes fatores exercem impacto negativo na região, e não estradas ou obras realizadas pelo Estado. 

Em parceria com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), as medidas começaram em novembro do ano passado com a limpeza da estrada que dá acesso à barragem. Mas, as ações tiveram de ser interrompidas em razão das fortes chuvas na região, o que inviabilizou a circulação dos maquinários pela estrada. O serviço deve ser retomado assim que as condições no local permitirem.

O relatório técnico indicando as ações a serem executadas no local foi elaborado em agosto de 2020, e tem sido utilizado como base para a execução do serviço de enrocamento (depósito de uma barreira de pedra), a fim de proteger a barragem contra efeitos erosivos causados pelos fluxos de água. O objetivo da intervenção é a preservação da biodiversidade no local.

Leia mais:  Vacinas são enviadas via transporte aéreo e terrestre aos 16 polos regionais do Estado
Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

MATO GROSSO

Homem vítima de homicídio é identificado

Publicado


Um homem identificado pelos papiloscopistas da Politec como Cilce Pereira da Silva encontra-se na Diretoria Metropolitana de Medicina Legal de Cuiabá, aguardando o comparecimento de familiares  para os procedimentos de reconhecimento e liberação do cadáver da unidade.

Cilce Pereira da Silva foi vítima de um homicídio ocorrido no bairro Consil, nas proximidades da rodoviária de Cuiabá, na última sexta-feira (15.01). À ocasião, o homem chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), onde faleceu no dia 15 de janeiro.

O homem, de 63 anos, era natural de Bom Sucesso, no estado do Paraná.

A DMML está localizada no Bairro Dom Bosco, Rua A1.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Leia mais:  Homem vítima de homicídio é identificado
Continue lendo

MATO GROSSO

Governo investe R$ 41,8 milhões em melhorias nas escolas estaduais

Publicado


O Governo de Mato Grosso viabilizou nesta terça-feira (19.01) investimentos na ordem de R$ 41,8 milhões para melhorias na Educação do Estado. Foram 51 convênios assinados com 26 municípios para a construção de três novas escolas, reforma e ampliação em oito unidades e outras 22 vão receber quadras poliesportivas, além de aquisição de aparelhos de ar-condicionado, equipamentos e mobiliários.

Prefeitos de vários municípios participaram da assinatura dos convênios no Palácio Paiaguás, junto com o governador Mauro Mendes, o secretário de Educação, Alan Porto, e deputados estaduais. Os investimentos fazem parte do programa Mais MT.

O governador enfatizou que a educação precisa ser priorizada nas ações e na busca de resultados e que é preciso resgatar a importância da escola pública. “Precisamos, na prática, mudar como nos relacionamos com a educação. Todos sempre ouviram que o futuro do Brasil passa pela educação, mas a escola pública perdeu a importância que ela tinha. Precisamos recuperar isso”.

Para avançar na educação, só pelo Programa Mais MT estão previstos R$ 936,4 milhões em investimentos em infraestrutura e na área pedagógica até 2022. Além disso, o governador destacou que o Banco Mundial ofereceu 100 milhões de dólares para Mato Grosso investir exclusivamente na educação pública.

“Esses 100 milhões de dólares são recursos extras. Só em recursos próprios do Estado, neste ano, serão mais de R$ 300 milhões”, disse o governador, completando que o investimento certo pode fazer da educação fonte de oportunidades.

Desafio na educação

O secretário de Educação, Alan Porto, afirmou que as parcerias com os prefeitos são fundamentais para que mais obras sejam realizadas nos municípios e ressaltou que a assinatura dos convênios é um dia histórico para a educação de Mato Grosso. “Os prefeitos foram fundamentais para que este momento se concretizasse. Os deputados também não mediram esforços para que os investimentos realmente aconteçam”.

Leia mais:  Mato Grosso tem primeira indígena vacinada contra a Covid-19

Porto enfatizou que a infraestrutura das escolas é apenas um dos desafios da educação, junto com a parte pedagógica. Hoje, mais de 300 precisam de algum tipo de intervenção e com o Programa Mais MT isso será possível.

Destacou que o ambiente escolar é de extrema importância para a aprendizagem dos estudantes e isso passa pela infraestrutura. “Vamos garantir ambientes adequados para nossos profissionais da educação e para nossos estudantes”, enfatizou.

Todos pela educação

Prefeito de Canarana, Fábio Marcos Pereira de Faria, afirmou que todos querem um Estado melhor, um município melhor, e é por meio da educação que poderemos alcançar isso.

 “A grande transformação da sociedade passa pela educação. Cada vez que tivermos educação melhor, de qualidade, nós teremos cidadãos melhores, pessoas melhores. Assim, poderemos ter a transformação que a gente espera”.

O prefeito disse que é preciso unir forças, independentemente de partido político, e lembrou que a Seduc já mostrou ser uma grande parceira. Destacou que o município vai receber um ônibus rural com a assinatura destes convênios, mas lembrou que a reconstrução da Escola Estadual 31 de Março já está na fase final. A obra, no valor de R$ 3.072.096,10, teve R$ 2,5 milhões de investimento do governo do Estado.

Convênios

Dentro do pacote de obras está a construção de três novas escolas em Peixoto de Azevedo, Primavera do Leste e Querência.

Os convênios também são para ampliações em oito escolas estaduais, localizadas em Campo Novo do Parecis, Nova Canaã do Norte, Sapezal e Sorriso.

Vinte e duas escolas vão ganhar uma nova quadra poliesportiva. Os municípios beneficiados são: Campo Novo do Parecis, Figueirópolis D’Oeste, Juscimeira, Nortelândia, Nova Lacerda, Peixoto de Azevedo, Porto Alegre do Norte, Primavera do Leste, Querência, Santa Rita do Trivelato e Sorriso.

Leia mais:  Deputado afirma que atual gestão do Governo de Mato Grosso é a que mais investe na Educação

Além disso, entre os convênios ainda há aquisição de micro-ônibus, compra de mobiliários e equipamentos, como ar condicionado.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana