conecte-se conosco


ESPORTES

Corinthians inicia 2021 com goleada de 5 a 0 diante do Fluminense

Publicado



Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Na noite desta quarta-feira (13), o Corinthians entrou em campo pela primeira vez no ano de 2021 para mais um jogo do Campeonato Brasileiro. Pela 29ª rodada da competição, o Timão goleou o Fluminense por 5 a 0 na Neo Química Arena. Os gols foram marcados por Jô, Cazares, Fagner, Mateus Vital e Luan. Com a vitória, o Timão chega a 42 pontos, com sete jogos sem perder e ocupa a oitava colocação.

Timão escalado!

O técnico Vagner Mancini decidiu começar o jogo contra o Fluminense escalado com: Cássio; Fagner, Jemerson, Gil, e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo, Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital; Jô. Durante o jogo, também entraram Léo Natel, Camacho, Gabriel Pereira, Luan e Everaldo. Ainda estavam no banco de reservas: Walter, Bruno Méndez, Marllon, Michel Macedo, Camacho, Xavier, Raul Gustavo, Araos, Léo Natel, Luan, Everaldo e Gabriel Pereira.

Primeiro tempo

As primeiras ações do jogo foram de muita marcação e toque de bola. Aos três minutos, o Timão construiu jogada e a bola sobrou pra Jô na área. O atacante alvinegro tentou o chute, mas foi bloqueado pela defesa adversária.

O Corinthians, após a partida estar equilibrada, abriu o placar aos 25 minutos. Após chute de Gustavo Silva, Jô aproveitou rebote dentro da área e marcou o primeiro gol do Timão em 2021.

Mesmo com o gol, o Corinthians seguia no ataque em busca de ampliar o placar. Aos 36, Cazares arriscou chute da entrada da área e a bola passou perto da trave direita do gol tricolor.

O Timão seguia pressionando o Fluminense e por pouco Mateus Vital não marcou um golaço na Neo Química Arena. De fora da área, o camisa 22 chutou colocado, mas o goleiro do Fluminense conseguiu espalmar em direção à trave.

Leia mais:  Luxemburgo elogia time do Vasco após vitória

Segundo tempo

Na etapa final, o Coringão seguiu com a postura de ampliar o marcador e aos nove minutos conseguiu. Após passe de Gustavo Silva, Cazares bateu da entrada da área no canto direito e marcou o segundo gol alvinegro no jogo.

O time alvinegro jogava com leveza e dessa forma conseguiu marcar o terceiro após jogada de Cantillo. O camisa 24 encontrou Fagner, que emendou uma bomba no gol sem chances de defesa para o goleiro.

O Corinthians seguia implacável nas finalizações. Desta vez, quem acertou um lindo chute de fora da área foi Mateus Vital. Aos 21, o camisa 22 avançou livre e acertou o ângulo após chute certeiro.

Antes do apito final, aos 44, o Corinthians chegou ao quinto gol diante do Fluminense. Após bola cruzada por Camacho, Luan, livre, deu um toque com o gol aberto e fechou o placar na Neo Química Arena.

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
publicidade

ESPORTES

Corinthians deixa a desejar e é derrotado pelo Bragantino

Publicado


Na noite de segunda-feira (25), o Corinthians entrou em campo novamente pelo Campeonato Brasileiro. Pela 32ª rodada da competição, o Timão foi superado pelo o Red Bull Bragantino por 2 a 0, na Neo Química Arena.

Timão escalado!

O técnico Vagner Mancini decidiu começar o jogo contra o Red Bull Bragantino escalado com: Cássio; Fagner, Bruno Méndez, Gil, e Fábio Santos; Gabriel, Ramiro, Gustavo Silva, Cazares e Mateus Vital; Jô. Durante o jogo, também entraram Léo Natel, Otero, Luan, Everaldo e Gabriel Pereira. Ainda estavam no banco de reservas: Walter, Raul Gustavo, Marllon, Michel Macedo, Camacho, Cantillo, Xavier, Léo Natel, Luan, Otero, Everaldo e Gabriel Pereira.

Primeiro tempo

Logo no início, o Corinthians foi surpreendido com um chute de fora da área do Red Bull Bragantino. Helinho arriscou e acertou o canto rasteiro do Timão, no primeiro minuto do duelo.

Mesmo atrás no placar, o Corinthians seguia criando chances no duelo. Aos sete minutos, Vital arriscou de fora da área e por pouco o goleiro adversário não entrou com a bola no gol.

Momentos depois, aos 11, mais um chute de média distância. Desta vez, Ramiro arriscou da entrada da área, mas Cleiton defendeu. Aos 15 minutos, Fagner também tentou, mas a bola ficou com o goleiro do Red Bull Bragantino.

O Alvinegro continuava pressionando o time de Bragança, mas esbarrava nas defesas do goleiro Cleiton. Aos 26, Cazares tentou após passe de Gustavo Silva, mas a bola ficou nas mãos do jogador adversário.

Aos 41 minutos, o Red Bull Bragantino chegou ao segundo gol. Claudinho recebeu dentro da área e chutou sem chances para o Cássio.

Leia mais:  Corinthians deixa a desejar e é derrotado pelo Bragantino

Segundo tempo

Com uma postura mais agressiva, o Timão chegou ao ataque com menos de um minuto da etapa final. Léo Natel tentou cruzar a bola para área, mas o goleiro do Red Bull Bragantino cortou a jogada e ficou com a bola.

O jogo no segundo tempo ficou mais concentrado no meio-campo e com poucas chances criadas por ambas as equipes. O chute de fora da área seguia sendo um recurso explorado pelo Alvinegro. Aos 20 minutos, Otero arriscou do bico da grande área, mas a bola passou rente à trave direita.

O Corinthians continuou buscando os gols necessários para igualar o placar, mas esbarrou na postura defensiva do Red Bull Bragantino, que conseguiu manter a vantagem adquirida ainda na primeira etapa.

Comentários Facebook
Continue lendo

ESPORTES

Chapecoense não supera Operário e perde de 2 a 0 pela 37ª rodada da Série B

Publicado


A Chapecoense entrou em campo na tarde de segunda-feira (25), no Estádio Germano Kruger, para disputar contra o Operário-PR partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Depois de iniciar o embate melhor do que o adversário, o Verdão viu o Fantasma igualar as ações do jogo, abrir o placar no primeiro tempo e ampliar no segundo, determinando em 2 a 0 o resultado final.

A partida: 

Mesmo jogando longe dos seus domínios, a Chapecoense iniciou a partida contra o Operário-PR buscando o ataque. O ímpeto inicial do time alviverde, no entanto, esbarrou num sistema defensivo atento da equipe adversária. Posteriormente, com as ações do embate equilibradas, o Operário-PR teve a chance de abrir o placar e não desperdiçou: aos 21, o zagueiro Fábio Alemão marcou o primeiro gol.

Foto: André Jonsson/OFEC

A pressão do time adversário continuou e logo no início da etapa complementar a vantagem do Operário-PR foi ampliada, com o meia Rafael Oller marcando o segundo. A Chapecoense esboçou reação e aos 29 Anderson Leite recebeu na grande área e finalizou com perigo, mas mandou por cima da meta. Na sequência, aos 37, Matheus Ribeiro acertou excelente cruzamento e Evandro cabeceou – a bola tirou tinta da trave, mas saiu pela linha de fundo. Aos 44, numa das melhores chances da partida, a bola sobrou com Perotti e o Cria do Condá bateu com categoria, muito perto do gol. Apesar das oportunidades, o placar final foi favorável ao time da paranaense.

Comentários Facebook
Leia mais:  Atlético MG encerra preparação para enfrentar o Santos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

DIAMANTINO

POLÍTICA MT

POLICIAL

MATO GROSSO

POLÍTICA NACIONAL

ESPORTES

Mais Lidas da Semana